CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Excelentíssimo Editodos:

visando integrar colunistas e leitores dessa Gazeta Escrota, organizamos uma reunião denominada Jornal da Besta Fubana on line: uma sessão (ou será seção?) de fuxicos, sendo vossa senhoria convidado falar sobre cornos (causos, músicas, etc) sendo sua fala de, no máximo, 20 minutos para que possa se iniciar a sessão de fuxicos.

Os colunistas foram informados via e-mail e seria importante que eles confirmassem a participação clicando no “aceitar” do convite.

Para participar basta clicar aqui.

No e-mail está logo abaixo da expressão Entrar no google meet.

Os leitores poderão acessar esse link e, imediatamente, gera-se uma solicitação de participação.

Pode ser acessado via celular também bastando para isso baixar, gratuitamente, o aplicativo google meet.

A reunião será hoje, quinta feira (20/08), das 19h30 às 20h30.

Abraços

R. Quer dizer que estou escalado pra falar sobre cornos e seus chifres?

Vocês me dão cada tarefa escrota que só a porra.

Vôte!

Vou convidar todos os meus amigos que frequentam o Bar dos Cornos, no Mercado da Madalena, aqui no Recife.

E também os meus conterrâneos de Palmares, onde existe uma Rua dos Cornos no centro da cidade.

Bom, pelo que entendi o assunto não será apenas cornanças: vai valer tudo.

Desde atracação de navio até ensacamento de fumaça, passando por problemas sexuais como gozo frouxo e gala rala.

O importante é que não apenas os colunistas, mas também os nossos leitores poderão participar.

Recomendo a toda comunidade fubânica anotar pra não esquecer:

Hoje, quinta-feira, dia 20, às 7:30 da noite.

É só clicar no link que está aí em cima, na mensagem do colunista Maurício Assuero.

Aguardo todos vocês, leitores e colunistas.

Até lá!!!

16 pensou em “MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE

  1. Já que Berto falará sobre cornos, darei o pontapé inicial lembrando de Megan Fox, bela e sábia, que sempre disse: A mulher precisa de um motivo para trair, o homem precisa de uma mulher.

    Sancho é expert em cornice, pois 10 esposas tive, todas juramentadas em cartório e em minha idas e vindas pelas estradas da vida, surpreendi todas as 10 revirando os olhos em salutar prática da cópula com pica alheia… Já dizia o pai de Sancho: O homem é um ser tão dependente que até para ser corno precisa da ajuda da mulher.

  2. Berto, meu caro amigo. Essa incumbência pode ser ingrata ou prazerosa. Depende do ponto de vista. Ou será da testa? Vale aquela frase filosófica e de auto-ajuda. De domínio público. Que deve ter sido proferida por alguém com vasta experiência nos quesitos chifrísticos. ÊI-la aqui: “Chifre é uma questão de tempo, um dia você vai ter um”. Mais profética e acertiva…
    Não é verdade? Para todos os efeitos. Eu, em tempos remotíssimos, tomei as devidas precauções. Fui devidamente agraciado com chifres de rosca. Portanto, ao sair de casa é só desatarrachá-los e posso ir para qualquer lugar de cabeça erguida. Sem precisar usar chapéu, boné, etc. Desejo à todos os cornos, sabidos ou não. Que desfrutem bem do título nobiliárquico. Pois, se até os Reis carregaram suas galhas com nobreza e galhardia. Quem somos nós para discordarmos. Nao e mesmo? Boa sorte, Berto, na empreitada. Atrevo-me sugerir, quando essa reunião, frutificar e tornar-se um paralelo ao A.A. Poderia ser instituído um prêmio para o “corno destaque”. Sugestão: Uma estadia no Reino da Cornuália. Onde o eterno Príncipe Inglês tem um Palácio. Que tal? Saudações cornísticas para todos.

  3. Esqueci de ressaltar, com todo respeito e reverência ao eterno Príncipe Inglês. Que o mesmo é um “expert” e grande protagonista do assunto. Seu “Curriculum Cornu” é de dar inveja tanto aos experientes quanto aos iniciantes. O “the horn or cuckold” imperial. Foi chifrado pela mulher e pela amante. É imbatível, tem muito a ensinar. Viva as mulheres! Sem elas, essa reunião corno participativa não existiria.

    • Tudo muito bom, tudo muito bem, mas (interrogativo mas), a pergunta não respondida: estarás presente em nosso encontro de quinta? próxima quinta-feira, dia 20, às 7:30 da noite.

  4. Sim com todo prazer. Caro colega de leitura Fubânica. Não sei se você é o decano dos leitores Fubânicos. Com certeza podemos considerá-lo um decatlista no esporte e na arte da cornoteria. Pelo que você escreveu no seu primeiro comentário acima. Correto? É só eu me acertar com as teclas sugeridas pelo idealizador, organizador da sessão/seção ajuntadora de tantos cornos, colunistas e leitores do Jornal da Besta Fubana. Sr. Maurício Assuero. O mesmo, ainda elegeu com a devida honra o Orador-Mor do encontro. O diletíssimo Editor Luiz Berto Filho. Competência aí não falta. Transborda, pela cabeça genial do célebre Escritor. Hasta la vista! Cuernos de mi Brasil.

  5. Opa ….!!!!

    Eu também ……. Acho que vai ser o máximo ……..

    Voltando aos tempos de criança ………. Se divertindo e aprendendo …….

    P.S1: Como não sou um cara muito tecnológico não sei se vai dar certo a minha entrada no “Jornal da Besta Fubana on line”

    P.S2: Fiz tudo certinho ao “clicar aqui” pois até apareci no meu próprio computador………

    P.S3: Nem sabia que tinha um espião da besta fubana me filmando aqui na minha toca “cinquentena”

    • Uau…. !!!
      Ticket on line….. ??!!!!!

      Eita porra que to ficando tecnológico.

      Vou pra terra do meu pai, nao saindo da minha toca……

      Oxe..!!!!
      Ele nem ia acreditar nisso

  6. Mestre Assuero, se a memória não me falha, este sonho foi tema do colunista Rodrigo Buenaventura de Léon – LIVRE PENSADOR, que logo teve aprovação de uma boa parte do colunistas. Eu, inclusive.

    Já que o tema escolhido vai ser sobre sujeitos que andam “antenados”, mando duas modalidades:

    *CORNO 120 É o que vê a mulher fazendo 69 com outro, sai e vai ao boteco encher a cara tomando 51.

    *CORNO FOLIÃO – Aquele que leva chifre o ano inteiro e no carnaval sai fantasiado de Ricardão.

    Sabe aquela “lera” (nem se usa mais este termo) que o azarado dizia: parece que pisei em rastro de corno! E, de imediato o gaiato retrucava: então você andou em circulos, meu rapaz…

    Pois é… quando sai do escritório para cumprir o isolamento social imposto pela COVI 19, um pouco antes, o computador havia queimado a placa mãe. Ao descer a escada, meu celular caiu, quebrou e queimou o display.
    Em casa, meu notbook deu pau no Windows.

    Fui salvo por um amigo que me cedeu um notbook “véio” que estava encostado.

    Como diria algum filósofo do apocalipse ” calma, rapaz! nada que um bom suicídio não resolva”

    Vamos nos integrar, se conhecer, se divertir e aproveitar o evento, antes que surja alguem para nos acusar de “cornofóbicos” com a distinta classe e render algum processo. Possa ser que algum “Lulu boca de veludo” ou “Carme Miranda” nos enquadre em crime de cornofobia.
    Nunca se sabe, né? .

    Sugiro que algum fubânico mais versado em TI, possa gravar essa reunião para que podessamos ter uma cópia.

    Só sugestão. .

    • Não lhe falha a memória. Coloquei em prática a ideia de De Leon e fizemos um teste na última sexta feira. Convidei colunistas, porque somos poucos em relação aos leitores, e fizemos um bate papo legal. Eu, Berto, De Leon e Pança.
      Nossa proposta é dar continuidade toda semana com um colunista trazendo um tema.
      Quanta a gravação a própria plataforma grava, mas é necessário a autorização de TODOS os participantes por conta do uso de imagem e voz.
      Eu dou aulas usando essa plataforma e toda aula pergunto se pode gravar.

      • Sugere Sancho que se abram os trabalhos exatamente solicitando autorização de todos os participantes para tal gravação. Será interessante meus bisnetos saberem detalhes do hospício que Sancho frequentava. E serviria, inclusive, para estudos e teses no campo psiquiátrico.

Deixe uma resposta