DEU NO JORNAL

Alexandre Garcia

De repente, um único homem decide que estão anulados todos os processos por corrupção do ex-presidente Lula, porque estavam na vara errada. Vale dizer, anuladas as condenações que haviam passado pelo tribunal revisor, o da Quarta Região, em Porto Alegre.

O PT deve estar exultando, porque já não precisa repetir o candidato que chamavam de poste. Agora o próprio Lula deixou de ser inelegível e já pode disputar a eleição presidencial do ano que vem, se ele quiser. A esquerda pode continuar fracionada, com Ciro e Boulos, ou juntar-se a Lula, criando uma frente para evitar a reeleição de Bolsonaro.

De certa forma, Fachin cria uma hora da verdade para Lula. Ele deixa de ser o impedido, o condenado, a vítima, para ser o beneficiado por um ministro escolhido por Dilma, ex-advogado do MST; suscita mais debate sobre o uso da Petrobras, já que o assunto se atualizou, mas, além de tudo, terá que enfrentar Bolsonaro, que já ocupou o lugar que era dele, Lula – uma espécie de esperança do povo, e que o povo chama de mito. Lula parece não ter como recusar o desafio que Fachin lhe joga no colo.

A nota de Fachin ainda carece de muitas explicações, sobre como julgou. Certamente não foi com provas ilícitas de escutas criminosas. Fico me perguntando se a 13ª Vara não era a apropriada, porque tudo continuou? Por que Lula foi preso? A Lava-Jato, símbolo da reação do país contra uma gigantesca corrupção institucionalizada, foi sendo desmontada e agora parece ter recebido o tiro de misericórdia.

Outros personagens da corrida presidencial devem estar desolados, como Sérgio Moro e João Doria. Mas sobretudo fico perguntando, curioso, sobre o que pensa a cidadão comum sobre isso, quando a decisão de um homem no Supremo se junta ao auge de uma pandemia que tira vidas, emprego e renda.

14 pensou em “MORTE DA LAVA JATO

  1. Engraçado mesmo é que, as “instituições” por onde o processo passou, foi apreciado, julgado, confirmada a sentença da condenação e, acrescente-se, até com aumento da dosimetria, ficam “caladas” como se nada tivessem com o que julgaram e aprovaram. Passam a ideia de que houve ou que há conluio com o errado – ou, na linguagem chula do brasileiro, “passam a ideia de que houve sacanagem”!

    • José, as leis brasileiras nunca foram feitas para promover a justiça. Sempre foram feitas para permitir jeitinhos e interpretações de acordo com as conveniências do momento.

  2. Nosso país hoje conta com apenas 2 poderes. Sim, isso mesmo. O poder judiciário, como vemos, e o poder da mídia militante. Outras figuras são acessórias, como os descarados federais de esquerda que acionam o judiciário, os “artistas”, que bem poderiam ser chamados de arteiros hoje e também quase a totalidade do noticiário. O antigo poder executivo hoje pode ser chamado de poder pagador. O poder resolvedor não atua, o povo está devidamente trancado em casa e o que restou de mídia independente está se acabando. Rezar para Deus é sempre um alívio, mas compreensivelmente está ocupado com afazeres mais urgentes. Então fazer o que? Mal dizer de “juízes”? Amaldiçoar a mídia companheira? Chamar o povo de inocente? Culpar o pagador? Ou os resolvedores? Artistas importantes nem levo em consideração, estão ocupados lacrando no BBB, nas redes sociais, enfim, entre outros afazeres, importantes, como tatuar o toba.
    Temos também toda a laia de enganadores estaduais, com seus decretos sobre tudo e sobre todos, apoiados pelos desocupados estaduais, esses uma desgraça anunciada.
    Farto disso tudo? Não. Enojado com toda essa fedentina? Claro que não. Talvez puto da vida? Não, que é isso. Acho que acostumei. Só achei curioso o vídeo do vitorioso, puxa vida, como ele estava emocionado, mal conseguia falar. Vida que tem que seguir.

    • Sérgio, boa noite. É mais ou menos por aí. E não podemos nos eximir de culpas por tudo que está posto e nos obrigando. E o que “não aprendemos”, estamos ensinando aos nossos filhos – que sequer sabem a qual sexo pertencem. Não corroboro com quem afirma que, “brasileiro não sabe votar”. Às vezes você vota no candidato “certo”, mas ele não se elege. E, se ele não se elegeu, não significa que você votou errado. Veja que o Senado realizou eleição para a mesa diretora antes da Câmara. E esse Senado já “escolheu” o presidente da CCJ. E a Câmara? Por que será? FINALMENTE: no dia 31 de março de 1964, eu tinha 21 anos e estava ingressando na universidade – a geração era outra. Tudo era diferente. Agora é a mais pura verdade que a maioria ingressa na universidade e lá vai só para fumar maconha, cheirar pó e dar o rabo. Quando conclui, sai com qualificação profissional e vai viver debaixo do guarda-chuvas de papai e mamãe. Eu sei o que fiz em 64, 65, 66 e 67. Não adiantou muita coisa. Infelizmente. Mas fiz o que pude, com a minha ideologia e com a minha rica pobreza material. E, como você mesmo escreveu, vida que tem que seguir! Que siga!

  3. O grande reporter Alexandre Garcia pergunta no seu excelente artigo o que
    pensa o cidadão brasileiro sobre esse filme pornográfico.

    Pensamos que os diretores estão exagerando e o filme está para causar muitas explosões e efeitos especiais. Como sempre, falo como crítico de cinema, a maior
    parte do público não tolera efeitos exagerados ou cenas pornográficas.
    Já imaginaram a cantora e atriz Carmen Miranda tirando a calcinha e
    expondo a perereca EXPLICITAMENTE, SEM CENSURA, COMO FEZ AGORA.
    É o que aconteceu, estão se expondo ao nú explicito, sem vergonha e sem mais
    esconder as suas intenção que é como sabemos, voltar ao poder e roubar
    o que restou do último governo Luladrãop / Dilma vaca estúpida.

    Agora o grande final : A farra ainda não acabou.
    Aposto com quem quizer que agora vão DAR UMA INDENIZAÇÃO DE ALGUNS MILHÕES AO LULADRÃO, pelos dias em que esteve preso.
    Calculo em aprx. 100 milhões.

    Não se surpreendam, antigamente na tv tinha um programa
    chamado ACREDITE SE QUISER.

    O povo não acreditou e se estrepou . Levou no furreco.
    PQP.

  4. Seja quem for o réu, a justiça não pode usar meios ilícitos para condená-lo.
    O Sérgio Pato de Curitiba, deve ser preso e pagar pelas empresas que ele quebrou enquanto buscava, a qualquer custo, condenar o melhor presidente que este país já teve.

  5. Pingback: O MELHOR PRESIDENTE QUE ESTE PAÍS JÁ TEVE!!! | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *