FRANCISCO ITAERÇO - MEUS RISCOS E RABISCOS

Eu tenho a impressão
Que a minha pressão
Quando nos beijamos
Aumenta alguns graus

Eu tenho a impressão
Que a minha pressão
Quando nos separamos
Ela volta ao normal

Eu tenho a impressão
Que se não fosse você
Nem havia pressão

Eu tenho a impressão
Com tanta oscilação
Ainda morrerei disso.

4 pensou em “MINHA PRESSÃO

    • faço minha as palavras do Berto, “fico ancho que só a porra com um comentário arretado feito esse”. Obrigado meu amigo. Um abraço.

      Itaerço
      Imperatriz-ma

  1. Parabéns pelo belo soneto “Minha Pressão”, prezado poeta Itaerço Bezerra! As coisas do amor sempre mexem com a pressão….Mas tudo vale a pena, quando se trata da felicidade…

    Grande abraço!

    Violante Pimentel Natal (RN)

  2. Minha querida amiga Violante Pimentel, você nem imagina como fiquei aliviado com esse seu comentário, quando você escreveu que: “As coisas do amor sempre mexem com a pressão”… rsrsrsrsrsrsrs. faltou só dizer se eu ainda vou morrer disso. Essa é minha maior preocupação. Obrigado minha amiga.

    Itaerço
    Imperatriz-ma

Deixe uma resposta