SANCHO PANZA - LAS BIENAVENTURANZAS

«Invento-te, invento-nos. / Ponho nisso o cuidado / com que é costume observarem-se / as entranhas dos vermes e as evoluções / dos discos voadores. / Mas é preciso, amor, que compreendas / a minha e a tua solidão. / É preciso que saibas / adivinhar o tempo das lágrimas / e fugir antes que te alcance» (Sobras Completas – José Manuel Simões, Editora Abysmo, p. 51).

«El cielo está más cerca que nunca. Mirar al cielo y verlo lleno de estrellas de todos los tamaños en medio a una hermosa y bien definida Vía Láctea.» Dilda Rosbiff

A vida em um planeta tão distante pode não ser notícia que importe a quem leia estes arabescos… Nascera em Portugal; ainda criança mudara-se para o Brasil voando agarrada a uma bola, que cruzara o Atlântico em um chutaço desferido por Euzébio (o Cristiano Ronaldo de antigamente) no “golo” do título da Champions League do Sport Lisboa e Benfica.

Tão forte chute, passou pela “mão de aranha” do guarda-metas, indo cair a bola e a velha, ainda “jovencita”, na sede do “Petêlho em São Ferrado do Cano”, nas mãos de um tal Luis Vinácio. Foi amor à primeira vista (“tinha sido amor à primeira vista, à última vista, às vistas de todo o sempre.” Lolita – Vladimir Nabokov).

A velha portuguesa, professora da “Última flor do Lácio, inculta e bela”, segundo Bilac, especializara-se em aposiopese, cleuasmo, hipotipose e paralipse, agora cidadã plutoniana, que só veste vermelho e não liga grande coisa aos noticiários que vinham do Brasil.

Seu mundo restringe-se ao que acontece no pequeno apartamento, refugiada política que é, asilada está enquanto vigorar a ditadura bolsoringalística (tudo se confirmou na cabecinha dela quando Santos Cruz disse: Governo Bolsonaro virou um “PT verde-amarelo” que teria instaurado o “comunismo de direita no Brasil”).

Decidira ela que diante de um governo ditatorial, de merda e incapaz, sempre é hora de “dar uma cambalhota”, sem “fazer um bico” sequer. ♫ ♬ ♩ Roda, roda e vira, solta a roda e vem / Neste raio de suruba, já me passaram a mão na bunda / E ainda não comi ninguém! ♫ ♬ ♩ (saudade infinita, Mamonas!!!).

Sin labios los dientes pasan muy frio… Reclama de não receber notícias dos amigos petistas. Recorro aos árabes: “se tens um amigo, visita-o amiúde, pois as ervas e espinheiros crescem por caminhos onde ninguém passa”(nem o Goiano, sempre cheio de nove horas, da “malta” vermelha, telefona mais).

Reclama da solidão («Deus fez-nos à imagem da sua solidão.» Vergílio Ferreira, Até ao Fim, p. 257, Ed. Bertrand, 1987), pois só o Sancho a visita, trazendo notícias do “mundo lá fora” (assoviemos música de Elis: ♫ ♬ ♩ mande notícias do mundo de lá. Diz quem fica. Me dê um abraço, venha me apertar. Tô chegando. Coisa que gosto é poder partir. Sem ter planos…♫ ♬ ♩).

“Notícia” para ela, nesses anos de falhanço bolsonarístico, era o que se passava em Plutão e ainda mais o que ocorria na sua localidade, na sua vizinhança, na “passadeira de peão” que a leva até à padaria (o “cacete” quentinho é muito melhor).

Por isso sempre liga ao padeiro, a quem presenteara com coleção completa dos catecismos de Carlos Zéfiro, a perguntar quando sai a próxima fornada. Vai, ainda, ao mercadinho a comprar bacalhau, of course. Pense rápido e cite, caríssimo leitor, um grave erro de português, um daqueles que te incomoda, te deixa puto: Que tal “pouco bacalhau português no bolinho”…

De seus tempos em Portugal recorda-se com carinho da Feira da Foda que acontece no primeiro semestre do ano no extremo norte de Portugal, já fronteira com a Espanha, na aldeia de Pias, em Monção, onde nunca deixava de comprar para os amigos o Licor de Merda (licor criado em 1974, original de Cantanhede).

Mas (perigoso mas), o que mais recorda com saudade é da Dança dos Cus, atração anual durante o Carnaval de Cabanas de Viriato, perto da cidade de Viseu. Falando em cus…O Covid-19 atravessou mais fronteiras do que vocês imaginam e já está instalado em Plutão. Como os cientistas plutonianos são os melhores do universo, já desevolvolveram a vacina e ela irá hoje tomar “pica no cu”, pois era do grupo de risco.

Falávamos na “besta” que comanda o país. Besta pra lá, besta pra cá e Dilda Rosbiff lembrou-se do melhor livro que havia lido em sua QUASE centenária existência e “perscrutou o escuro recanto do universo” de sua mente para recordar título e autor. Não obteve êxito, pois a memória já não é a mesma. Sancho a auxilia: “Recém-acordada do sono secular, a Besta Fubana revirou os olhos numa preguiça de mulher acabada de ser comida. E, nesse revirar de olhos, perscrutou o escuro recanto do universo que tinha escolhido para dormir.” (Luiz Berto, O Romance da Besta Fubana – Belo Horizonte: Itatiaia, 1984, p. 232-233).

Quando via imagens de violência, de um desastre ou de um evento trágico, perguntava de imediato: “é cá ou é lá no Brasil?”. Quando sabia que “era lá no Brasil” fazia ar de alívio e saía-lhe um “ah é lá fora. Maldito Bolsoringa!!!. A história não absolve-lo-á!”.

Ficara muito feliz quando, em 1930, descobrira através do astrônomo Clyde Tombaugh, a existência de Plutão, na região denominada Cinturão de Kuiper, que abriga milhões de corpos celestes gelados, com distâncias do Sol que variam entre 4,5 bilhões a 7,5 bilhões de quilômetros. Essa distância para o Sol faz com que nossa amiga sinta bastante frio durante todo o ano (bendito aquecedor que sua irmã, Zilma Rosbiff mandara).

Durante décadas, Plutão foi considerado um planeta do sistema solar. Contudo, foi só ela comprar seu apartamento no simpático planeta, pelo programa “minha casa, minha vida”, que a União Astrobôlica Internacional, lotada de esbirros do parvo BolsoNERO, classificou esse corpo celeste como um dos três planetas anões: Ceres, Eris e Plutão. Essa decisão foi motivada, acredita ela, porque “pentelho seco de velha”, não a quer feliz e tomou tal decisão porque iria desvalorizar consideravelmente seu imóvel.

Em 12 de abril de 1961, o soviético (CCCP) Yuri Gagárin tornou-se o primeiro homem a viajar no espaço, no voo orbital da nave Vostok 1. A distância da Terra para Plutão é muito grande, só sendo possível nossa amiga lá chegar, porque entrou nesta coluna do “abiscoitado” Sancho.

Prometera, em 2018, que se o gajo encarnado perdesse o segundo turno para Bolsonaro nas eleições, iria embora. Muitos prometeram o mesmo (um chorrilho de baboseiras, que agora não mais interessa.), mas ela, Dilda Rosbiff era mulher de palavra. Tu não tens “lata” para isto diziam as amigas. Dissera a elas certa feita: “Não sofro de amnésia e não guardo rancor, guardo nomes, QUERIDAS”.

Está Dilda a “querer sol na eira e chuva no nabal”…Todas as agências de viagem recusaram sua milionária oferta. Entrara no “rabo de várias bichas”, em casas lotéricas pensando no prêmio da megasena para a viagem espacial, colocara anúncio no jornal e sua amiga, a Tia do Zap (porra, Berto! por onde andará a Tia do Zap, Sonia Regina e o Nikolai Hel, que sumiram de nosso jbf? Que saudade de Artemísia…), dissera que seu sobrinho favorito tinha a “manha”, apresentando-lhe nosso anti-herói, dizendo: “Sancho tem pancada na mola, só pode”.

A prudência, que é a mãe da porcelana chinesa, aconselhava não tentar a sorte (ou azar) em tão distante sítio… Palavras loucas, ouvidos moucos e mergulhou na aventura. Aí foi um pulo, um pulo dentro desta coluna e lá estava a primeira petista que saíra do mundo da lua e fora parar em Plutão (seu sonho sempre fora morar na propaganda do PT. Não se pode ter tudo, sempre repetia).

Amava ao petista Sancho com um sentimento entre maternal e agradecida; preparara uma “punheta” para o gajo na primeira visita que ele lhe fizera no novo planeta. Estava deliciosa, dissera ele se perguntando onde a velhota havia conseguido o bacalhau para providenciar tal iguaria. Não perguntara e ela não fizera menção de dar maiores detalhes da “punheta” e cá estava ela, com seu telescópio a não ter como “descalçar esta bota”.

A mim nem aquenta nem arrefenta. O “rabo é o pior de esfolar” garante nossa centenária amiga, que só retornará ao Brasil quando Lula voltar à presidência, segundo ela, em janeiro de 2027 (“Falhar outra vez. Falhar melhor.” Samuel Beckett). Antenada nas coisas da política diz que torcerá no dia 29 (segundo turno das municipais 2020) por Guilherme (Sampa), Manu (POA) e Marília (Recife). Depois da vitória lulística irá parar com a coisas da política, pois já está a meter tudo no mesmo saco, confundindo alhos com bugalhos.

Enquanto aguarda a volta ao “lar”, acompanha as coisas do Brasil através do Jornal da Besta Fubana, único veículo de comunicação que consegue chegar até Plutão. Rindo, disse a Sancho que tem fé em Deus que será no Brasil que irá dar o “peido mestre” («A mim não me faz medo o pó que hei-de ser; faz-me medo o que há-de ser o pó.» Padre António Vieira – Sermões, II, 185). “Porreiro”, não!?

PS 10: Football Legends – Edson e Jair batendo um bolão – Pelé mandou uma camisa do mítico Santos Futebol Clube para Bolsoringa. Versos de Pessoa: Senta-te ao sol. / Abdica / E sê rei de ti próprio. O melhor jogador de todos os tempos autografou, para o melhor presidente de todos os tempos, a camisa com estes dizeres: “Ao presidente Bolsonaro com abraço do Pelé”.

PS 13: ¡Todo lo que sabemos hasta el momento! O governo brasileiro informou que se reuniu com 5 laboratórios que desenvolvem vacinas contra o vírus chinês. Foram recebidos representantes de Pfizer (EUA), Janssen (Bélgica), Bharat Biotech (Índia), RDIF (Fundo Russo de Investimento Direto) e Moderna (EUA).

PS 51: Parabéns de Sancho à Rede TV. Rodrigo Constantino é o novo contratado da Rede TV. E na ponta direita do jbf… Gente que dá show em forma de texto e imagem (uma pegada mais politizada): Ana Paula Henkel, Marcelo Bertoluci, Caio Copolla, Cláudio Lessa, Políbio Braga, Luiz Berto Filho, Percival Puggina, Augusto Nunes, Adônis Oliveira, Luis Ernesto Lacombe, Alexandre Garcia, Goiano Braga Horta, Guilherme Fiuza, Rodrigo Constantino, José Roberto Guzzo, Paula Marisa e Bárbara.

PS 69: “Goza, não há outra sabedoria; faz gozar o teu semelhante, não há outra virtude.” Étienne Pivert de Senancour. Tem gente que possui problemas com esse número…69, 69, 69… Que ano, minha gente fubânica esse de 69…Vocês, por acaso desconfiam quem foi a vencedora do concurso Miss Brasil 1969? Foi a feinha Vera Lúcia (Vera Lúcia Berndt Fischer. Verinha, te amo!!!), que hoje aniversaria… ♫ ♬ ♩ Happy birthday to you / Happy birthday to you♫ ♬ ♩ Sancho deseja Feliz Cumpleaños a Lee Jun-fan ou Bruce Lee (São Francisco, 27 de novembro de 1940), Johnny Allen Hendrix, ou James Marshall “Jimi” Hendrix ou Jimi Hendrix ( Seattle, 27 de novembro de 1942) e A Super Fêmea, a deusa, a talentosa atriz blumenauense Vera Lúcia Berndt Fischer ou Vera Fischer (Blumenau, “Capital da Cerveja”, 27 de novembro de 1951).

PS 171: Já estamos quase em 2021… Resoluções para o ano novo – igualdade de gênero… Unindo o útil ao agradável. Hora de as mulheres ficarem mais belas… Deixe-as mais bonitas…Coloque sua sogra e sua mulher na melhor academia de ginástica da cidade: um canteiro de obras.

PS 666: O Covid-19 matou os cinemas ou eles apenas estão agonizantes? Decretaram o fim dos cinemas ou ainda há fôlego para as grandes salas? Warner Bros anunció que Wonder Woman 1984 (dirigido por Patty Jenkins e roteirizado por Jenkins e Dave Callaham. O elenco é composto por Gal Gadot, Chris Pine, Kristen Wiig, Pedro Pascal, Ewen Bremner, Saïd Taghmaoui, Connie Nielsen, Robin Wright, Gabriella Wilde, Kristoffer Polaha, Amr Waked, Natasha Rothwell e Ravi Patel) se estrenará a la vez en cines y en la plataforma de streaming HBO Max. Esto ha hecho saltar las alarmas en Marvel Studios y podría usar lo mismo para Viuda Negra (Dirigido por Cate Shortland, com o roteiro de Eric Pearson escrito a partir de uma história de Jac Schaeffer e Ned Benson e com produção de Kevin Feige, o filme traz Scarlett Johansson, David Harbour, Rachel Weisz, Florence Pugh, O. T. Fagbenle, Ray Winstone e Oliver Richters) en Disney +.

PS 1000: É vezo antigo que perguntar não ofende… Boulos ou Covas? Paes ou Crivela, Arraes ou Campos? Você contrataria algum deles para trabalhar em sua empresa? Sancho gosta dos seis…

PS 1313: E essa é para o nosso Goy: O vinho mais esperado do ano chegou. Bolsonaro “il Mito”, um brinde ao Brasil! E, de taça na mão, ergo um brinde a Diego Armando Maradona: “A bola só foi bola quando a chutei” Diego Armando Maradona. Eu poderia passar horas escrevendo sobre Diego e não conseguiria escrever TUDO. O reverencio pela magistral perna esquerda e por sua paixão pelo futebol. Será sempre figura carimbada no top 10 dos maiores jogadores de futebol que o mundo já viu. Creio haver poucas pessoas que ao elencarem 10, o deixem de fora. Teria vaga em qualquer time do mundo que escolhesse jogar. “Futbolísticamente fue un genio”… Não o comparem a ninguém, pois os gênios são incomparáveis. Dijo Messi: “Nos deja pero no se va, porque el Diego es eterno”. Dijo Menotti: “Estoy hecho mierda por la muerte de Maradona”. Dijo Pelé: “Un día espero que podamos jugar con el balón juntos en el cielo”, ha dicho O’ Rei…

15 pensou em “NÃO FIQUE PUTIN, NEM PUTÃO; MORE EM PLUTÃO

    • Caríssima,

      Atacas o ponto mais fraco de um homem: a vaidade.

      Recorro a spender: “At first you did not love enough / And afterwards you loved too much / And you lacked the confidence to choose / And you have only yourself to blame”. Stephen Spender

      Abração de Sancho e um ótimo final de semana para todos nós.

  1. Maradona era craque dentro e fora dos campos.

    Na política também batia um bolão: era amigo íntimo de Fidel, Chavez, Maduro, Evo, Cristina e Lula, os grande do século XX.

    Manu e Boulos na cabeça domingo!!!!!! E Boulos virou em Sampa.

    • Vai dar zebra, Vermelhão? Uma vitória de Boulos enterraria pretensões de Dória de ser presidente? Pesquisa XP/Ipespe divulgada em 26/11, mostra Bruno Covas (PSDB), e Guilherme Boulos (PSol) tecnicamente empatados –no limite da margem de erro, com 48% e 41% das intenções de voto, respectivamente.

    • O “calcio” perdeu um gênio e seus feitos ficarão gravados na história da Società Sportiva Calcio Napoli.

      Todas as homenagens a Diego não serão suficientes para dar a dimensão do gigantesco craque com a bola sempre a seus pés.

      • Você não acha um tanto quanto exagerado o que pretende o técnico do Olympique de Marsella? André Villas-Boas, el director técnico del Olympique de Marsella quiere que la leyenda Maradona reciba un homenaje sin precedentes y propone retirar la camiseta con el número 10 en todas las competiciones y para todos los equipos.

  2. Li muita coisa sobre o que disseram sobre Diego Armando (milhares de frases). Destaco a que mais gostei: ” La última mentira que contamos de él (Maradona) es que murió, porque la verdad es que vivirá para siempre.” Diego Roman

    • Leia, Diego, fã do DIEGO: Os jornais esportivos o reverenciaram uma vez mais…

      “Diário AS” – Espanha – Diego que estás no céu…

      “Coriere dello Sport” – Itália: Adeus Diego Armando

      “Deportes Quatro” – Espanha: Morre Diego Maradona: “Obrigado por haver jogado futebol”

      “El Mundo Deportivo” – Espanha: Morre Diego Aramando Maradona

      “Four Four Two” – Inglaterra: Os 100 maiores jogadores do mundo: Diego o número 1

      “Jornal Record” – Portugal: Mundo despede-se de Maradona

      “L’Équipe” – França: Maradona e seus paraísos artificiais

      “La Gazzetta dello Sport” – Itália: Maradona: o futebol chora o maior de todos

      “Gazeta Sporturilor” – Romênia: Morreu Maradona: AD10S

      “O Jogo” – Portugal: RIP Diego

      “Sport” – Espanha: D10S já está no céu

      “Sport Bild” – Alemanha: Os gols que fizeram Maradona uma lenda

      “The Guardian” – Inglaterra: O superstar dolorosamente humano que encarnou a Argentina

      “Tuttosport” – Itália: Adeus Maradona: o mundo chora o gênio do futebol

      “Daily Star” – Inglaterra: Onde estava o VAR quando mais precisámos dele?

      “The Sun” – Inglaterra: Nas mãos de Deus

      “A Bola” – Portugal: Morreu Diego Aramando Marado (1960/2020)

  3. ¡Gracias por haber compartido con nosotros un trocito de tu enorme leyenda, ‘Capitán Pelusa’ (“Barrilete Cósmico”, “El Pibe de oro”, “El 10”, “Cebollita”, “D10S”, “Diegol” o “El Pelusa”)!

    • Sim, meu caro…

      O jovem menino do Argentino Juniors transformou-se em lenda.

      Seu futebol magistral eternizou-se em vídeos, crônicas e no boca a boca do povo argentino. Imortalizou-se, enfim…

  4. Cê gosta de boa notícia? Sancho tem: Arrecadação federal de outubro subiu pelo terceiro mês seguido, alcançando R$ 153,9 bilhões. Houve alta real (descontada a inflação) de 9,56% em relação ao mesmo mês do ano passado. No período acumulado do ano, o volume arrecadado está negativo. Alcançou o valor de R$ 1,18 trilhão, queda real de 9,45%. É o pior resultado para os primeiros 9 meses do ano desde 2010. Os números estão acima das projeções do mercado. Considerando valores atualizados pelo IPCA, o resultado de outubro foi o melhor para o mês desde 2016, quando a arrecadação foi de R$ 170,2 bilhões.

    Quer abrir um sorrisão? A bolsa pode ultrapassar os 120 mil pontos no início de 2021. Com 2021 sendo um ano de retomada forte no PIB, a Bolsa tende a acompanhar esse desempenho, principalmente se a retomada econômica for acompanhada de reformas e privatizações.

    Assim falou Caged… O Brasil sob o comando de Bolsonaro registrou em outubro a contratação líquida de 395 mil pessoas com carteira assinada. Foram 1,55 milhão de admissões contra 1,15 milhão de desligamentos no período. É o melhor resultado para o mês na série histórica, iniciada em 1992. Ou seja, em 28 anos.

    Grande notícia vinda do Posto Ypiranga… O ministro da Economia, Paulo Guedes, comemorou na 4ª feira (25) a aprovação da Lei de Falências pelo Senado. A proposta vai à sanção presidencial. Palavras de Paulo Guedes: “Nós estamos cicatrizando a economia mais rápido”. Disse, ainda:“É um momento de celebração, porque seguem as reformas, que estão sendo feitas em meio às eleições”.

    Meu irmão Globalildo não gostou… O presidente Jair Bolsonaro visitou, na quarta (25), a redação da CNN Brasil, localizada na Avenida Paulista, em São Paulo.

    Bolsoringa em ação – Desburrocratizando… Lançamento na quinta (26) dos Programas CODEX e SUPER BR e assinando 8º Revogaço.

    Meu amigo Icei não deixou por menos… o ICEI de novembro de 2020 demonstra que todos os 30 setores da indústria analisados na pesquisa seguem confiantes, segundo anunciou hoje a CNI. Além disso, o indicador de confiança subiu em 22 dos 30 setores.

    As transações correntes das contas externas tiveram superavit de US$ 1,5 bilhão em outubro. O valor representa o 6º resultado mensal com saldo positivo consecutivo –desde abril.

    O governo garantiu que a balança comercial registrou superávit de US$ 50,348 bilhões no acumulado deste ano até domingo. A informação foi divulgada na segunda-feira 23.

  5. E vamos de boa notícia?
    Cai índice de mortalidade infantil no Brasil.

    Expectativa de vida dos brasileiros aumenta 3 meses e chega a 76,6 anos
    Em média, mulheres vivem mais (será que seria um caso a se pensar e trocar de sexo?).

  6. A volta aos 110 mil pontos diários é mais uma notícia positiva para o mercado de ações do Brasil. A B3 tem registrado seguidos IPOs e batido recorde de investimentos estrangeiros. Assim, caminha para fechar o ano na casa dos 115 mil pontos — conforme projetou a consultoria XP no início de agosto. Os ricos fubânicos de olho no marcado de ações…

  7. E a coluna do Sancho, vem-que-vem e tá que tá.

    Política? Ficção? Economia? 7ª arte? Literatura? História? tem tudo isso e muito mais.

    Desta vez teve até astronomia!!!

    Mas tomo a liberdade de enveredar pela astronomia da fantasia e do lamento.

    VAI VER ELE ERA DE PLUTÃO:

    O Canhão da Vila, Pepe, sempre afirmou que ele foi o maior goleador da história do Santos Futebol Clube.
    Quando o questionam, dizendo ter sido Pelé o maior artilheiro, ele responde na bucha:
    “Aí não vale, Pelé não é deste mundo, é de outro planeta. Sempre mostrou que era um extraterrestre”.

    DIEGO – O ESPIÃO QUE VEIO DO FRIO – Este era um espião de outro planeta. Designado pelos deuses para procurar imitar Pelé. A nave, propositalmente, caiu na VILLA FIORITO, no município bonaerense de Lanús (os painéis falharam e errou o alvo: o trajeto do plano de vôo era a VILA BELMIRO), pois, nesta época, já com vinte anos, Pelé já não morava em três corações, mas, em Santos.
    Dessa forma, Diego tornou-se, nas palavras do escritor uruguaio Eduardo Galeano

    “O mais humano dos deuses”

Deixe uma resposta