CARLOS BRICKMANN – CHUMBO GORDO

Lula está solto e dificilmente voltará à prisão, conciliaram-se adversários inconciliáveis para, digamos, moderar a ferocidade da Lava Jato, a notícia falsa de que o ex-presidente teria pedido ao STF que o autorizasse a viajar a Dubai, para passar a lua de mel com a namorada Rosângela, não provocou os esperados tsunamis nem de seus críticos mais raivosos. Tudo muito bom, tudo muito bem, mas acontece que os mais fiéis aliados de Lula o desafiaram e desprezaram sua ideia básica de que qualquer união de esquerda terá de ser comandada pelo PT. Partidos tradicionalmente aliados a ele, como o PCdoB, artistas que sempre apoiaram o PT (mais do que isso, sempre foram lulistas), como Chico Buarque, Gilberto Gil, Sérgio Mamberti, ministros de seu governo, como Celso Amorim, professores como Laura Carvalho, ativistas como o coordenador-geral do MST, João Paulo, se uniram para lançar uma candidata à Prefeitura de Porto Alegre filiada ao PCdoB: Manuela d’Ávila.

Lula não consta da lista de apoiadores – em compensação, o manifesto fala de Leonel Brizola, que acabou aliado a Lula, mas antes disputou com ele o comando da esquerda brasileira (e dele disse, num memorável Roda Viva, que Lula não gostava de trabalhar). No mesmo Roda Viva, Brizola fala da necessidade de união das esquerdas. Ele mais tarde seria candidato a vice na chapa de Lula, mas Lula jamais aceitou ser o segundo em qualquer chapa.

Importante: é a primeira vez que lulistas desafiam a liderança de Lula.

O manifesto e os nomes

Manuela d´Ávila é esquerda puro sangue: foi vice da UNE, vereadora, deputada estadual, deputada federal, vice na chapa de Fernando Haddad em 2018, duas vezes candidata derrotada à Prefeitura de Porto Alegre, sempre pelo PCdoB. Era candidata à Presidência, mas aceitou ser vice para compor com o PT. A proposta que faz é, basicamente, “tô contigo”, em vez de “te vira”. O manifesto que, embora de esquerda, subverte a hegemonia petista, está na íntegra, com todos os nomes que o assinam, em Eleições 2020 

Má notícia

Neste momento, em que o Brasil precisa atrair investimentos estrangeiros, a situação é oposta: no primeiro semestre, foram retirados US$ 31,3 bilhões do país por investidores. Pior do que a notícia, em si, é o que ela sinaliza: grandes investidores não confiam na capacidade do país de se reerguer rapidamente. Sem essa confiança, para quem o Governo pretende vender empresas, nas quatro “grandes privatizações” anunciadas por Paulo Guedes?

Todos juntos…

Não se iluda: em Brasília, ninguém quer salvar a Lava Jato. O procurador-geral da República, Augusto Aras, utiliza os exageros e erros da Lava Jato para enfraquecê-la: é fato que os procuradores de Curitiba tentam impedir o compartilhamento daquilo que apuraram em vários anos de trabalho, embora, na verdade, o Ministério Público Federal seja uno; é estranho que a Lava Jato, sozinha, disponha de quase nove vezes o volume de dados de todo o MPF – despertando suspeitas de que tenham extrapolado a investigação de maneira não ortodoxa; certos comportamentos, como a grande quantidade de palestras remuneradas e a tentativa de usar dinheiro retomado de delatores para criar uma Fundação Lava Jato não são comuns. Aras tem apoio de boa parte dos ministros do Supremo, de parlamentares de diversos partidos e, o que é mais curioso, tanto do PT, atingidíssimo pela Lava Jato, quanto do PSDB, que se julga perseguido, como do presidente Bolsonaro.

…vamos

Todos têm interesses, sim: claros ou não, honrados ou não. O ministro Gilmar Mendes já disse há muito tempo que a Lava Jato exagerava no prazo das prisões preventivas, para forçar delações premiadas. Muito antes disso, o advogado José Roberto Batocchio falava em “delações a la carte”, em que, para obter o benefício, o detido teria de confessar aquilo que lhe era exigido. Ninguém imagina que parlamentares alvejados pela Lava Jato, ou que se sintam inseguros diante da possibilidade de ser escandalosamente levados, com TV e sirenes, mesmo que acabem soltos no mesmo dia, aceitem bem a situação. Parlamentar em geral diz que ama a Lava Jato, que uma Operação Lava Toga é urgente – mas depois avisa o Supremo de que nada passa, não.

Cipó de aroeira

Prepare-se: deve cair um temporal sobre Deltan Dallagnol, respingando em Sérgio Moro. A chuvarada virá da esquerda e da direita, de extremo a extremo, e com apoio de quem não quer Sérgio Moro na eleição presidencial.

Tribunal de Haia

Esqueça: as denúncias contra Bolsonaro têm efeito apenas publicitário. A Corte sabe, para começo de conversa, que quando há muita pressão para um julgamento, é provável que seja fruto de disputa partidária. Difícil dar certo.

15 pensou em “HASTA LA VISTA, LULA!

  1. Sr. Carlos, que Lula atualmente é irrelevante na política nacional isso é uma realidade. A pandemia deu um álibi perfeito para ela não sair mais de casa. Nem fake news contra ele cola mais, pois eu nem sabia desta história maluda de lua-de-mel em Dubai.

    A briga agora é pelo espólio dele, pois ainda tem uns 20% (se tanto) de desmiolados que votariam nele.

    No entanto dizer que lulistas desafiam Lula é um exagero, pois isso é impossível. Se nosso colunista/comentarista fubânico Goiano ler isso explicará o porquê.

    Se US$ 31 bi saíram do país no 1º semestre não seria fruto da pandemia e da queda recorde dos juros aos menores patamares da história? Já neste segundo semestre teremos leilões de concessões de portos, aeroportos e estradas e, segundo o eficiente ministro Tarciso de Freitas, da Infraestrutura vai entrar um caminhão de dinheiro estrangeiro em busca de oportunidades de investimento de alto retorno. Eu acredito nele.

    A Lava Jato travou. Depois das delações do Marcelo Odebrescht, Léo Pinheiro, Palocci, Cabral, dentre outros; se imaginava que a coisa chegaria aos verdadeiros donos do poder, aqueles que manipulam a Justiça, levando as investigações aos tribunais superiores, que sequer foram arranhados. Há muita informação parada, muita mesmo e isso não é bom, pois cheira a chantagem. Deltan Dalagnol pode ser tudo, menos um conservador de direita, é um tanto quanto messiânico e como conservador, cético que sou, desconfio das reais intenções destas pessoas.

    Sérgio Moro saiu para a chuva e está sem guarda chuvas. Hoje nem a esquerda fabiana, a que se diz social democrata, progressista; já não o vê mais com entusiasmo. Ele tem um nome forte, é conhecido e ainda respeitado mundialmente; mas já demonstrou ser muito ruim como político e ruim de marketing (elogiou Mandetta num dia e no dia seguinte foi apunhalado por ele).

    Uma questão: o que o Sr. achou da denúncia bomba do jornalista Allan dos Santos, que se refugiou nos EUA e falou sobre a trama para derrubar Bolsonaro Via TSE por Barroso, Fachim e Moraes? Coisa de terraplanista fundamentalista? O assunto não está repercutindo na grande mídia, porém nas redes sociais não se fala em outra coisa.

    Outra (a última) questão: Felipe Neto é hoje o maior trunfo do progressismo? Que ele ao imitar foca atrai as crianças, tudo bem, porém o que ele entende de política?

    • Outra (a última) questão: Estamos há 18 meses sem uma única denúncia sequer de corrupção no governo federal, nos lembra, neste domingo, Levi Albernaz, da belíssima Anápolis. Nenhuma linha sobre isso ou tal fato é irrelevante?

      • Vou corrigi-lo meu caro Sancho, o Levi também errou, pois o dado está desatualizado..

        São 19 meses sem corrupção, 12 de 2019 e 7 meses em 2020. E olha que o Mandetta foi Ministro. Recorde dos últimos 25 anos.

        • Gratíssima correção, caríssimo (um mês a mais sem roubalheira desenfreada. É que li a postagem e nem pensei em verificar a exatidão, pois o Albernaz nunca erra, raramente se engana e quando o faz é por mero descuido matemático.
          Deixo aqui forte abraço a “ti e ao Levi” (só para rimar).

          ATENÇÃO: Que o Bolsonaro providencie uma ficalizada geral, que com certeza absoluta, alguém caiu em tentação, pois aqueles cofrões escancarados são uma tentação e tanto, pois não!?

          • O Mensalão foi denunciado em 6 de junho de 2005. O Lula tinha assumido em 1º de janeiro de 2003. Foram dois anos e meio sem nenhuma denúncia. Demoraram para descobrir, mas quando descobriram…

            • Só uma constatação, o Governo Lula não teve por parte do MPF, da imprensa, do STF, um milésimo da vigilância que o governo Bolsonaro está tendo. Antes que me entenda mal, é bom que façam uma vigilância redobrada do governo JB.

              Só um exemplo, este citado por outro colega seu ontem em sua coluna, o Jornalista A. Nunes: em 2005 Palocci estuprou o sigilo bancário do caseiro Francenildo Perreira e foi absolvido pelo Gilmar Mendes à época. Hoje Palocci não tem credibilidade para delatar o Lula. Sua delação de meados 2017 foi retirada das acusações do Lula pelo próprio Gilmar que anteriormente o absolvera.

              Imagina se JB manda um presidente da Caixa quebrar o sigilo bancário de um detrator seu? Cai o mundo.

        • hoje li que o ministro da Cidadania confessou ter sido eleito duas vezes com caixa 2 e vai pagar multa, num acordo para não responder a processo. Talvez seja um dia a menos no seu prazo, Joaõ Francisco.

          • Sr. Carlos, repito, são 19 meses e 6 dias sem corrupção no governo. Só vou dar um exemplo, que tirei da coluna de seu colega Cláudio Lessa hoje. Bruno covas gastou 92 milhões na reforma de uma praça em SP. O Governo JB entregou mais de 1000 casas no RS, preço: 86 milhões de reais.

            Onde parece haver indícios de corrupção?

    • Que denúncia, João Francisco? Ele acha que eles têm essa intenção. É uma opinião. Se apresentar algo que seja que indique que essa opinião está correta, pode passar a ser uma denúncia. E na rede social a gente se enche de amigos de Facebook, fica rico no Banco Imobiliário e diz que o Einstein é uma besta. Quanto ao Felipe Neto, se ele é tão fraquinho assim (nunca assisti a um programa dele, então não opino), por que tanta ênfase em distribuir informações falsas sobre ele? Vontade de tomar processos e pagar indenizações?

      • Sr. Carlos, O Jornalista Allan dos Santos, do Terça Livre apresentou informações consistentes de que um tal Igor Tobias, lotado desde o dia 15/07 no TSE, fez uma varredura através de uma empresa Rohde and Schwarzs e descobriram sinais de escuta eletrônica de celular nas embaixadas da C. Norte, da China e na casa do Kakay, adv. do PT.

        Tem um documento do serviço feito pela empresa de varredura. Se for verdade que os ministros sabem deste serviço e das escutas isso é traição à pátria. Se é mentira, processe o acusador para que este tenha oportunidade de apresentar provas ou ser desmascarado.

        Não dá para fazer de conta que não há nada acontecendo.

        Distribuir informações falsas sobre Felipe Neto? Tem vídeo dele ensinando crianças a burlar o sistema que não permite que menores de 18 anos acessem a internet. Ele foi condenado por difundir informações falsas. Em junho, o influenciador digital teve decisão desfavorável no Poder Judiciário. Isso porque a juíza de Direito Giselle Rocha Raposo, do 3º Juizado Especial Cível de Brasília, condenou o “comunicador” a indenizar em R$ 8 mil o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Augusto Xavier da Silva.

        Acho que Felipe Neto não é um bom exemplo para as crianças, tampouco tem autoridade para falar contra fake news.

  2. O Procurador citado, o tal Aras, está arando, plantando e adubando mais uma semente maldita que, logo, logo, dará frutos.

      • O mesmo Aras que quer a volta à prisão do seu querido Queirós. Soltam estupradores e traficantes internacionais amigos do Lula, mas o Queirós, que fez uma rachadinha e nem condenado é tem que ser preso.

  3. O único lula que eu gosto não é a LULA, esta sim maiúscula, pois bem feita é uma delícia. Estão dando muito palanque pra este lula masculino, que de bom não tem nada. Li a primeira frase só. Será que não temos outros assuntos importantes para serem tratados. Temos de ficar lendo porcaria de lula estragado…

Deixe uma resposta