2 pensou em “FOLHA PUBLICA CONVERSAS DE ALLAN

  1. Já há vários antecedentes do STF que proibiram quebra do sigilo da fonte jornalística. Sempre para o lado da canhota. Verdevaldo é um exemplo disso.

    A Foice e demais coligadas se referem ao Allan como blogueiro bolsonarista e à estagiária como informante. O certo é jornalista e fonte, cujo sigilo são protegidos pela CF.

  2. Desesperados por serem humilhados seguidamente por um único homem, velhos políticos velhacos, intelectuais embolorados, artistas devotos de São Rouanet, imprensa e parte do judiciário não estão mais se importando em destruir uma nação, desde que consigam abater o presidente Bolsonaro. Para eles, os fins justificam os meios.
    Nenhum deles têm compromisso com o amor à pátria. Amam, entusiasticamente, o poder. Não poupam esforços na tentativa cobri-lo com o manto da ideologia, mas o circo é grande e a lona pequena. O que sobra é só o poder.

Deixe uma resposta