DEU NO JORNAL

O juiz Luiz Antônio Bonat, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância em Curitiba, determinou o bloqueio de R$ 77,9 milhões em bens do ex-presidente Lula.

A decisão foi tomada após pedido do Ministério Público Federal (MPF) no âmbito do processo que envolve a compra de um terreno onde seria construída a sede do Instituto Lula e outro imóvel em São Bernardo do Campo, em São Paulo.

O ex-presidente teria recebido os imóveis da Odebrecht como propina, somada em R$ 12,4 milhões.

O valor determinado pelo juiz se baseia no valor de R$ 75,4 milhões que, segundo o MPF, foram pagos em propina pela Odebrecht ao PT pelos oito contatos da Petrobras, tratados pelo processo da Lava Jato.

* * *

Quanta injustiça para com um pobre injustiçado pobre.

O bloqueio é uma quantia absurda pra quem não tem um único tostão no bolso.

Este senhor juiz que aguarde a cacetada: o causídico fubânico Ceguinho Teimoso, defensor de Lula, vai dar um troco à altura.

Lula sempre falou a verdade e sempre foi honesto.

Deixe uma resposta