DEU NO JORNAL

A popularidade do presidente Jair Bolsonaro avançou em agosto e atingiu 37%.

A porcentagem é maior em relação ao comparativo de julho (30%), segundo pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta segunda-feira, 17.

Essa é a maior proporção de pessoas que avaliam o governo como ótimo ou bom desde março de 2019.

No mesmo período, o grupo que considera o governo de Bolsonaro ruim ou péssimo caiu de 45% para 37%, menor índice desde agosto de 2019.

* * *

Eu tenho uma vizinha petista – que usa uma camiseta com o fucinho de Lula estampado -, que, após realizar profundos estudos e fazer muitas contas, chegou à conclusão de que essa expressiva maioria que apoia Bolsonaro é composta por cegos e burros.

Uma conclusão que é apoiada pelo fubânico Ceguinho Teimoso.

Bom, o fato é que, se até o Data Folha chegou à conclusão de que a popularidade do reacionário, homofóbico e fascista Bolsonaro cresceu, enquanto a reprovação diminuiu, então não há surpresa nos resultados positivos dos demais institutos, como esse tal XP/Ipespe.

Se o Data Folha chegou a esta conclusão, não há espaço pra dúvidas ou discussões: o homi tá mesmo lá em riba.

4 pensou em “LÁ EM RIBA

  1. Sigo o relator Berto: Se o Data Folha chegou a esta conclusão, não há espaço pra dúvidas ou discussões: o homi tá mesmo lá em riba.

Deixe uma resposta