ALEXANDRE GARCIA

Lei para o MST: na surdina, avança projeto que libera ocupações de imóveis

Líderes do Movimento Sem Terra criticaram ação da polícia de tirar invasores do local

Incrível o que aconteceu no município de Campinas, uma invasão do MST. O nome do lugar é Fazenda Santa Mariana. Eles invadiram a Fazenda Santa Mariana e a polícia foi lá.

Eles não só invadiram, como tocaram fogo na reserva legal da fazenda. Dois crimes, um contra o direito de propriedade e outro ambiental. Olha, o crime ambiental é mais grave, né? É incrível.

Chegando lá, a polícia os enxotou. E eu vejo a entrevista de um dos líderes da invasão dizendo que a polícia os tirou de lá arbitrariamente, se queixando da arbitrariedade que é a polícia, em um flagrante, agir para cessar o crime. Agora, também tem um crime contra o jornalismo.

Eu vi a notícia dizendo que a fazenda fica na cidade de Campinas. Eu disse, opa, Campinas tem uma fazenda dentro da cidade? Sabe que jornalista não sabe a diferença entre cidade e município?

O jornalista que não sabe, fique sabendo agora, que cidade é uma aglomeração urbana, como é uma vila. Município não, é uma pessoa jurídica do direito público, uma parte da federação. A federação tem a União, os estados e os municípios, que são as pessoas jurídicas do direito público.

Mas tem gente que não sabe. Um dia, discutindo com um colega na Globo, ele disse: “não, cidade e município são sinônimos”. Ok, está bem. Então, Altamira é a maior cidade do mundo, não é?

* * *

Proibição de cigarro eletrônico

Estou acompanhando essa questão da Anvisa proibir o tal cigarro eletrônico. Eu estou em Portugal e muita gente fuma cigarro eletrônico aqui. Aliás, muita gente fuma por aqui, mais do que no Brasil. O Brasil, felizmente, é um país com poucos fumantes.

Esse cigarro eletrônico, dizem as notícias, que tem aí dois milhões e meio de fumadores no Brasil. Aqui a gente vê na rua todo mundo fumando cigarro eletrônico, mesmo estando proibido.

Aí eu pesquisar, proibido por quê? Segundo a Anvisa, a causa principal é a nicotina, que é viciante. Eu disse, peraí, proíbe cigarro eletrônico por causa da nicotina? E o outro, cigarro? Cigarro tradicional não é proibido, não tem nicotina?

Quer dizer, eu não estou defendendo a liberação do cigarro eletrônico, não. Eu só estou querendo simetria, que seja análoga, que haja justiça.

Então se proíbe fumar e não justificar a proibição com a nicotina. Eu acho que é muito mais fácil fazer isso, porque onde é que se viu inalar fumaça em vez de ar? É isso que é. Se o sujeito botar fumaça no pulmão de propósito, não faz nenhum sentido.

* * *

Surto de dengue no Brasil, um escândalo

E por fim, já que eu falo em questões de saúde, o escândalo vergonhoso que é o Brasil ter, neste momento, quase 3,6 milhões casos de dengue, com a possibilidade de ter, neste momento, quase 4 mil mortes de dengue.

Tendo tido, no ano passado, 1,6 milhão de casos, isso não foi alerta suficiente para as autoridades sanitárias tomarem as medidas preventivas. Isso é um escândalo muito maior que o da Covid, porque Covid era uma novidade que ninguém sabia o que era. Ninguém sabia que tinha tratamento e que tem tratamento.

E aí teve gente até que disse que não podia tratar. Aí morreu muita gente com essa. história de não poder tratar. Mas era uma novidade, e se aproveitaram, fizeram campanha para assustar as pessoas, tiraram o partido político nisso, era uma novidade.

Mas a dengue não, ela nós conhecemos. Olha, eu estou em Portugal, teve dois mil casos de dengue em 2012 na Ilha da Madeira, que fica lá na costa da África, que é uma província autônoma portuguesa. Depois de 2012, nunca mais.

Aqui, em Portugal, zero caso. Tem mosquito também, mas está sob controle porque é possível prevenir. O que não se fez no Brasil. Um escândalo vergonhoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *