8 pensou em “LULU

  1. Pois é Peninha …. você sempre consegue …….

    Com esta música, ( e tradução simultanea naquela época – rsrsrsrsr), fizemos uma homenagem a nossa professora de matemática, com quem aprendi a raciocinar, na formatura do antigo Científico……

    Uma lembrança inesquecível daqueles tempos, de final de adolescência e entrada na vida adulta, e como já disse alguém….;

    O primeiro dia do resto de nossas vidas …..

    Pena que nossa imaturidade não foi capaz de valorizar estes tempos e só muito depois que o perdemos foi possível entender e acalentar estes “bons tempos” ……..

    Obrigado novamente por acionar o clique para essas lembranças de uma época deliciosa…..

  2. Peninha, agora, botou pra lascar na velharada todinha do JBF.

    Esse filme foi um dos que mais marcaram a minha adolescência! E essa música, meu Deus do céu, me deixa entalado de emoção.

    Só sabe o que é isso quem foi professor a vida toda.

    Grande abraço e muito obrigado.

  3. Caralho, Peninha,
    Agora foi phodda! Sancho perdeu até o caminho de casa. Estava na rua dando uma caminhada quando acessei o JBF e como faço sempre, fui até sua coluna para ouvir música da boa, o que faço sempre que estou caminhando. Hoje você se superou. A emoção foi grande. Tirei a máscara para enxugar os óculos, que ficaram embaçados e aí surgiu a polícia do Dória me enquadrando por estar sem máscara. Larguei a bengala e saí correndo. Consegui fugir da polícia do Dória, mas (esbaforido mas), ainda não recobrei o fôlego .

Deixe uma resposta para Jesus de Ritinha de Miúdo Cancelar resposta