J.R. GUZZO

O desembargador Kassio Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar vaga no Supremo

A reação mais notável à decisão do presidente Jair Bolsonaro de indicar para a vaga ora aberta no STF um advogado do Piauí que foi nomeado para a magistratura federal por Dilma Rousseff, é contra a prisão de criminosos depois de condenados em segunda instância e teve a torcida pública de um senador do seu Estado oficialmente denunciado pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro foi um silêncio de cemitério do Oiapoque ao Chuí. É verdade que ninguém teve a coragem de elogiar – a não ser o próprio Bolsonaro, é claro, e as gangues que fazem do Congresso brasileiro um dos mais desprezados corpos legislativos do planeta. Mas onde foram parar os protestos, a ira e a indignação que se levantam quase automaticamente, desde o primeiro dia do seu governo, a cada vez que o presidente abre a boca ou decide alguma coisa? Não houve nem protesto nem ira nem indignação.

Por que será? É provável que Bolsonaro nunca tenha criado uma calamidade tão maligna quanto essa – nem tão duradoura, visto que o seu preferido vai ficar decidindo o que é certo e o que é errado para o Brasil pelos próximos 27 anos. Mas o que houve, de Lula e da extrema esquerda até a bancada “da bala” e a extrema direita, foi um dos mais intensos movimentos que já se viu neste país em matéria de olhar para o outro lado e fazer de conta que não aconteceu nada demais. Nem a constatação de que o novo ministro copiou e colou na sua “tese” trechos inteiros escritos por um advogado amigo – incluindo os erros de português – sem dar um pio sobre o nome do verdadeiro autor, provocou maiores objeções. Para um presidente que é diariamente acusado de genocídio para baixo, fora o pouco-caso com os quilombolas, os incêndios no Pantanal e a sua participação em milícias do crime organizado, trata-se de uma vitória e tanto.

A passividade com que os inimigos de Bolsonaro receberam a indicação do dr. Kássio para o STF, para não ficar enrolando a questão com considerações superiores de ciência política, tem uma explicação bem simples: ninguém falou nada porque todo mundo gostou – ou, se não gostou, engoliu com casca e tudo. O novo ministro, quando se pensa um pouco, é o homem dos sonhos do mundo político brasileiro de hoje – agrada ao PT, ao “Centrão”, à OAB, ao ministro Gilmar Mendes, aos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, às empreiteiras de obras públicas, aos refugiados da Lava Jato, aos escritórios “top de linha” da advocacia criminal, aos defensores das “instituições democráticas”, à classe intelectual, ao presidente Bolsonaro, à família do presidente Bolsonaro e por aí vamos. O leitor se lembrou de alguém mais? Pode colocar na lista.

O fato é que ninguém que viaja nesse bonde pode admitir, de jeito nenhum, que o STF melhore, por pouco que seja. Pode tudo – mas melhorar, não. Eis aí o maior risco que todos eles podem correr hoje em dia. Um Supremo menos ruim que esse é uma ameaça direta ao seu bem-estar; é ali que os “garantistas” garantem que os acusados de corrupção sejam deixados em paz, e a garantia dessa impunidade não tem preço para os proprietários da vida pública do Brasil. Uma Justiça mais decente obrigaria a classe política e o resto da massa que hoje vive à custas da máquina do Estado a se comportarem melhor do que se comportam. E quem está querendo se comportar melhor nesse povo? Bolsonaro teve a sua primeira grande chance de piorar o Supremo. Não perdeu a viagem.

É a “governabilidade” – todo o mundo se ajeita, a “resistência” continua fazendo discurso, mas deixa Bolsonaro em paz nas coisas que de fato importam, e o público pagante fica no papel de otário.

21 pensou em “NÃO TEM PREÇO

  1. Jair Bolsonaro foi um pulha ao indicar um pulha para a Corte. De quem se esperava moralização veio avacalhação.

    Esse cara não me representa mais!

    • Pô, Cicero.
      Atacas o presidente e o indicado. Direito seu. Ao classificar a ambos de pulhas em virtude do segundo, ou seja do tal Kássio, pergunto:

      Que crimes andou cometendo tal cidadão para tanta fúria?

      Para eu também esculhambar este “péssimo sujeito”, por favor elencar quais crimes tão “abjeta figura” andou cometendo para eu também execrá-lo, pois no quesito esculhambar um sujeito gosto de argumentos sólidos para não cometer injustiças.

      O Puggina por exemplo, não elencou nenhum crime que o contra indicasse para tal cargo.

      O señor Kássio tem longa história na TRF1 (está lá desde 2011). em quantos escândalos e crimes cometidos durante sua longa carreira em tribunais tomamos conhecimento?

      Exemplifico: Se o Berto tivesse sido indicado, seria elogiado pelo Goiano, pelo Famigerado e por outros que não são muito fãs de Bolsonaro.
      Significaria isso que Berto seria um péssimo ministro do STF?
      Vida longa à foto da banana que Berto imortalizou.

      Abração, Cícero.

      • Caríssimo Sancho Pança, eu te amo e muito pelo seus textos maravilhosos, generosidades para com os colunistas e comentaristas e senso de humor à flor da pele.

        Essa é a opinião de um brasileiro que já assistiu a tantas injustiças praticadas pelos “magistrados” de araque que não dá para poupar quem os indica, infelizmente.

        Entrar no STF não é por meio de concurso. Se fosse esse sujeito estava reprovado!!!

        Torço de coração por Bolsonaro em todas as outras linhas de frente, mas que no judiciário ele está cagando no tapete, está!

        Beijos nesse coração humano, grande colunista!

        • Por falar em seno de humor, o nobre colunista está nos devendo outra “conferência” sobre bêbados e cabaré, no Cabaré do Tio Berto!

          Suas conferências são um show!!!!

          Quando será?

          Apesar de ter muitas histórias de puta, cabaré e bêbados, eu não me habilito por que nunca tive simpatia por microfone.

          • Cícero, vou te dar a dica: como sei que tuas histórias são maravilhosas, faça o seguinte: marque com o Assuero uma data de nossas quintas de show e, como estamos em família jotabeefeana, comece sua esplanação como todas as pessoas fazem quando estão entre os seus: vai soltando a voz devargazinho (concentre-se em si mesmo) , pegando no tranco, se entusiasmando com o riso da moçada e dois minutos depois você nem notará que é o dono do palco.

            Entenda que a moçada que se reúne às quintas não está lá para criticar o nervosismo do palestrante. Lá estamos para a salutar troca de experiências de vida e das coisas que vivenciamos nas estradas que percorremos.

            É, com certeza, igualzinho à reunião de velhos amigos em uma mesa de bar.

    • Concordo cem por cento com o comentário do nosso amigo Ciro.

      Se concordarmos com esta gigantesca estupidez do Bolsonaro, não restará mais esperança de um dia nos livrarmos dos esquerdistas, corruptos e comunistas.

      O Bolsonaro vem fazendo do governo tragédias pessoais e familiares, vale tudo, desde que se salvem impunes seus filhos e
      outros apendices etc…..
      Também perdi as esperanças, votei nele, porque nos mostrou
      uma luz no fim do tunel, para acabar com a ladroagem dos
      esquerdistas ( Não se chamam mais de comunistas e hoje nenhum candidato mostra mais nos santinhos o seu partido, principalmente o PT e PCB ) porque será ?

      Essa última burrice estúpida do Bozo é indesculpável, mesmo antes
      ele tenha ido à casa do Gilmar Mendes e do Tofolli para tomar a benção e pedir licença para ir ao banheiro para dar a sua maior cagada.
      Os eleitores estão paulatinamente abrindo os olhos e a valsa
      Danubio 2022 está ficando cada dia mais distante.

  2. O texto, como sempre é brilhante.
    Faço apenas uma correção. Creio que melhorar vai, pois o Kássio, se bom não for, será menos ruim do que a quem substituiu. E o STF já apresenta melhoras com o novo presidente. Fux é a favor da Lava Jato e já mexeu com a “poderosa” segunda turma ao mandar para plenário votações que eram decididas pelos maravilhosos Gilmar e Ricardo.

    • A indicação do Kássio é prerrogativa do presidente. Afinal Lula indicou o Toffoli, que tinha sido reprovado duas vezes em concursos para juiz e ofamigerado senado aprovou.

      E o Toffoli é um colendo colega que tece magistrais pareceres segundo seus pares. Mas não vamos esquecer de seus truques para defender o Flávio Bolsonao (felizmente derrubado meses depois).

      Mas voltando ao assunto, o Kassio foi indicado pelo JMB e cabe ao senado (quosque tandem?) a sua aprovação. Neste e em outros casos cito Manuel Antônio de Almeida (Memórias de um sargento de milícias) “Culpa tem quem te dá asas.”

      Bolsonao esta defendendo o seu,e o senado idem.

      E last but not least, tanto o Toffoli, quanto o Kassio, como quanquer juiz não precisa ter conhecimentos jurídicos, pois têm atrás de si um exército de auxiliares-formiguinhas que transformam em pareceres ou votos a vontade dos chefes.

      E o que fazer?

      • A que ponto chegamos . Defender a indicação de Bolsonaro porque Lula também fez .
        Foi pra isso que elegeram Bolsonaro ? Pra fazer o que Lula e Dilma fizeram ?

  3. O Francisco e deste país mesmo ou chegou de Marte agora? Conheço bem serviço público e sei que exército de auxiliares escrevem imbecilidades de acordo com o imbecil que os comanda, porque senão saem do exército. Toffoli tecendo magistrais pareceres? Em que planeta foi isto?
    Talvez tenha a ver com parecer baseado no autor Tomás Turbando de Oliveira em moda na alta corte judiciário do Brasnania

    • Planeta Terra.
      Leia meu post com atenção, depois leia outra vez.
      Eu não disse que o Toffoli elaborou magistrais pareceres,
      Eu disse que QUALQUER JUIZ tem atrás de si um exército que elabora pareceres e votos de acordo com a vontade dos chefes.

      Quem diz que o Toffoli (leia mais uma vez o meu post) elabora magistrais pareceres são seus pares.

      Mais uma vez, leia com atençao e carinho o meu post

  4. Ah, quantas “marias-vai-com-as-outras” – a engrossar o coral retumbante da “chorumelação”, dos “faniquitos”, dos “ai-ai-ais”, dos “meu-deus-que-eu-não-acho-a-porta”, dos “que-será-de-mim” – nessa procissão lamuriante de “madalenas-arrependidas”, a ecoar os seus lamentos histéricos e permanentes nesse antecipado “vale-de-lágrimas” – pré-anunciado pelos eternos profetas do “fim-do-mundo” e do “bem-que-eu-te-avisei”.

    Pô – “ejaculadores-precoces” de “tragédias-pré-anunciadas”, deem um tempo pro “homi”!!!

    Calma com as “punhetas” e “siriricas” desvairadas, cujas estimulações doentias são sempre catástrofes imaginárias!!!

    Essas pseudo previsões alarmistas só enchem o “saco” dos que não são do time dos viciados compulsivos em, doentiamente, “erotizar-se” com essas autoflagelações masturbatórias e masturbantes.

    Se não, estão agindo como as antropoformizadas GALINHAS LULOPETISTAS que – como toda a GALINHA – têm um micro cérebro e adoram tomar no fiofó, para – masoquistamente felizes – saírem a cacarejar, cantando em alto som, mentirosos elogios ao seu estuprador-mor – o LULADRÃO.

    Repito:

    Deem um tempo pro “homi” que – apesar da oposição permanente e feroz da mídia prostituída, dos “mamadores” do Congresso e dos “urubus-togados” do Supremo Tribunal da Fraude (STF) – vem fazendo, “aos trancos e barrancos”, um bom governo, SEM CORRUPÇÃO – fato inédito e inaudito nos anteriores!!!

    E, após, então, agir e/ou reagir, bem ou mal, conforme o resultado!!!

    • Sancho, um leitor voraz desde os 7 anos de idade (Sancho lê de bulas de remédio a tratados sobre o nada e sobre o tudo) tem cátedra para afirmar que Adail Augusto Agostini é o melhor texto existente no jbf (que me perdoem os magistrais colunistas e comentaristas aqui existentes, mas a verdade tem que ser dita, doa em quem doer ).

      Que os demais se rendam à maestria do texto adaílico ou que chorem as pitangas com o papa Francisco (a quem o Sancho não curte e muito menos presta vênias. E olha que Sancho é católico).

      Caríssimo,

      Vou imprimir seu comentário, plastificar e colocar na porta de minha geladeira para sempre que for pegar minha cerveja favorita (não direi a marca para não fazer merchandising gratuito), poder dar boas risadas dos que ficaram muito “putos” com o que escrevestes…

      Abraço Sanchiano e ótimo domingo para todos nós.

        • O Agostini pede que se dê um tempo ao Kássio “Kola e Kopia” tempo é o que não faltará para ele, vinte e sete anos com a bunda pregada na cadeira do STF. Um grande presente de grego e uma bomba de retardo. Quem viver verá as cagados do recheador de curriculum.

      • Pôôô!

        Obrigado! ありがとう ¡Gracias! شكرا Grazie! 谢谢 ! Merci ! Ευχαριστώ! Thank you! תודה
        Danke! Спасибо! Tack! धन्यवाद Asante ! 고맙습니다! Cám ơn! நன்றி Dziękuję! 多謝!Eskerrik asko! շնորհակալություն Hvala! Благодарам! Terima kasih! አመሰግናለው Salamat! থ্যাংকয়ু! Gràcies! ขอบคุณ Teşekkür ederim! Дякую ! Köszönöm ! ..

    • Vou dar um tempo pro homi ( seria o Lula ? ) que vai se filiar ao PP , do Ciro Gomes , e que segundo o teu cérebro não punheteiro e de milhares de neurônios , vai fazer o dono do partido se tornar um santo e não roubar , tal qual Lula prometeu .
      A oposição da mídia vai acabar . As propagandas na Globo se intensificam . Já o citaram ontem no Esporte Espetacular , como o cara que vai buscar uma solução diplomática de um brasileiro preso na Rússia .
      Volto a escrever . Se Roberto Jeferson não tivesse gritado : Saí daí Zé Dirceu , existiria o mensalão ?

  5. Eu discordo do nobre colunista em relação à indicação do impoluto dr. Kássio como futuro membro (êpa) do “aaaaargh” stf ( em minúsculo mesmo).
    Lembre-se de uma coisa, nobre colunista, esse futuro membro (êpa de novo) indicado tomou tubaína com o porra louca que administra esse puteiro. Assim sendo, ele terá todas as prerrogativas necessárias para OBRAR as decisões, que forem bem pagas, evidentemente, pois estará acobertado pelos idiotas da esquerda, e especialmente pelos da direita.
    Aguarde que, daqui a pouco, o ceguinho teimoso da extrema direita contestará todo seu texto parágrafo por parágrafo e terá seus cavaleiros andantes a defendê-lo.

  6. O texto do Guzzo , fala da sua indignação e a falta de contestação ao indicado , e o que se lê nos comentários é uma defesa intransigente do ato do presidente e quem é contra é mais um opositor idiota . Não interessa se o cara copiou uma dissertação de um amigo ( segundo Guzzo , os erros de português inclusive ) ; não interessa se ele não conhece as leis , a única coisa que importa , é que é prerrogativa do presidente e ele faz o que quiser , mesmo que afronte as suas promessas de campanha e que contrarie o que cansou de falar abertamente .

  7. Só mais uma informação para aqueles que acham que a rede Globo continuará perseguindo Bolsonaro , depois que as estatais do governo voltaram a fazer propaganda nela .
    Bial entrevista a ministra da agricultura .

Deixe uma resposta