ALEXANDRE GARCIA

Alexandre Garcia

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG)

O terremoto que mais uma vez foi sentido no Acre mostra a grandeza desse país e a sua presença geopolítica no continente sul-americano. Porque Tarauacá, onde foi mais sentido – com 6,6 na escala Richter – está muito mais perto do Oceano Pacífico do que do Oceano Atlântico, que banha o Brasil.

Tarauacá está a uma hora de voo, ou talvez menos, da capital do Peru, Lima. E a quase quatro horas de voo da capital do Brasil, Brasília. Só pra gente sentir o tamanho. Esse terremoto já é uma repetição de outro que aconteceu lá em junho de 2022. Segundo o serviço sismológico dos Estados Unidos, o epicentro foi a 630 quilômetros de profundidade. Não teve vítimas, já que é um lugar mais rarefeito em população, mas fica o registro.

A gente costuma dizer que Brasil não tem terremoto, tem sim, tem inundações, como agora no Rio de Janeiro. Qualquer chuva não há serviço de escoamento de água suficiente, o Estado não cumpre a sua parte. Tudo que eu arrecado é por algum serviço que eu presto. E tudo que o governo arrecada é por algum serviço que ele presta. É pra gente pensar nisso pra cobrar do governo que está a nosso serviço. São os servidores do público que estão lá no governo.

* * *

Queimadas aumentaram 6%

Na mesma região, na Região Norte, as queimadas no ano passado aumentaram 6%. Significa mais 1 milhão de hectares queimados no ano passado, segundo o mapa Biomassa. No ano de 2022, foram 16,3 milhões de hectares atingidos. No ano de 2023, 17,3 milhões de hectares. E divertidíssimo que os grandes jornais parecem agir como assessoria de imprensa do governo. Justificam assim: “poderia ser pior se o governo não tivesse tomado providências”, o que é óbvio.

Os Yanomamis também, né? Poderia ser pior se o governo não tomasse providências. Culpam os garimpeiros, eu não entendo por quê. Yanomami tem doença de subnutrição. Quer dizer que, se Cabral não tivesse chegado, estariam todos mortos de fome? Eu não estou entendendo, porque estão levando cesta básica. A Força Aérea Brasileira está levando, vai levar 15 mil cestas básicas até o fim de março.

* * *

Pessoa que pariu?

Mas também tem coisa boa em jornal. Eu vi no Correio Brasilense que chegou uma sonda japonesa à Lua. Agora a Lua já teve americanos, os soviéticos, os chineses, os indianos e agora os japoneses. E o título, no Correio Brasilense, na primeira página, pra mim, genial: “O sol nascente está na Lua”.

Falando em palavras, parole, parole, parole. Olha essa campanha do puerpério no Ministério da Saúde. Em vez de falar em mãe, fala em pessoa que pariu. Quer dizer, o PQP agora tem outro significado. Pessoa que pariu. Quem inventou esse termo para substituir mãe provavelmente não tem mãe. Tem a pessoa que o pariu.

Já que a gente fala nessas coisas tristes, eu fico muito triste por terem os peritos confirmado aquele vídeo que aquele padre lá de São Paulo mandou para um adolescente de 16 anos, foi confirmado que é dele mesmo. É uma tristeza isso. Meu Deus do céu, espero que a igreja tome as devidas providências.

* * *

Pacheco em Zurique

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco falou lá em Zurique. Imagina só, ele tem que ir pra Zurique pra falar? Eu nem sei o que ele estava fazendo lá em Zurique. Estava num encontro para fazer discursos sobre o Brasil. Será que vai atrair investimento? O investimento caiu 40% no ano passado. A instabilidade jurídica, a insegurança jurídica que espanta investimento.

Não é o discurso que vai atrair investimento, mas ele disse que o governo vai retirar essa tal Medida Provisória que atenta contra o poder popular, representado pelo Congresso Nacional e que recém havia derrubado os vetos do presidente à prorrogação da desoneração da folha. No dia seguinte vem uma Medida Provisória contrariando tudo que foi decidido por uma maioria substancial de 438 congressistas.

Um comentário em “NÃO É DISCURSO QUE VAI ATRAIR INVESTIMENTO PARA O BRASIL

  1. Mãe:
    palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, renúncia a si própria, força e sabedoria. Ser mãe não é só dar à luz, e sim participar da vida dos seus frutos gerados ou criados.
    Obrigado por termos você. (Desconhecido)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *