ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

Iatrogenesis (Iatrogenia) – “is the causation of a disease, a harmful complication, or other ill effect by any medical activity, including diagnosis, intervention, error, or negligence. (Wilkipedia)

“Iatrogenia é a causação de uma doença, ou de uma complicação agravante, ou de qualquer outro efeito danoso, por qualquer atividade médica, incluindo diagnósticos, intervenções, erros ou negligências”.

Na minha modesta opinião de leigo, grande parte dos males de saúde que afligem as pessoas se originam nas atividades realizada por profissionais que buscavam melhorar a saúde daquelas mesmas pessoas. Ou seja:

OS TRATAMENTOS MÉDICOS PROVOCAM MAIS DOENÇAS!

Há muito de pura e simples ignorância sobre a maioria das múltiplas e variadas implicações e consequências decorrentes das intervenções realizadas pelos médicos sobre este mecanismo, cuja complexidade supera em muito a das galáxias do universo. Aplica um antibiótico, dilacera o estômago. Aplica um remédio para o estômago, entope os rins. E por aí segue. Existe ainda um complicador nesta relação: o conflito de interesses. Quanto mais rápido e mais simples for o tratamento, menos os médicos receberão pelos seus serviços. Assim, tornou-se já folclórica a cara de pau com que os médicos prescrevem exames e tratamentos caríssimos, só visando os ganhos que lhes serão propiciados através da sua participação no faturamento daqueles mesmos procedimentos. Desta forma, criou-se a visão de que médico recém-formado e com renda inferior a R$ 50.000,00 por mês é um fracassado. Logo ao formar-se, sua primeira providência deverá ser adquirir um carro de luxo, de modo a deixar bem claro, em todos os locais por onde passa, a que estamento social ele pertence.

As estórias populares que se contam a este respeito são inúmeras. Como a daquele médico do interior que, ao receber de volta seu filho recém-formado também em medicina, tratou de passar-lhe imediatamente toda a sua antiga e tradicional clientela. Já na primeira noite, chegou-lhe um chamado para atender ao homem mais rico da região, pois este estaria sofrendo de dores no ouvido. No dia seguinte, no café da manhã, o jovem relatou todo orgulhoso que havia drenado um tumor no ouvido interno que vinha afligindo o ricaço havia alguns anos, e que agora, nunca mais ele iria sofrer daquele mal outra vez. Foi quando o pai retrucou em altos brados:

– Imbecil! Aquele tumor pagou a tua universidade!

Este tipo de problema se torna exponencialmente pior quando se trata da Administração Pública, já que por suas características intrínsecas, ocorre sempre imbricado com uma feroz luta por poder e tem sempre impacto sobre uma quantidade enorme de pessoas ao mesmo tempo. Vamos aos exemplos:

1. COMPANHIAS MUNICIPAIS DE TRÂNSITO – De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, publicado em 03 de abril de 2016, cabe às prefeituras a administração do trânsito nos seus respectivos municípios. Assim, ao já conturbado relacionamento existente entre diversos órgão com atuação numa mesma área (DNER, DER, DNIT, ANTT, Secretaria Estadual de Transportes, Secretaria Municipal de Transportes, etc.) passamos à dependência de mais de 5.500 prefeitos picaretas (olha o pleonasmo), todos ávidos por esfolar financeiramente seus munícipes e colocar apaniguados no comando dessa estrutura de grande impacto na população. Pulamos da panela e caímos no fogo.

Segundo a página da Prefeitura do Recife, a partir da sexta-feira (15/04/2021), o monitoramento do tráfego do Recife foi reforçado. A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) passou a contar com acréscimo de mais 50 agentes em seu efetivo. Com o incremento, o número total de servidores responsáveis pelo gerenciamento do trânsito da Cidade subiu para 350, sem contar com as multidões de aspones. Clique aqui

É uma estrutura caríssima e, na maioria dos casos, serve só para tumultuar ainda mais o trânsito. A quantidade de decisões imbecis no setor é alarmante. Fora o terrorismo que praticam diuturnamente na vida dos cidadãos, através das famigeradas câmaras e dos malsinados “pardais”. Vejam a evolução do esfolamento financeiro praticado: Arrecadação da CTTU com multas

2016: R$ 25.966.865,47
2017: R$ 36.165.003,38 (39,27% maior que 2016)
2018: R$ 69.724.632,96 (92,80% maior que 2017)
2019: R$ 98.208.610,33 (40,85% maior que 2018)

Ao ver questionada a voracidade praticada na arrecadação de multas de trânsito, o vereador do Recife, Rinaldo Junior (PSB), considerou que os ataques do deputado Marco Aurélio a uma “política pública séria de fiscalização e controle no trânsito do Recife (SIC) só pode ter como objetivo o aumento das mortes no trânsito na cidade. Não existe indústria da multa no Recife! Existe um trabalho sério voltado para preservar vidas”. Clique aqui

Podemos constatar que o argumento falacioso de supostamente “Salvar Vidas” fez escola. Daqui para a frente, estará justificando todas as montanhas de decisões imbecis de gestores públicos incompetentes e desonestos. A grande consequência dessa “derrama” é nos depararmos com dezenas desses retardados mentais nas esquinas da cidade, sempre fazendo papel de palhaço para os motoristas e ameaçando-os de multa por qualquer toma-lá-dá-cá. Só para dar uma pálida ideia, ao parar o carro em frente ao prédio onde eu moro, para que eu pudesse descer, imediatamente um panaca desses começou a escrever uma multa. Fui lá lhe perguntar o que seria aquilo e ele me disse que era proibido “estacionar” ali. Informei-lhe que não haviam estacionado. Haviam parado para que eu descesse, o que é bem diferente. Ele ainda ficou argumentando imbecilidades por algum tempo. Eu lhe perguntei se, para descer ali, teria de pular com o carro em movimento. Foi quando minha paciência se esgotou e afirmei: – Bote esta maldita multa e você vai ver o que é bom para tosse. Só assim o analfabeto se aquietou e botou o rabo entre as pernas. Está muito difícil viver nessa cidade!

2. GUARDA MUNICIPAL – A primeira providência de qualquer ditador que se preze é criar uma “Tropa de Elite” a fim de proteger-lhe a integridade, especialmente por não confiar nas forças militares existentes.

Em 1923, Hitler criou a força paramilitar nazista Sturmabteilung, ou SA. Nessa entidade, foi criado um pequeno grupo com o intuito de proteger altos dirigentes Nazistas em ocasiões públicas como comícios ou discursos. Só em 1925 a Schutzstaffel, ou SS, foi organizada. O objetivo era ser a tropa de proteção pessoal de Hitler. O mesmo raciocínio guiou a formação dos Camisas Negras por Mussolini. Estes atacavam sindicatos, jornais e movimentos políticos, espancavam grevistas, intelectuais críticos ao fascismo, membros das ligas camponesas e de qualquer outro grupo que se manifestasse de forma contrária ao ideal fascista.

A estória é exatamente a mesma que levou Papa Doc Duvalier, do Haiti, a criar os Tonton Macoute em 1959: Receio da ameaça dos militares ao seu poder. O nome dado pela população à tropa, na língua creole, significa “Tio do saco”. Equivale ao nosso “Bicho Papão” ou “Papa Figo”. Segundo a lenda, este pegaria crianças malcomportadas e as colocaria em um saco, para depois comer-lhes o fígado.

Aqui no Brasil, cada um dos milhares de prefeitos foi autorizado a criar a sua Schutzstaffel particular. Hoje, mesmo o mais miserável dos municípios, totalmente dependente dos repasses federais, possui uma considerável milícia particular ao comando do prefeito. Aqui em Recife, temos um efetivo de 1.926 agentes. Clique aqui

Tivemos uma excelente amostra sobre a que veio essa multidão durante a pandemia, quando partiram para atacar trabalhadores, lojistas, estudantes, idosos, mulheres…que se recusaram a cumprir as determinações idiotas, abusivas e ilegais dos tiranetes do momento. Já deram uma ideia bem clara sobre o que nos espera, caso venhamos a ter uma conflagração entre as tropas federais e esses exércitos particulares. Se juntar todas essas milícias do estado de Pernambuco, devem ser bem mais numerosos que as forças armadas.

Acrescente ainda a este quadro, um efetivo de 17.000 policiais militares na ativa, só no Estado de Pernambuco. Alegam que o efetivo total deveria ser de 26.865 policiais, segundo está previsto em lei. Clique aqui

Já com relação ao Quadro de pessoal da Polícia Civil de Pernambuco, podemos ver na planilha que são atualmente 5.154, havendo autorização legal para mais 6.575. Essa turma não tem nenhuma pena das combalidas finanças do governo estadual. Clique aqui

Juntem agora, a esta multidão de custosos e inúteis aparatos paramilitares, as polícias Federal, Rodoviária Federal e, às vezes, também Estadual, Força Nacional, e toda uma multidão imensa de “Seguranças Particulares”. Tem até uma Polícia Federal Ferroviária, só para os trens, mesmo nós não tendo mais trem nenhum. Podem imaginar a quanto vai o custo imenso com essa multidão imensa de pobres semianalfabetos que em nada contribuem para nossa economia, e cuja única habilidade é distribuir porrada e infernizar a vida do cidadão. Tudo isso porque o nosso aparato governamental (principalmente o legislativo, o educacional e o judicial) está totalmente tomado por bandidos.

Sempre digo que o futuro que nos aguarda é servir de depósito de lixo atômico para os países desenvolvidos, e cujas rendas reverterão unicamente para o usufruto de uma casta de bandidos que se apoderou do nosso aparato estatal. Depois, dizem que estou exagerando.

1 pensou em “IATROGENIA

  1. Adonis, na minha dissertação eu falei sobre a ação da indústria de fármacos com o incentivo ao consumo. “Tome neolsadina. Se os sintomas continuarem, procure o médico”. 33% das intoxicações decorrem de uso de remédios

Deixe uma resposta