MARATONA PALMARENSE

Ontem, quinta-feira, passei o dia em Palmares.

Foi um dia cheio e movimentado.

Visita à Casa da Cultura, onde existe um arquivo dedicado aos meus livros. E também visita ao histórico Cinema Apolo.

Dei três entrevistas em diferentes estúdios, com muita conversa mole e remeximento de lembranças.

Fiquei muito feliz mesmo com a tietagem do público jovem, uma coisa que me surpreendeu demais. Não sabia que a meninada já estava curtindo bestagens.

O dia foi coroado com uma palestra que fiz no Rotary Club local, a elite da terra reunida na sua sede pra ouvir conversa fiada.

Ô povo pra gostar de besteiras!!!

Falei pra mais de uma hora e respondi muitas perguntas.

E, pra completar o dia, fizemos uma farra arretada no Bar Japaranduba, com um monte de amigos enchendo a cara de cerveja e de aguardante, tirando gosto com camarão, declamando poesias, falando da vida alheia, contando histórias dos velhos tempos e fazendo fuxicos.

E eu só tomando água mineral e enchendo a boca d’água ao espiar cada uma das lapadas que meus amigos bebiam…

Fui pro hotel depois da meia-noite e, hoje pela manhã, já estava de volta ao Recife.

Uma maratona bem puxada.

Oportunamente publicarei alguns vídeos desse desmantelo.

Deixe uma resposta