3 pensou em “LIBERDADE CERCEADA EM FERNANDO DE NORONHA

  1. E OS AUTOPROCLAMADOS RATOS-DE-LABORATÓRIO – BARULHENTA, MASOQUISTA E HISTERICAMENTE (AOS GRITOS, BERROS E GUINCHOS), EXIGINDO E ANTEGOZANDO “OS SEUS DIREITOS” A MAIS UM ORGASMO VACINAL:

    “NÃO ME IMPORTA SE EU NÃO FICO – NEM UM POUCO – IMUNIZADO;
    NÃO ME IMPORTA, SE “PICADO” EU “PEGUE” – E TRANSMITA – A PESTE XINGLING;
    NÃO ME IMPORTA SE ATÉ VENHA A MORRER POR PROBLEMAS CARDÍACOS;
    E NÃO IMPORTA SE EU E/OU MEUS DESCENDENTES – POR ALTERAÇÕES GENÉTICAS VACINAIS – VIERMOS A DESENVOLVER EFEITOS IRREVERSÍVEIS, DESDE A DOENÇAS AUTOIMUNES A MONSTRUOSIDADES, COMO ACONTECEU COM A TALIDOMIDA (EM 1957);

    EU QUERO, PORQUE QUERO, A MINHA 4ª PICADINHA BÁSICA!!!”.

    E VÃO CONTINUAR ASSIM AGINDO – SE AINDA, NATURALMENTE, ESTIVEREM VIVOS!!! – QUANDO VIER A 5ª (A 6ª, A 7ª, A 8ª, A 9ª, A 10ª, … A Nª DOSE).

    PARA ALEGRIA INFINITA DOS VIGARISTAS LABORATORIAIS QUE CONTINUARÃO – SEM ESFORÇO NENHUM E, TAMPOUCO, RESPONSABILIDADE NENHUMA!!! – A GANHAR BILHÕES E BILHÕES DE DÓLARES COM SUAS EXPERIÊNCIAS MACABRAS.

    MAS O QUE SERIA DOS “VIVOS” SE NÃO HOUVESSE OS “OTÁRIOS?!?!?”.

    QUE FICAM A REPETIR, QUAL PAPAGAIOS TREINADOS:

    “AH, SE NÃO FOSSEM AS “VACINAS”, PATATI, PATATÁ…”

    QUANDO O DECLÍNEO DESSA EPIDEMIA – COMO O QUE ACONTECE COM QUALQUER OUTRA!!! – DEVE-SE AO “EFEITO-REBANHO”.

    ISTO É, AO FATO DE QUE AO ATINGIR O SEU MÁXIMO, A CURVA DE INFESTAÇÕES COMEÇA, NATURALMENTE, A DECAIR – ATÉ UM MÍNIMO DOS MÍNIMOS – PELA IMUNIZAÇÃO NORMAL DAS POPULAÇÕES ENVOLVIDAS.

    É SÓ VER A HISTÓRIA HUMANA, COMO, POR EXEMPLOS, A “PESTE NEGRA” MEDIEVAL A “GRIPE ESPANHOLA”, QUANDO A MEDICINA NÃO TINHA, ABSOLUTAMENTE, NENHUM MÉTODO DEFENSIVO, MUITO MENOS VACINAS, COMO HOJE.

    NUNCA FUI, NÃO SOU E NUNCA SEREI CONTRA VACINAS, DESDE DE QUE SEJAM, FUNCIONAL E EFETIVAMENTE, EFICAZES.

    O QUE NÃO É, NÃO FOI E NUNCA SERÁ COM AS EMPULHAÇÕES EXPERIMENTAIS DAS, ATUALMENTE, ASSIM APELIDADAS E QUE – PARA PIORAR – NÃO SE SABE QUAIS OS SEUS EFEITOS COLARATERAIS, E ATÉ GENÉTCOS, ADVINDOS, E QUE SÓ O TEMPO DIRÁ???

    E AINDA QUEREM COMETER O CRIME HEDIONDO DE OBRIGAR A INOCULÁ-LAS NOS NOSSOS FILHOS, OU SEJA, EM ORGANISMOS EM FORMAÇÃO???

    QUEM SE RESPONSABILIZARÁ PELOS EFEITOS QUE ISSO, NELES E/OU NELAS, PRODUZIRÁ???

    QUE VACINA É ESSA QUE NÃO VACINA?

    QUE IMUNIZANTE É ESSE QUE NÃO IMUNIZA?

    QUE VACINA OU IMUNIZANTE É ESSE QUE NÃO EVITA QUE OS “VACINADOS” OU “IMUNIZADOS” ADQUIRAM E PROPAGUEM A DOENÇA?

    PQP, PQP, PQP… PQP!!!

    E LA NAVE VA.

    AVANTI!!!

Deixe uma resposta