9 pensou em “IMPRENSA TEM INEFICÁCIA COMPROVADA

    • Caro M. Bernardo, neste caso para os isentistas radicais, nem desenhando, pois se eles admitirem que o tratamento precoce para a doença chinesa poderia ter salvo milhões de vidas no mundo até hoje, eles teriam que admitir que Trump e Bolsonaro tinham razão desde o início.

      Tá vendo o dilema?

      E tem mais, o NYT comprou a briga dos EUA com a China e está mostrando que a vacina placebovac não tem eficiência alguma onde ela foi aplicada (+ de 90 países). O Barulho da repercussão da nossa imprensa é zero.

      Mais ainda, para abafar mais ainda a repercussão da placebovac, nada melhor do que criar uma celeuma sobre a Covaxim, que por acaso é muito mais eficaz que a placebovac e é feita pela inimiga Índia e estava para ser comprada pelo Governo Brasileiro por um preço 50% maior que o da placebovac.

      Se olharmos as coisas com a devida atenção, dá para ver o desespero do Sistema brasileiro diante da iminente reeleição do Bolsonaro. E está só no começo.

  1. Esse é um governo que não rouba nem deixa roubar
    Houve uma denúncia GRAVÍSSIMA, que merece toda atenção da Nação, que aponta uma POSSÍVEL ação corrupta no Governo Bolsonaro, que foi eleito prometendo combater a corrupção. Não é apenas mais uma, como todas que nos acostumamos a ver, que lesa o Tesouro Nacional em benefício de interesses pessoais. Essa tem um agravante, ocorre no meio de uma situação caótica, uma pandemia que até agora tirou a vida de mais de 500.000 brasileiros. O Governo Federal que vive colocando sob suspeita vários governos estaduais de desviarem recursos destinados ao combate a Covi19, está agora sendo denunciado pelo mesmo crime. Estar comprando vacinas superfaturadas, sem aprovação da ANVISA e usando intermediário bem manjado, com passado comprometedor.
    Como dizia Millôr Fernandes, de quem o Editor desta Prestigiada Gazeta era fã, “Quem faz oposição é a imprensa, o resto é armazém de secos e molhados” Sinto falta de uma matéria debatendo esse assunto aqui no JBF. Assim como sinto falta de vários articulistas que no passado desfilavam aqui pelo JBF. Dou como exemplo: José Nêumane Pinto, a turma do Antagonista, Fernando Gabeira, Marco Antônio Villa, pessoas que considero importantes para o debate de ideias.
    Esse cidadão, Rodrigo Constantino, que no passado andava fantasiado de liberal, hoje só faz atacar a imprensa. Imprensa livre é justamente o que Millôr Fernandes e Berto Filho sempre defenderam para fazer oposição a governos que sem a fiscalização da imprensa desinformam e enganam o cidadão.
    Será que agora aqui no JBF teremos apenas defensores desse Governo, que como os anteriores promete: “Esse é um Governo que não rouba nem deixa roubar”.

    • “Estar comprando vacinas superfaturadas, sem aprovação da ANVISA e usando intermediário bem manjado, com passado comprometedor.”

      Estas são as Falácias que o Sr. C. Eduardo repete bovinamente sem questionar ou sequer pensar no que diz.

      Eu pergunto:

      Quando foi comprada a vacina sem que a ANVISA tivesse aprovado? Foi dado algum adiantamento nesta data ou Garantia de compra?

      Já foi aprovada a compra pelo Governo Federal?

      Quanto o governo já pagou por estas vacinas e quantas já chegaram?

      O preço que o governo está negociando é maior que o preço que os outros governos estão pagando à Índia?

      Qual o valor que o BR paga por cada dose da Coronavac (China), a sua eficácia e o valor negociado para a Covaxim e sua eficácia? Compare as duas por estes parâmetros.

      Os Governos estaduais gastaram dinheiro adiantado (consórcio NE) na compra de respiradores e estes não foram entregues. Isso não é suspeita, é fato.

      • Agora fiquei assustado, Joao,

        Lendo o nome dos jornalistas que o C Eduardo quer ver no JBF ele elencou uns caras que já faz algum tempo deixei de ler suei frio pensando que ele iria pedir a volta daquele seu amigo ou do tal Azevedo. Ufa!

        É tão bom ver e ouvir a Bárbara, ler Fiúza, Guzzo, Nunes, Ana Paula, Constantino, Puggina. Creio estar de bom tamanho.

        • Será que o C Eduardo já achou a tal 3ª via que estava procurando?

          Conta a história que há mais de 2000 anos atrás, quando o filosofo brasileiro C Eduardo perambulava pelas ruas de banânia, de lanterna em punho, em pleno dia procurando uma terceira via para votar em 2022…

        • Só faltou ele pedir a volta do tal C. Brickmann, o tal Chumbo Gordo, aquele que não gostava de ser contestado.

          Quanto ao Villa, logo acima tem um tuíte do Ruschel com dois vídeos dele, um às 23:59 e outro às 24:00 hs. Dá para ver o quão constante ele é.

  2. ESSE TAL DE C EDUARDO DEVE SER O NOME-CÓDIGO DE ALGUM CORRUPTO+EDUARDO.

    QUEM SABE (RENAN) CANALHEIROS EDUARDO?

    OU, QUEM SABE, (HUMBERTO) COSTA EDUARDO?

    COMO JÁ ESTÁ ME DANDO ENGULHOS DE VÔMITO – SÓ DE CITAR ESSES DOIS CRÁPULAS – DEIXO AOS FUBÂNICOS A ESCOLHA DE OUTROS MUITOS APROPRIADOS NOMES.

Deixe uma resposta para C Eduardo Cancelar resposta