MAURÍCIO ASSUERO - PARE, OLHE E ESCUTE

Tem um escritor, e psicanalista, paulista chamado Ivan Martins que disse o seguinte: “Uma sociedade não produz desencaixes indefinidamente. Se muita gente começa a sobrar, alguma coisa está errada, com os valores ou com as relações sociais”. Eu nem sei se posso citar o cara porque tudo hoje está muito estranho, tão estranho que me lembrei de um verso de Chico Buarque que diz “a minha gente hoje anda falando de lado e olhando pro chão”. Mas, achei interessante a expressão do Ivan Martins porque acredito que ela representa bem a situação do Brasil atualmente. Ou seja, nas últimas décadas muita gente sobrou e agora se externa o quanto estava errado os valores ou as relações sociais.

Fazendo uma retrospectiva, eu acho que a gente engoliu tudo que é sapo disponível nas lagoas desse Brasil, mas o estopim foi o governo do PT. As promessas do PT “cativaram o forasteiro” e muita gente se incorporou a uma proposta que pretendia fortalecer o trabalhador brasileiro. Lula X Collor, Lula X FHC (duas vezes), doze anos de espera até que Lula é eleito em 2002. “A esperança venceu o medo” como foi dito na época e aí menos de dois anos de governo estoura o mensalão. “Agora eu sei que o amor que você prometeu, não era igual ao que você me deu, era mentira o que você jurou”. Todo mundo sabia que Lula sabia, mas fizeram um acordo pra manter a tal governabilidade e o cara sai fortalecido. “Um facho de luz que a tudo seduz por aqui”. Uma ilha de honestidade porque vivia cercado de ladrões de todos os lados.

Sai o mensalão e entra o petrolão e com ele surge a Lava Jato que colocou na cadeia, dentre tantos políticos, três tesoureiros do PT. Mas, a partir daí começa o esgotamento da população com as decisões do STF. Tudo que se queria era justiça, mas o que se viu foram ações orquestradas para desacreditar a operação Lava Jato, tirar Lula da cadeia e dar a ele as condições ideais para concorrer novamente em 2022. Mudaram tanto a lei que Sérgio Moro passou a ser o maior bandido do país. Por exemplo: soltaram Bendine porque o depoimento dele foi anterior ao depoimento dos delatores. Não há uma linha sequer na Lei que se refira a isso, mas essa decisão foi palco para botar na rua tudo que foi bandido envolvido com o petrolão.

Observe-se que até o governo Temer a convivência era pacífica. Vamos relembrar um detalhe: O PSDB, dono do passe de Gilmar Mendes, entra no STE com uma ação para cassar a chapa Dilma-Temer por abuso de poder. Gilmar Mendes, presidente da STE dá seguimento à causa e ai quando se inicia a discussão sobre o impeachment, o nobre ministro muda o tom do inquérito no STE para salvar o pescoço de Temer e assim se faz. Com a saída de Dilma o esforço era manter Temer no poder e a ação foi arquivada graças a Gilmar Mendes. Esse mesmo Gilmar Mendes favoreceu uma tentativa antidemocrática de Rodrigo Maia que foi a tentativa de continuar como presidente da câmara.

Existe uma série de ações oriundas do STF que chocaram diretamente com o interesse da nação, pelo menos da banda boa da nação. Lewandowski não cassa os direitos políticos de Dilma violando a constituição; um advogado disse que o “STF era uma vergonha” e foi preso por Lewandowski numa agressão estúpida ao direito de liberdade de expressão e cabe lembrar que de acordo com a lei só se pode prender em flagrante delito ou por ordem da autoridade judicial competente, mas para isso é preciso um inquérito, um processo, uma denúncia, uma condenação em juízo. O cara usou seu direito de expressão ao falar que aquele Cabaré de Nita – com todo respeito a Nita que administrava o principal cabaré da minha terra – era uma vergonha. “Mulher, deixaste tua moradia, para viver na boemia e beber no cabaré”

Ao longo do tempo o que se viu foi ministro mudando voto contrariando a lei 1079/1950 (“quem dá mais? Por uma cara que ousou acreditar nos seus?”) e não menos importante temos a decisão de Fachin ao declarar a 13ª Vara Federal de Curitiba incompetente para julgar Lula. Depois de 5 anos o cara vem com isso e acha que o povo tem sangue de barata, que está tudo bem e que qualquer ato ou pessoa que fale contra essas patifarias está sendo antidemocrático. Pode mandar ministro do STF pra puta que o pariu ou é crime contra a segurança nacional? Em adição, nós temos as magníficas decisões de Alexandre de Moraes. O cara mandou prender “em flagrante” um deputado que gravou um vídeo. Puta que pariu! Prenderam o cara enquanto ele gravava o vídeo? Não! Então como pode ter havido flagrante? Um cara foi preso num clube porque falou mal do ministro e ele nem presente estava. Ele mandou prender o cara porque seu segurança disse que o cidadão tinha falado contra ele. Então se o segurança disser que eu falei mal de Alexandre, eu vou preso também! “Que país é esse? Que país é esse?”.

Ministros do STF chamam o ato desse 07 de setembro de antidemocrático. Em todas as manifestações a favor do governo não se viu agressões, badernas, nudez, etc. Pedir justiça se tornou antidemocrático. Falar o que pensa é ameaça às instituições. Só um lado da população, só a esquerda, está correto. Os caras roubaram, saquearam o país, aparelharam a justiça e quem discorda disso é gado, fascista, bolsominion.

Cada vez mais me convenço de que precisamos fazer uma limpeza ética nesse país. A gente precisa tirar os canalhas do poder. A gente precisa fazer com que, realmente, este país seja um país independente e “já não há caminhos para voltar”. Precisamos dar um basta e dizer que, de acordo com o artigo 1º da CF, “todo poder emana do povo” e que os ministros do STF não representam a população porque eles não foram votados. Chegamos a um ponto que o Hino da Independência previu: “Ou ficar a Pátria Livre ou morrer pelo Brasil”. “Valeu o sacrifício dos Andradas, e as preces da Princesa Leopoldina, a morte de Tiradentes não foi em vão”.

10 pensou em “INDEPENDÊNCIA OU MORTE

  1. Rapaz, pois eu digo que o comentário do Maurício é como a nona sinfonia do Beethoven: é tão perfeita que se colocar ou tirar uma só nota ela fica desvirtuada. Obra prima é isso.

  2. Sigo o relator.

    Proeza de, em poucas linhas, traduzir tão bem as mazelas que o pais vem sofrendo com o que de pior herdou, com o nocivo aparelhamento da nossa Suprema Corte. Nunca canso de dizer que a nossa suprema corte é composta por bandidos nomeados por bandidos.

  3. Porra, Maurição,

    Passei o dia por conta dos acontecimentos na Paulista, onde passei grande parte do dia e só agora coloquei os olhos em seu texto.
    Quanto à Paulista, foi algo grandioso por demais, como as imagens não deixarão a mídia mentir.

    Quanto a seu texto a gente engoliu tudo que é sapo disponível nas lagoas desse Brasil e de outros países, pois Leonardo di Cáprio, macron,, Greta e outros andaram a surfar em nosso brejo.

    Que o dia e amanhã nos traga a merecida luz e paz para este sofrido BRASIL.

    E aproveito para que o olhar de nossos mestres fubânicos se estendam além fronteiras e vejam o quanto estão a sofrer cubanos, venezuelanos, nicaraguenses e argentinos, vítimas de péssimos governantes e/ou ditadores.

    Abração, mestre dos magos fubânicos. uma ótima semana para todos nós.

    • Tens completa razão Dr Honoris Coco…. Di Cáprio, Greta, Roger Waters…. falando nisso, um ministro tocou uma música dele numa sanfona e Freixo publicou um texto pedindo que ele não permitisse que a música fosse tocada por antidemocráticos. Esse Brasil é um brejo só

Deixe uma resposta para Magnovaldo Santos Cancelar resposta