MARCOS TONIZZA – SÃO PAULO-SP

Olá meu carosacrocabraexcelentíssimo Berto.

Na qualidade de fã do rock, acabei encontrando uma homenagem feita ao exército brasileiro justamente de onde menos se espera. Uma banda de Power Metal sueca.

A banda chamada Sabaton faz músicas usando como tema grandes batalhas da história mundial e fez uma música em homenagem a história de 3 soldados brasileiros na segunda guerra mundial.

Acho até que poucos brasileiros sabem da história de 3 soldados brasileiros que se isolaram do pelotão e foram encurralados numa missão de tomar a cidade de Montese na Itália.

Sem poder retornar, enfrentaram bravamente um batalhão inteiro alemão com mais de 100 homens.

Ao final, já sem munição, sucumbiram. Os soldados alemães ficaram admirados de que apenas 3 homens tivessem dado aquele trabalho todo para serem derrotados.

Um soldado fez o funeral para os três pracinhas brasileiros o que não era comum e uma cruz foi encontrada depois pelo exército brasileiro com os dizeres: “Drei brasilianische helden”:Três heróis brasileiros.

O vídeo com a música, a tradução da letra e uma encenação pode ser visto a seguir:

A música Smoking Snakes (Cobras fumantes) refere-se aos brasileiros e ao grito de guerra dos pracinhas que era “A cobra vai fumar”, com direito inclusive a um refrão em português.

Pesquisando no Youtube vi inclusive bandas do exército brasileiro tocando recentemente essa música.

Foi interessante ver uma banda militar tocando Power Metal, com direito a solo de guitarra e tudo.

Mais de 25 mil brasileiros lutaram na Itália, executando a tarefa de retomar o controle de Turin, Montese e Monte Castelo, capturando 14 mil soldados inimigos e tendo mais de 400 baixas.

Abraço

R. Meu caro, a propósito desta sua mensagem e dos vídeos nela contidos, sugiro que dê uma passada numa postagem que fiz aqui no JBF em março de 2019, intitulada “O Horror e o Lirismo da Guerra“.

Convoco não apenas você, mas também todos os nossos leitores para passar por lá.

Para acessar, basta clicar aqui.

Neste mês de setembro de 2020, já fazem 76 anos que aconteceram os fatos narrados em sua mensagem.

Pracinhas brasileiros na Itália; foto tirada no dia 15 de setembro de 1944

5 pensou em “MARCOS TONIZZA – SÃO PAULO-SP

  1. Muito bonitas a História e a música, que vem de artistas suecos em homenagem a verdadeiros três heróis brasileiros da FEB.

    Os três, como diz a música, preferiram lutar a fugir.

    Hoje nós temos no nosso panteão, nomes como os de Brizola (dizem que fugiu do país vestido de mulher), Arraes, Ulisses Guimarães, Tancredo, dentre alguns outros que sequer derramaram uma gota de sangue pela pátria.

    E o nome destes três, onde estará. Se os inimigos lhe renderam homenagens, nosso país agora, com um governo patriota, ira resgatar estas histórias.

    Para eles as minhas humildes palavras de agradecimento e orações.

  2. Coisa que anda acontecendo na mídia . . .

    Depois o Estadão quebra vão dizer que foi o Mito!

    Veja o vídeo e tire suas conclusões . . .

  3. BENDITOS e LOUVADOS SEMPRE sejam os ATOS e HEROÍSMO dos nossos PRACINHAS.

    Esses – NOSSOS VERDADEIROS HERÓIS – são tão IGNOMINIOSAMENTE ESQUECIDOS, graças às atitudes (totalmente criminosas e sempre presentes!!!) na mídia, na educação e no ensino, também, totalmente nas mãos imundas da impatriótica, prostituída e submissa canhota sem fronteiras.

    Enquanto nas cidades e aldeias italianas – onde a FEB atuou – todos os anos, são feitas belíssimas homenagens aos feitos heroicos dos nossos pracinhas, quando, inclusive, o Hino da FEB é entoado – quase sem sotaque – pelos estudantes de todas as idades, a agitar a bandeira brasileira, aqui faz-se o quê???

    NADA, a não ser – tímidas manifestações – no interior das sedes militares, é lembrado.

    A bem da verdade, graças, agora, ao governo do Bolsonaro, é que os remanescentes – quase ou até centenários PRACINHAS – têm sido homenageados.

    Afora isso, ninguém mais – e em lugar nenhum – se lembra deles e de seus heroicos feitos.

    VERGONHA TOTAL E IMPERDOÁVEL!!!

  4. Mais um dos “grandes feitos” de comunistas.
    Fazer a população esquecer e odiar seus Heróis.
    Aqui no nosso País, eles foram primorosos nesse intento. Cumpliciados com a mídia podre durante décadas.

    Além da “banda metálica” que fez essa homenagem e mais diversas outras realizadas por outros Países em agradecimento e reconhecimento aos nossos Heróis Pracinhas da FEB.

    Uma grandiosa e inesquecível. Foi, essa singela e tocante saudação e tributo (70 anos depois) pelas crianças de Montese, Itália. Ao cantarem o Hino do Expedicionário, em Português.
    É emocionante demais.

    O que temos aqui? Resultado dessa ignomínia, hedionda, covarde e pútrida ditadura da esquerda. Alunos de todos os níveis escolares. Não sabem nem cantar o Hino Nacional. Que inclusive foi abolido por esses crápulas.

    Precisamos virar essas páginas manchadas de desonras, traições, indignidades e falta de caráter da nossa História.

    Deus, Pátria e Família!

Deixe uma resposta