JOSÉ CRENTE – SÃO PAULO-SP

Caro Berto

Em minha diária leitura deste valoroso, livre e escroto blog, senti a falta de publicações sobre as manifestações de ontem, amplamente cobertas pela mídia “é muito palavrão para pouco espaço”.

Algumas coisas que observei na cobertura:

1 – Tinha mais loucos de verde amarelo, do que vermelhos “democratas”.

2 – A mídia fez uma esforço enorme para justificar a manifestação dos “democratas”, uma analista (sei lá se é assim mesmo que se deve chamar jornalista militante), falou até que pelo fato de constantemente termos manifestações anti-democráticas, era perfeitamente normal que houvesse um contraponto, claramente apoiando a quebra da regra do “fique em casa” defendida pela sua rede de TV o tempo todo, pois a causa agora é nobre DERRUBAR O PRESIDENTE.

3 – Uma defesa estrondosa do inquérito do fim do mundo instalado pelos ministros do STF que tem medo da própria sombra. Dizem por aí que o ministro relator já até mandou investigar um gesto suspeito de sua sombra, e está pensando seriamente em enquadrá-la na LSN.

4 – As manifestações a favor do governo até um tempo atrás não tinha a menor importância para a mídia, no máximo eram noticiadas em notinhas, até que uns gatos pingados esquerdistas resolverem ir as ruas, se dizendo democratas e mostrando faixas de ditadura da proletariado, epa ditadura isto não pode, hahá! se eles se auto-determinam democratas aí pode.

Brasil está ficando estranho!.

Um grande abraço de José Crente da Terra da Garoa, terra abençoada e cheia de oportunidades.

R. Meu caro, você diz em sua mensagem que sentiu falta nesta gazeta escrota de “publicações sobre as manifestações de ontem”

Veja só o que aconteceu:

Ontem, domingo, eu tomei banho assim que me acordei e decidi não ver o noticiário do dia na grande imprensa extremista, pra não enfeiar e azedar o meu domingo de sol.

Não abri os jornais e nem sintonizei as TVs pra não me sujar e gastar inutilmente o cheiroso sabonete que diafanou os gostosos minutos que passei embaixo do chuveiro (esse verbo “diafanar” eu inventei agora, enquanto digitava…).

Mas, como tenho que abrir minha caixa de correspondência e também ver as mensagens que me chegam pelo zap, tomei conhecimento de algumas coisas que se assucederam-se ontem em Brasília, onde uma meia dúzia de zumbis bolsonaleiros fizeram uma manifestaçãozinha bem chinfrim.

Em Brasília e também em algumas poucas cidades deste país enorme.

Algumas delas: Uarini-AM, Inhacora-RS, Pavussu-PI, Torixoreu-MT, Gararu-SE e Bujari-AC.

E mais em canto nenhum. Silêncio total, pra grande frustração dos manifestantes nazistas bolsonaleiros.

Pelo que me consta, além dos poucos reacionários fascistas que invadiram Brasília pra babar o ovo do presidente – todos de armas na mão, comendo mortadela e recebendo cachês -, não houve manifestações nas capitais.

É só perguntar pros nossos leitores que eles confirmam.

Nenhum dos pouquíssimos manifestosos que invadiu Brasília gastou dinheiro do seu próprio bolso. Pelo contrário: receberam uma gorda bufunfa pra ir lá fazer cagada.

As fotos que circularam mostrando anti-patriotas enrolados em bandeiras verde-amarelas, no Rio, em BH, em Recife, em Curitiba, entre outras capitais, são todas falsas, feiquinius, fotos bem antigas.

As manifestações que tiveram sucesso mesmo e levaram multidões às ruas foram as dos zisquerdistas, progressistas, socialistas e anti-nazistas.

Um detalhe significativo: o furor de alguns canhotos em seus comentários aqui no JBF, feitos ontem, demonstrava muito bem o quanto eles estavam felizes com o fracasso do evento pró-presidente acontecido na nossa capital federal.

Na postagem que está aí embaixo, feita no Twitter, você poder ver uma fantástica multidão carregando uma faixa bem significativa.

Só não consegui identificar onde esta tocante e comovente passeata aconteceu.

Os nossos leitores, sempre bem informados e argutos, irão nos esclarecer.

4 pensou em “JOSÉ CRENTE – SÃO PAULO-SP

  1. Deu pra perceber que tinha mais faixas do que gente. Quer dizer, gente não. Essa gente não é gente. Pra não ofender, digamos, que são habitantes de outro planeta. Caíram aqui sem querer. Fizeram um contato imediato de 13° grau. O resultado é esse aí. Foram promovidos de et(s) para zumbis.

  2. Tem de ser muito,mas muito otário para se prestar a um papel desse,se passar por uma tonta massa de mabobra, se passar por um bando de inocentes uteis a troco de pão com mortadela e Turbaina, tudo isso a serviço de canalhas que se mostram como cordeiros e na verdade nem lobos o são,são bandidos insaciaveis pelo dinheiro fácil arrebatado do povo brasileiro, se essa palhaçada ocorrer perto de minha casa vou oferecer marmitex para esses babacas,quem sabe esperimentando arroz com feijão e uma boa carne eles deixam de se contentar com as migalhas que caem da mesa do babdido dono do partido.

    • Nada a acrescentar, caríssimo señor Araújo a seu brlhante texto.
      Quaquer complemento seria desnecessário. Infelizmente é o que há. Que o Goiano, se possível for, defenda os vermelhos.
      Abração!

Deixe uma resposta