DEU NO JORNAL

A Polícia Federal realiza na manhã desta terça-feira (18) uma megaoperação contra o tráfico internacional de drogas em 12 estados e no Distrito Federal.

São cumpridos 139 mandados de busca e apreensão e 50 mandados de prisão (20 prisões preventivas e 30 prisões temporárias).

* * *

Esta é a notícia de hoje, terça-feira, 18, com a Polícia Federal botando pra quebrar em vários estados.

Nos últimos tempos, não se passa um único dia em que não se tenha uma nova informação sobre a atuação da Polícia Rodoviária Federal no combate aos traficantes e na apreensão de enormes quantidades de drogas, em todas as rodovias federais deste imenso país.

Um volume impressionante foi apreendido nos últimos meses.

Se as coisas continuarem nesse ritmo, muito em breve o STF irá tomar alguma medida pra frear a atuação insana do governo federal.

Uma medida rigorosa contra esse absurdo de combater o tráfico de drogas deverá ser decretada pelo nossa suprema acoitadora federal.

No Rio da Janeiro, Fachin já determinou providências pra proteger a comercialização e o consumo de maconha e de cocaína.

Providências que incluem até mesmo a proibição do uso de helicópteros pela polícia pra patrulhar redutos de facções criminosas.

Os maconheiros e cheirados de pó tem andado desesperados ultimamente com as apreensões feitas pela Polícia Rodoviária Federal.

E sonham que chegue logo o dia em que eles possam votar em Marcelo Freixo, do PSOL, para presidente da república.

Freixo, lidimo representante das zisquerdas progressistas banânicas, defende a liberação imediata do fumo e do pó.

4 pensou em “INJUSTA PERSEGUIÇÃO AO EMPRESARIADO COCAIO-MACONHÂNICO

  1. Esse é mais um parlamentar marginal a serviço do crime organizado e da liberação das drogas que ferem, matam e destroem família inteira.

    Marcelo Fresco, esse nome é do PSOL, partido dos parlamentares bandidos.

Deixe uma resposta