DEU NO JORNAL

Após um dia sem grandes surpresas, o primeiro turno das eleições deste ano ficou marcado como uma derrota da Justiça Eleitoral e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), responsáveis pela apuração e divulgação dos resultados das urnas.

A contabilidade enfrentou dificuldades inéditas, com atrasos e suspensões nas divulgações dos resultados, retrocesso que desde 1996 não era registrado numa eleição brasileira.

O sistema da Justiça Eleitoral caiu tantas vezes que o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, teve até que adiar seu pronunciamento.

O TSE divulgou esclarecimento alegando que a soma dos votos ocorria normalmente, mas a divulgação apresentava problema.

Não esclareceu nada.

* * *

Tem muita gente que tá acreditando que os resultados divulgados pelo TSE são o espelho da verdade.

Minha vizinha, mouca dos dois ouvidos, acredita piamente.

Os zamericanos tão morrendo de inveja da nossa “justiça” eleitoral.

A grande imprensa não chegou a dizer que a “pane” (eu acredito!!!) estava ocorrendo por culpa de Bolsonaro.

Não entendi a razão desta falha dos jornalisteiros.

O fato é que acompanhei o noticiário do final da tarde ontem com o pinico ao lado.

Foi grande a ânsia de vômito.

Deixe uma resposta