DEU NO JORNAL

Nesta segunda-feira, 9, a força tarefa da Lava-Jato em São Paulo denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu irmão, Frei Chico, por corrupção passiva continuada.

Os donos da Odebrecht, Emilio e Marcelo Odebrecht, e o ex-diretor da empresa, Alexandrino de Salles Ramos Alencar, também foram denunciados por corrupção ativa continuada. 

O Ministério Público Federal (MPF) acusa Frei Chico de, entre 2003 e 2015, ter recebido R$ 1.131.333,12 em valores mensais (uma “mesada”, segundo os procuradores) que variavam entre R$ 3 e R$ 5 mil.

A força-tarefa afirma que os repasses integravam um “pacote de vantagens indevidas” que teriam sido oferecidas a Lula em troca de benefícios obtidos pela Odebrecht, junto ao governo federal.

Os crimes de corrupção passiva e corrupção ativa têm pena de 2 a 12 anos de prisão e multa. Na modalidade continuada, as penas podem ser aumentadas de um sexto a dois terços.

Ou seja, se condenados, Lula e Frei Chico poderão receber sentenças de 2 anos e 4 meses a 20 anos de prisão.

O MPF requer que os acusados sejam punidos “na medida de sua participação no episódio”, diz um texto divulgado pela instituição nesta segunda.

* * *

Os Irmãos Metralha (The Beagle Boys em inglês), criados por Carl Barks, formam uma quadrilha de ladrões atrapalhados das histórias em quadrinhos e dos desenhos animados lá dos Zistados Zunidos.

Esta ficção que brilha nos estúdios da Disney, se transformou em realidade neste nosso país surrealista.

Na verdade, o MPF registra na denúncia contra Lula e Frei Chico que, nas planilhas de propina da Odebrecht, o irmão do ex-presidente era identificado como “Metralha”.

Bandidos acertam sempre quando colocam codinomes uns nos outros.

Lula e Frei Chico, os Irmãos Metralha brasileiros, dariam um excelente enredo para um filme de desenho animado autenticamente banânico e que derrotaria, em audiência e, sobretudo, em faturamento, os manos dos zamericanos.

Conforme nota emitida ontem à noite, o fubânico luleiro Ceguinho Teimoso já afirmou que todas as acusações contra os sagrados maninhos – um sendo Frei e o outro sendo um canonizado -, são acusações mentirosas.

A nota de Ceguinho foi coroada por um comentário feito domingo passado pelo colaborador fubânico Goiano Braga Horta, em sua coluna no JBF.

Goiano escreveu o seguinte:

“Eu mesmo sou um fanático que acredita que Lula não é corrupto, e minha crença tem fundamentos que a própria razão desconhece”.

Pronto.

Dito isto, está tudo dito.

Nada mais tenho a acrescentar.

A justiça está sendo injusta com o inocente Lula e também com seu inocente irmão.

Frei Chico: “Esse meu irmão é lindo com ou sem máscara”

Deixe uma resposta