AUGUSTO NUNES

Randolph Frederich Rodrigues Alves é pernambucano, senador pelo Amapá, militante da Rede Sustentabilidade e, no momento, vice-presidente da CPI da Covid.

Com o nome artístico de Randolfe Rodrigues, é sobretudo uma voz de castrato à procura de uma ideia de jerico. Sempre acha.

Nesta quarta-feira, por exemplo, encontrou mais uma mais uma: logo de manhã, pareceu-lhe muito boa a ideia de apresentar um requerimento que incluiria o presidente Jair Bolsonaro na fila de depoentes da CPI.

Como sabe até a grama da Praça dos Três Poderes, a lei proíbe a convocação do chefe do Executivo por qualquer CPI.

Se não sabia disso, Randolfe merece ser afastado da comissão por excesso de ignorância. Se sabia, merece o despejo por excesso de vigarice.

Não existe uma terceira opção.

2 pensou em “IGNORÂNCIA OU VIGARICE?

  1. É vigarice sim, Augusto…. aliás, um neófito na arte da vigarice, no meio de guabirus “pìu grasso”. Estar ao lado de Renan Calheiros já seria castigo demais para alguém que tivesse dois graus de honestidade. Para nosso Farinelli deve motivo de orgulho aprender com um doutor em ciências corrupcionais e livre-docente em vigarice política.

Deixe uma resposta para Guilherme Almeida Cancelar resposta