CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Nobre Editor,

Ontem, sexta-feira, Bolsonaro fez uma parada imprevista, totalmente inesperada, no interior do Maranhão.

Mandou o helicóptero descer na pequena cidade de La Rocque e veja só o que aconteceu.

Nas imagens só aparecem robôs e muita gente que ganhou um cachê de mortadela pra gritar “Mito, Mito”. 

E isto acontece em qualquer recanto do interior desse seu nordeste, nobre editor.

Uma coisa absurda mesmo, mesmo, mesmo.

Veja:

4 pensou em “MARCELA DE LUCA – ANDRADINA-SP

  1. Segundo um comentarista aqui do JBF, Bolsonaro só vai onde tem partidários militantes e segue com muitos seguranças.

    Dá para ver nas imagens, que foi um local previamente escolhido (SQN) e o tanto de seguranças que estava ao seu lado.

    No começo não havia ninguém e depois juntou uma multidão, razão pela qual o Governo do Estado do Maranhão, zeloso que é com a saúde de sua população e sem ter nada a ver que o governador é do Partido Comunista, já tratou de dar uma multa ao infrator.

    Com certeza se morrer alguém do outro lado do estado do MA, que é muito pequeno, já sabem de quem será a culpa.

  2. Joao Francisco o sapo cururú, comunista que desgoverna o Maranhão, não se conformou em ver a popularidade do Presidente em Senador La roque que ele considera um seu curral eleitoral, visto que o referido municipio, antigo povoado de mucuíba, e que foi desmembrado de João Lisbõa, cidade onde Salvio Dino pai do mesmo foi prefeito, acho que considerou um afronta, onde já se viu? E ai radicalizou com essa história dessa multa ridicula, agora discordando um pouco do amigo, o Maranhão não é um estado pequeno não, pequeno só em desenvolvimento, progresso, por conta das gestões que sempre teve. Se retirarmos o Estado do Minas, toda a região sudeste cabe dentro do território maranhense, e ainda sobra alguma coisa.

    • Caro Aroeira, desculpe este comentarista.

      Quando coloquei o MA como um pequeno estado quis fazer uma ironia, mas não consegui ser claro o suficiente.

      Eu sei do tamanho do MA e sua capacidade de desenvolvimento. É o único estado do NE onde a Amazônia alcança e que a seca não é tão severa assim. Pode se tornar fácil uma potência agrícola.

      O MA tem um potencial exportador muito grande em relação ao Sudeste, pois está pelo menos 3 mil KM mais perto dos EUA e UE, sendo que se usar o canal do panamá então, pode chegar ao Oriente com uns 10 mil km de vantagem em relação a nós aqui do sul.

      O que falta, então ao MA? É se livrar dos velhos políticos que nunca deixaram o estado seguir sua vocação.

      Um grande abraço

Deixe uma resposta para velho Aroeira Cancelar resposta