ARISTEU BEZERRA - CULTURA POPULAR

“Quando eu entro numa briga, meu lema é: ou mato ou morro. Se der pra fugir pelo mato eu vou, se não der… vou pelo morro.”

“A covid-19 fez o que nenhuma mulher conseguiu fazer. Fechar os bares, acabar com o futebol na TV, e manter o marido em casa ajudando nos serviços.”

“Sempre quando estou triste eu canto, porque aí eu percebo que a minha voz é bem pior que meus problemas.”

“Tem gente que tem problemas, tem gente que cria problemas e tem gente que é o próprio problema.”

” Claustrofobia: medo de lugares fechados. Exemplo: quando eu estou indo para o bar e sinto medo dele estar fechado.”

“Existem por aí mentirosos tão bons, mas tão bons, que no fim conseguem convencer os outros de que as vítimas são eles.”

“O povo diz que quem tem boca vai à Roma, pois o fogão lá da minha casa tem seis bocas e nunca saiu da cozinha.”

“Os estrangeiros dizem que o povo brasileiro é sorridente. Mal sabem eles, que a gente ri muito, mas é de desespero.”

“Existem dias que estou tão analfabeto, que não sei como o Aurélio não sai do dicionário pra me bater.”

“Eu só queria saber se a ciência que os gestores públicos estão se guiando, é aquela que afirma que o ovo faz bem pra saúde, ou a que diz que faz mal?”

“Acho que a vacina do coronavírus já chegou na minha cidade, e eu não estou sabendo. Porque está todo mundo fazendo festas e saindo para passear.”

“Eu olho para os dois lados da rua, mesmo antes de atravessar uma rua de mão única. Isso representa a quantidade de fé que eu tenho na humanidade.”

“Tem quase 6 anos que inseriram o 9 na frente dos números de celular, e ainda fazemos aquela pausa dramática antes de falar o resto do número.”

“A partir dos 25 anos, não é mais necessário ativar o despertador. As preocupações da vida já te fazem acordar, automaticamente.”

“Quando nasci, não me lembro de ter assinado nenhum contrato dizendo que era obrigado a agradar alguém.”

“Uma sensação estranha de não querer estar mexendo na internet, mas continuar mexendo, porque é a única coisa que se pode fazer.”

“Tenho meu orgulho, mas sei pedir desculpas quando a culpa é minha. Acontece que ela nunca é minha, porque estou sempre certo.”

“Amizade moderna para mim, são duas pessoas com o psicológico emocional abalado, rindo da própria desgraça e trocando receitas de remédios controlados.”

“Amor não é aquilo que quando chega você torce para que nunca acabe. O nome disso é feriado.”

“Sabe aquela roupa branca que você usou no Réveillon para atrair paz e prosperidade em 2020? Pode tacar fogo nela.”