DEU NO JORNAL

Primeira mulher a comandar a Procuradoria-Geral da República, Raquel Dodge se despediu da chefia do órgão nesta terça 17.

Desgastada, Dodge deixa a PGR com legado distante do que projetou.

Sem nenhum novo grande acordo de delação, a Lava-Jato murchou nas mãos da procuradora-geral

* * *

Essa galêga horrorosa, uma verdadeira assombração da meia-noite, não deixará saudades, como diz o título da postagem que está acima desta.

Vamos recordar que, no último dia quatro, os seis procuradores do grupo da Lava-Jato em Brasília anunciaram renúncia coletiva por discordar da decisão dessa sujeita de propor o arquivamento de parte do acordo de delação do executivo Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS.

Coisa mesmo de uma acoitadora de bandidos, protetora de marginais.

A revolta dos procuradores foi um fato inédito na história do Ministério Público Federal.

E mostra muito bem o mau caratismo dessa babaca engomadinha.

O fato de Raquel Cara-de-Tabaca ter sido elogiada por Gilmar Mendes, já diz tudo o que ela é.

Tudo mesmo.

Não se precisa dizer mais nada.

Gilmar é o melhor termômetro pra se avaliar o caráter de uma pessoa: quando ele fala bem de alguém, é porque este alguém não presta mesmo.

Não vale porra nenhuma!!!

Vejam aí embaixo o que o soltador de bandidos botou no Twitter.

E preparem o pinico, pois vocês vão ter ânsias de vômito.

Deixe uma resposta