DEU NO JORNAL

O jornalista Diego Casagrande reproduz e comenta postagens feitas pela professora Monique Emer, ativista lulopetista de Caxias do Sul, que foi ativa na campanha eleitoral do deputado Pepe Vargas, PT.

Ela integra o serviço público municipal.

A prefeitura tirou nota dizendo que tomará providências.

O vídeo viraliza nas redes sociais. O caso é de Polícia.

* * *

Num tá lindo???

Isso é o retrato cagado e cuspido do petralhismo zisquerdal banânico.

Vamos fechar a postagem com mais um vídeo.

Preparem o pinico porque a ânsia de vômito vai ser grande.

Aguentem:

6 pensou em “ISSO É CAGADO E CUSPIDO A CARA DA CANHOTA

  1. Pois é… Não poderia esperar nada de diferente dessa raça do inferno. Todo esquerdista, sem exceções, sofrem desse câncer, dessa doença. São doentes, cancerosos, pulhas, sem caráter, pustulas, apostemas, seres do inferno; verdadeiros demônios…
    Mas, não se preocupem. O mau, por si só, se destrói. O bem sermpre triunfará.
    Outrossim, pau no cu dos petistas, dos comunistas filhos das putas; Pau no furico dos defensores do luladranismo. VÃO SE FODER, CAMBADA DE VAGABUNDOS.

  2. Este é o estágio máximo da doença que é o socialismo.

    Alguns aqui inclusive nesta Gazeta Escrota colocam a coisa como se fosse um Fla x Flu, onde há radicais dos dois lados e que os polos formam uma ferradura, ou sena estão campos opostos, porém pertos um dos outros.

    Tese isentista que tenta colocar tudo em um só balaio.

    Eu digo, por muito menos que isso, muito menos mesmo, prenderam a tal Sara Winter. Eu não defendo o que Sara fez, porém perto desta professora ela é uma carmelita descalça.

    Esta coisa aí do vídeo é professora e forma crianças. Ela diz deliberadamente que quer formar baderneiros. Isso não é uma ameaça à democracia? Aliás ela disse claramente que não acredita em democracia.

    Quando eu digo que estamos atualmente em uma encruzilhada, um momento de decisão para o mundo, sou ridicularizado por aqueles que falam que o mundo sempre está em uma encruzilhada e que se precisa olhar as coisas sem radicalismo.

    Chamberlain, Premiê inglês da década de 30 era um isentão que tentou levar Hitler na boa e não radicalizar. Quase a Inglaterra foi dominada pela Alemanha. Precisou de um Churchill para arrumar a coisa.

  3. De fato só não entendo o espaço tão grande dão pra ser humano tão ridículo feito este. Esta senhora eh digno de pena. So isto, mais nada.

Deixe uma resposta