DEU NO JORNAL

A força-tarefa da Lava Jato no Paraná denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

A denúncia de crime por lavagem de dinheiro foi apresentada nesta segunda-feira (14), informou o Ministério Público Federal.

De acordo com os procuradores, os três cometeram os crimes em ações envolvendo doações da Odebrecht ao Instituto Lula para disfarçar repasses no total de R$ 4 milhões, entre dezembro de 2013 e março de 2014.

Lula, Palocci e Okamotto: o trio denunciado pela Lava Jato

* * *

Palocci, Okamoto e Lula podem ficar tranquilos.

Embora a propina lulaica tenha até recibo, o nosso estimado colunista Goiano vai demonstrar aqui no JBF que tudo isso é mentira.

Aguardem que ainda hoje Goiano vai botar pra torar.

Ele vai provar que tudo isto não passa de mais uma perseguição contra um homem honrado, sincero, que não mente nunca, probo, honesto e que só fica atrás de Jesus Cristo em termos de honestidade.

De milhão em milhão, o galinho enchia o papo

Segundo a defesa do ex-presidiário, o Instituo “não se confunde com a pessoa de Lula”.

Lula é uma pessoa física e o Instituto é uma pessoal predial.

Um edifício.

E este edifício onde funciona o Instituto Lula jamais será nome de uma penitenciária.

Jamais!!!

Deixe uma resposta