DEU NO JORNAL

O médico pediatra e marido de Eduardo Leite (PSDB), Thalis Bolzan, defendeu o governador do Rio Grande do Sul após uma declaração que rendeu críticas.

Em suas redes sociais, Bolzan publicou o pedido de desculpas de Leite, que havia afirmado estar preocupado com o “reerguimento” do comércio local diante do volume de doações.

Na legenda da publicação, o médico escreveu: “Não conheço ser humano maior que ele”.

Na terça-feira, em entrevista à Rádio Band News FM, Leite havia afirmado que “o reerguimento do comércio fica dificultado na medida em que você tem uma série de itens que estão vindo de outros lugares do país”.

Thalis Bolzan e Eduardo Leite

* * *

O “marido” do governador.

Isso é a cagado e cuspido a cara da republiqueta banânica da atualidade.

E quando diz que não conhece um ser humano “maior que ele”, está falando com profundo conhecimento.

Deve mesmo ser enooooorme!!!!

3 pensou em “GRANDE, ENORME

  1. hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!!
    Eu se me alembrei-me-se-me-se de uma piada que Zé Lezin contou:
    “Um garoto, com 10 anos de idade, morava com os pais adotivos; duas bicholêtas. Uma manhã, quando o garoto chega da escola, sobe até o quarto e passa em frente ao banheiro que está com a porta aberta. Lá dentro ele vê um dos pais tomando banho e a pêia maior que o pau de um jegue balançando. O garoto grita e diz: Papai!!! Que lapa de rôla é essa? O cara responde: Isso é porque tu não viu o tamanho da rôla de tua mãe, meu filho. Dá duas dessa!!”

  2. Tinha um colega de trabalho que era gay. Sujeito competentíssimo, correto e leal aos demais. Um dia conversando comigo falou várias vezes que o marido dele fez isso, que o marido dele era assim que o marido dele… Até que “na boa” o interrompi e disse: poxa cara não fala marido, fala companheiro. Por que? Respondi, a palavra marido só cabe na boca de mulher assim como a palavra esposa só cabe na boca de homem. Resultado, virou meu inimigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *