DEU NO JORNAL

A semana começa com uma ótima notícia: o governo federal já garantiu doses suficientes de vacinas contra a Covid para aplicar ao menos uma dose em todos os 77 milhões de brasileiros incluídos no grupo prioritário.

Isso foi possível graças à entrega de quase cinco milhões de doses pela Fiocruz e Instituto Butantan semana passada, elevando a 80 milhões o total de doses disponibilizadas ao Plano Nacional de Imunização.

Antes da nova entrega, o governo tinha disponibilidade de 75,6 milhões de doses, das quais 66,7 milhões já haviam sido entregues aos Estados.

O Brasil já aplicou ao menos uma dose em 35 milhões de pessoas e agora foca em pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades e deficiência.

* * *

Esse é o tipo de notícia que não sai no Jornal Nacional de jeito nenhum.

A grande mídia funerária-oposicionista, tendo à frente a falida GloboLixo, fica caladinha diante destes números.

Ainda bem que tem a nanica mídia, liderada por esta gazeta escrota, pra divulgar este fato auspicioso.

Entre a segunda, 3, e a sexta, 7, o Brasil aplicou a média de 991.506 doses diariamente.

Quase um milhão por dia.

Um excelente domingo pra toda a comunidade fubânica!

7 pensou em “ISSO OS CANALHAS NÃO DIVULGAM

  1. Eu fui um dos que tomaram a primeira dose da vacina. Por minha sorte, mesmo sendo aqui em SP tomei a da Astra Zeneca, mais eficiente e não a Placebo Vac, do Dória.

    Se estou feliz? Não muito, pois acho que a prevenção ainda é a melhor solução.

    A vacina, como a Coronavac, a chinesa, não tem se mostrado eficiente onde é aplicada, como no Chile, Turquia e Indonésia, ao contrário, no Chile, com mais de 50% da população vacinada teve um aumento dos casos da doença.

    Não tive nenhuma reação com a vacina da Astra (apenas uma leve dor no braço aplicado), porém minha mulher ficou um dia de cama com febre.

    Espero não ter que me arrepender de ter tomado a vacina.

    • Prezado João,

      Ao que eu saiba, não houve nenhuma ocorrência grave entre os que tomaram a vacina, Coronavac ou Astrazêneca. Ambas são boas. A febre é apenas um efeito secundário da vacina, dizem os especialistas, e não deve preocupar.

      Não vais te arrepender, não fique tranquilo.

      Agora, comentando o post, é importante que todos saibam que ao menos a VEJA publica diariamente a quantidade de doses disponibilizadas e a quantidade de vacinados disponibilizados pelo Ministério da Saude, ou seja, oficiais. Realmente foram 75,6 milhões de doses (1 e 2ª vacinação) disponibilizadas até o dia 8/5, e 52,9 milhões de pessoas vacinadas..

      Não estamos mal, mas a falta de chegada de iFA preocupa. Estamos numa guerra interna: enquanto o presidente culpa a china, os ministros (Saude e Relações Exteriores) fazem todos os esforços para os chineses não atrasarem a entraga do IFA, necessários para o Butantan e a Fiocruz elaborarem suas vacinas.

      Mas temos que resistir até o momento em que o Btuantan e a Fiocruz (nos seus contratos há a tranefer^rncia de tecnologia) puderem fabricar completamente (e não só envasarem) as vacinas no Brasil. Isso será a vitória.

      Além disso há mais vacinas em estudo no Brasil e ao menos a do Butantam já solicitou liberação da Anvisa para o início de testes em humanos. Vamos torcer

      Abraços

      • Caro Hipólito, quem toma a Placebo Vac, a vacina do Dória, realmente não tem efeitos colaterais graves, também não se imuniza, pois sua eficiência é a mais baixa de todas as vacinas. O preço, no entanto é o mais alto.

        Como eu já disse, no Chile, mais de 50% da população já tomou a placebovac e a doença aumentou, assim como na Turquia e na Indonésia. Mas isso v. não vai encontrar na grande Imprensa.

        Quanto ao iFA das vacinas, o embaixador da China disse que 80% destes insumos exportados pela china estão vindo ao Brasil, independente de este alarde que a mídia faz.

        Devo lhe lembrar que se o Brasil ficar 1 mês sem mandar soja para a China eles irão passar fome. Isso não é Fake News.

        Dá para o brasil fazer isso? Experimenta a China tentar retaliar o Brasil, deixando de mandar insumos de vacinas para cá. O Brasil está pagando caro pelos insumos chineses e é uma questão comercial.

        • Prezado

          Os efeitos dependem do organismo de cada um. Como ele reage. Veja só, por exemplo, os índios tem baixa resistência à resfriados comuns.

          Não dá para comparar os organismos de chilenos ou turcos com brasileiros. Têm características diferentes.

          E antes de xingar a Coronavac, lembre que a vacina que você tomou é feita naÍndia com IFA da China.

          Eu e minha esposa tomamos Coronavac e não tivemos sequer uma ponta de febre. Se estamos bem imunizados, só a Anvisa sabe.

          Abraços

          • Hipólito, a Vacina da Astra Zêneca foi desenvolvida na Suécia e UK. Pouco importa de onde vem o IFA, pois o mesmo em pouco tempo será desenvolvido em Manguinhos.

            Estude melhor sobre o resultado que a placebo vac está tendo inclusive no BR. ESta vacina não é aceita na UE nem na China, Não será considerada no tal passaporte que eles querem fazer.

            A tal da Sputinik então é caso de polícia, pois os interesses são enormes

            • João, o IFA é o ingrediente principal das vacinas Coroonavac e Astrazêneca. o Brasil só envasa depois de misturar o IFA com outraos componentes. Assim o IFA é fundamental. No nosso caso tanto o Butantan como a Fiocrus têm nos contratos a transferência de tecnologia, que assegurará a produção de todos os componentes da vacina. Bom para o Brasil.

              Quanto ao resto de seu post, não tenho tanto conhecimento assim, porisso tenho que acreditar na seriedade da Anvisa.

              Araço

              • Caro Hipólito eu não disse que o IFA das vacinas não é importante, apenas que quem produz pode não ser quem desenvolveu.

                Também disse que a vacina da China a Sinovac é a mais cara de todas e a que tem tido menor eficiência. Isso até a Anvisa atestou, tanto é que ela ficou bem no limite da não aprovação, o que não abaixou o seu preço em nada.

                Já a Sputnik nem aprovada foi pela Anvisa e os políticos brasileiros comunistas (Dino & Cia) fizeram pressão no STF para que ela passasse.

                Que estas duas últimas não servirão para o passaporte de vacina para entrar na UE isso é um fato.

Deixe uma resposta para Hipólito Cancelar resposta