CONSTÂNCIA UCHÔA - "IN" CONSTÂNCIAS

Abane a cabeça, levante os olhos ao teto, aperte os beiços, sopre de raiva, benza-se.

No entanto, não hesite em confessar tudo a que o amor nos condena.

Apenas a confissão, perdão pelo recurso, concederá penitência e absolvição.

Há penas…

29 pensou em “FORO ÍNTIMO

  1. Êi-la, exuberante e bela como sempre. Constância dominical, agora vespertina.
    Queria convidá-la para um café da manhã completo e típico da sua terra natal. Mas, devido à distância fico impossibilitado e agora, pelo horário, ficaria melhor um jantar.

    Conscientemente abro mão da primazia dos comentários. Pois, vou reunir o possível e o impossível para oferecer, proximamente, um café da manhã digno de uma poetisa amada e admirada.

    Começarei pelas flores dos campos, com seus perfumes sofisticados e marcantes. Os primeiros raios de sol à aquecer os resquícios da madrugada.
    A brisa do mar tocando de leve,
    pele e cabelos. O vai e vem das ondas serenas do mar, enchendo de espumas a areia da praia ou quebrando mansamente em algum pequeno rochedo.
    O sabor e o aroma das frutas frescas do verão.
    O céu azul com algumas nuvens em forma de algodão.
    O caminhar pelas terras, sentindo pés e mãos tocarem
    as florestas e montanhas onde correm os rios para desaguarem nos cursos dos seus destinos.

    Com certeza, não pode faltar uma linda música para traduzir esse esplendor de natureza.
    “Amanhecer de Beethoven”, faz jus à toda essa grandiosidade.
    Sua “Nona Sinfonia” é uma “Ode à alegria”.

    Espero que você goste e se sinta bem com essa oferta.
    Ficarei feliz e contente e com as esperanças renovadas…

  2. Diáfana poetisa maior,

    Sabedores todos que Sancho como poeta é um coco, recorro a quem entende de poesia transgressora, portanto recorro a Leminski:

    Isso de querer
    ser exatamente aquilo
    que a gente é
    ainda vai
    nos levar além.

    Publicado no livro Distraídos venceremos (1987), um livro que Sancho muito recomenda.

    Deixo o poeta de lado e recorro agora a Sancho (euzinho):
    Poetisa de cabelos cor de fogueira de São João, não lhe oferto meu coração (quem lhe disse que ela iria querer essa coisa velha que bate em seu peito, Sancho?), pois já tem dona há quase 40 anos, mas (benedicto mas), oferto a grandiosidade de minha amizade, o que pouca coisa não é…

  3. De Uruguaiana para o Seridó… Hoje a ovelha Dolly de meu rebanho deu cria. A cordeirinha linda que nasceu recebeu o nome de InConstância Ulinda.

    Amargo doce que eu sorvo
    Num beijo em lábios de prata.
    É o chimarrão amigo,
    Não a boca vermelha da moça do Seridó.

  4. Constância é sucesso absoluto. LCF fez um comentário extraordinário. Dotô Honoris Coco, idem, mas Arthur, eu não me cansei de esperar e embora sem pressa de passar, acabei vendo as imagens pelo retrovisor, na dúvida, descobri que o espelho era esférico e a distância da imagem estava mais perto do que o objeto. .

    • Pois é Carlos ……… Pretenciosamente, vou tentar …!!!!

      Falando de uma menina instigante
      Com seu charme deslumbrante
      Com seu espírito mutante
      Cabelo de fogo faiscante
      Sorriso cativante
      Declamando com essa voz cantante
      Presença marcante
      Uma poesia estimulante
      Com esse olhar aliciante
      E olhos cintilantes
      Poetisa sempre, sucesso constante

      Termino aqui sem rompante
      Pois uma concorrencia irritante
      Sempre, com comentário implicante
      Tornam o meu sonho picante
      Com um final alucinante
      Em uma experiência……… frustrante

      Resumindo ………

      Tudo muito Chocante …….. !!!!!!

      PS1: Que possam me perdoar, a Musa, Berto e os BRILHANTES, Sancho, LCF e Assuero, mas eu não consegui resistir e tinha que tentar…….. rsrsrsrsrs……

      PS2: Não sei se foi comunicante, mas obviamente suplicante

      • Arthur, deslumbrante! Meu muito obrigada abundante e um beijo estrelante. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

  5. Começar a semana assim, com algo tão arretado, já me dá a certeza que terei dias profícuos pela frente.
    Rambora “apenas” cumprí-los, nos alegrando em cada um deles.

  6. Que mulher poderosa essa Constância Uchôa. Não é verdade senhores?
    Conseguiu reabilitar um monte de mentes lentas e amnésicas.
    Rapidamente transformadas em sensoriais criadoras de versos e poemas tocantes e comoventes.

    Eu mesmo, que já fui toalha felpuda e hoje sou pano de chão. Estou me sentindo fralda (das antigas, de pano, hein!) de bebê, intacta na embalagem.

    Proponho homenageá-la por tamanho feito. Coloquemos nossos cérebros novos e recuperados em funcionamento.

    Por ser tão alvinha, poderíamos chamá-la de Branca de Neve e os véios babões. Não vou quantificar porque são muitos. Mas, no Seridó não tem neve e sim algodão, que é branquinho também. Poderia ser Branca de Algodao…

    Com sua gentileza, carinho e atenção que ela tem com todos nós. Poderíamos pedir-lhe como prova da nossa gratidão. Que ela
    fundasse uma creche direcionada para o atendimento de portadores de senilismo recuperado. Daríamos o nome de 4C(s). Creche Constância Cocoon de Caicó. Nunca mais iríamos envelhecer.

    Por falar nisso querida Constância. Como eu não posso voltar no tempo. Eu posso esperar você chegar na minha idade?

    • Pois é….

      Lutar e tentar ganhar a concorrência

      Siga o líder e o supere se for capaz……………

      Tentando …….!!!

      PS1: Não vá ficar chorando pelos cantos se a tentativa for bem sucedida, hein..!!!!!

Deixe uma resposta