DEU NO JORNAL

6 pensou em “IGUALZINHO AOS COLEGAS TOGADOS: FALOU A MAIS PURA VERDADE!!!!

  1. Quando uma pessoa sofre de incontinência verbal, como alguns ministros, ela sente uma compulsão incontrolável de falar, a todo momento. Pouco importa o assunto; não importa se é verdade ou mentira; não vem ao caso se é verossímil ou algo totalmente sem nexo. A necessidade de dizer alguma coisa, qualquer coisa, é como uma comichão na língua do incontinente. Se esse mal acomete uma pessoa comum, sem nenhum poder, isso passa a ser apenas uma excentricidade sem maiores implicações. Porém, quando alguém com poder derrama copiosamente seus palpites sobre os ouvidos da plebe (como se não tivesse tarefas mais importantes a executar) e alguns desavisados com alguma influência acreditam no que está sendo dito, o que era só uma tolice pode ter conseqüências desastrosas. Por exemplo, chamar os manifestantes de 8 de janeiro de terroristas, uma sandice sem nenhum embasamento lógico ou legal, implicou na prisão de muitos inocentes, na condenação absurda de alguns deles e, agora, na morte de um preso doente que devia estar em casa. Alguém será responsabilizado. “A língua é o chicote do corpo.”

  2. Ainda que fosse verdade, a fala deste sujeito é gravíssima. Ativismo no STF, ainda que raro, ainda é ativismo e não deveria existir em qualquer grau.
    É o mesmo que o cara dizer que não é viado porque raramente ele dá o rabo.

  3. Pingback: FALA GRAVÍSSIMA | JORNAL DA BESTA FUBANA

  4. Pingback: CONSEQUÊNCIAS DESASTROSAS | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *