CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Prezado Editodos,

o Cabaré do Berto vai receber uma pessoa fantástica. Nascida no Rio Grande do Norte, radicada em Recife, Colly Holanda é o retrato da alegria incorporada.

Talentosa escritora com diversos livros didáticos publicados.

Geógrafa, trabalhou na Sudene por 30 anos e vai falar para os cabarelistas bertianos mais do O Pinto Pelado.

O encontro, mais pontual do relógio suiço, será das 19h30 às 20h30, nesta quarta-feira, 09/06.

Para participar basta clicar aqui.

Por favor, faça o fuxico por aí e que venham todos participar.

Abraços

R. Fuxico feito, meu caro amigo.

Teremos hoje mais um prazeroso encontro semanal reunindo a nossa buliçosa patota, presidido e comandado por você.

Isto graças ao seu talento como criador da plataforma onde o encontro das quartas-feiras se realiza.

Sete e meia da noite estaremos reunidos pra apreciar, ao vivo e a cores, a palestra da talentosa Colly Holanda, com a participação de fubânicos de todas as partes do Brasil

Até lá!!!

* * *

COLLY HOLANDA, Geógrafa, Escritora, Promotora Cultural e Intérprete. É associada à União Brasileira de Escritores – UBE; Rede de Associados Letras & Artes – LETRART; Academia Internacional de Literatura e Artes – AILA; Associação Literária e Artística de Mulheres Potiguares – ALAMP; Sócia correspondente da ALGV – Academia Literária de Goiás Velho; Academia Palmarense de Letras – APLE; Academia de Letras, Música e Artes de Salvador – ALMAS; Academia de Artes, Letras e Ciências de Olinda- AALCO; Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda – SPVO; Academie Luminescense de France; Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Portugal – NALAP. Participou da Oficina de Cordel de Madalena Castro. Seu primeiro livro publicado foi aos 70 anos “Reflexos da Memória“ , publicou 7 livros, infanto juvenil para os leitores do Ensino Fundamental. Participa de 21 Antologias com diversos escritores. Recebeu vários troféus, medalhas e Certificados pelo seu desempenho na Cultura Nordestina Brasileira. Ama escrever para os leitores mirins e seu maior orgulho é saber que alguns de seus livros estão nas Escolas Brasil afora.

6 pensou em “MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE

  1. Pergunta: se o papo desandar para a escrotagem, putaria e outros que tais, a renomada senhora tem algum problema quanto a isso?? Outra: se descambar pra alguma coisa da politicagem, a senhora em questão tem algum tipo de problema?? A pergunta é simples, porque nesse antro cabarelístico, nesse lugar de safadeza, devassidão e taradagem, é bom saber onde estamos pisando, quando há certos convidados.
    Quanto à limpeza do antro putístico, Bucetilde, Priquitôncia e Vaginleide já foram solicitadas para arrumar o antro bucetístico.

    • Desentenda bem!!! Voismicê não tem a mínima noção do que seja essa reunião cabarelística!!! Agora desveja bem, um homem santo, puro como eu, nesse antro; Porque desdigo sem medo de deserrar: Eu sou o mais dessensato e o mais destranquilo desse cabaré. Vá por mim, senhora Lucy!!! Não. Não tema pela senhora Colly. Sou um poço de dessantidade do qual você não tem noção!!!
      E essas expressões são comuns. Afinal de contas, o que a senhora esperava de um ambiente cabarezeiro??

  2. Maurício
    Infelizmente vou perder esse festival de não sei o que (segundo as desculhambação do Maurino), dado um compromisso familiar, familiar mesmo, que me está sendo imposto e do qual não posso fugir.
    Lamento.
    Tome uma por mim.
    Abraços

  3. De um modo geral, piadas, causos, duplo sentido até divertem, mas temas políticos a gente evita em respeito ao palestrante (que pode ter interesses diferentes) e aos presentes. Até o momento, não assisti nenhum momento onde a questão política foi abordada, aliás lembro apenas um e coincidência ou não um dos envolvidos deixou – para minha tristeza – de frequentar o cabaré. Vamos manter a linha no que tem sido feito. Tem um grupo de zap no qual quem tem interesse fala do que quer, mas quem está ali concorda com o que vem. Honestamente, eu entrego meu cargo de gerente caso o foco das reuniões seja modificado. Por favor, entendam minha posição, não quero polemizar. Estamos há quase um ano no ar e tem sido um divertimento fora do comum. Já tivemos pessoas notadamente de esquerda falando e não houve nenhum levante. Um abraço e vamos para o cabaré que Maurino já está chutando a porta.

Deixe uma resposta para maurinojunior Cancelar resposta