GOIANO BRAGA HORTA - ARCO, TARCO E VERVA

Pedro José Barusco Filho nem era o chefão da Petrobras; engenheiro, ocupava o cargo de Gerente de Serviços, quando a Operação Lava-Jato descobriu seu envolvimento na rede de corrupção que envolvia a empresa pública e algumas empreiteiras, especialmente a Odebrecht. Fez “delação premiada”, devolveu uma grana preta para os cofres públicos e terminou recebendo em 2015 a pena de 18 anos e quatro meses em regime aberto diferenciado, terá de usar tornozeleira eletrônica por dois anos, não poderá sair de casa entre oito horas da noite e seis da manhã, tendo de prestar 30 horas de serviços comunitários por semana.

Em outubro de 2015 a Folha de São Paulo noticiou que um dos colaboradores da Operação Lava Jato, o ex-gerente-geral do setor Internacional da Petrobras Eduardo Musa, relatou que desde 1978, quando entrou na estatal por concurso público, ouve falar de pagamentos de propina na estatal. A afirmação foi feita sob regime de delação premiada, que exige provas em troca de redução de eventuais penas, e indica que os esquemas de corrupção já estavam em curso quase 40 anos antes de a Polícia Federal ter deflagrado a Lava Jato, que abrange somente o período compreendido entre 2004 e 2014.

Das inúmeras delações feitas no regime de colaboração premiada, não constam acusações a Ernesto Geisel, que foi o presidente da república de 1974 a março de 1979, em plena ditadura militar, época em que, alegam os admiradores daquele regime, “não havia corrupção”.

Além do Geisel, tivemos ainda o João Batista Figueiredo, ainda na época do, digamos, “regime militar” , quando, tu ficas quieto se não já sabes, não havia corrupção, nem tortura, nem julgamento sumário nem nada, embora se diga que desde 1978…

Aí, veio o Sarney, já superado o militarismo, de abril de 1985 a março de 1990, seguido do Fernando Collor, até 1992, sucedido pelo Itamar Franco, até 1995, substituído pelo Fernando Henrique Cardoso, que ficou dois períodos e deixou o cargo em 1º de janeiro de 2003.

Garante-se que até então, 2003, havia corrupção, desde sempre, inclusive na Petrobras, como é mais que sabido, e foi eleito presidente o Lula, que governou até 2010.

Se antes a corrupção, inclusive na Petrobras, não dava as caras, foi nos governos de Lula e Dilma que ela pôde ser devassada, uma vez que a Polícia Federal foi fortalecida (tanto que suas operações passaram de umas poucas dúzias para quase mil e trezentas no seu governo), o Ministério Público nunca esteve tão prestigiado e a Justiça Federal, que, em 2003, tinha cerca de 100 Varas em todo o País, chegou a 513 Varas, em 2010, ou seja, foram criadas 413 novas Varas da Justiça Federal, com um juiz titular e um substituto. Além do que, sabe-se, todas essas instituições funcionavam com absoluta liberdade, sem interferências do Poder Executivo.

Ora, nesse panorama temos o presidente Lula apontado como responsável pela corrupção na Petrobras (e porque não por toda a corrupção no País?) e condenado por ter, pretensamente, recebido aparelhos, obras e serviços em dois imóveis considerados como sendo de sua propriedade (sem que a titularidade sequer tenha sido provada) – sabem por quanto? Enquanto um simples gerente da Petrobras, corrupto confesso, devolveu aos cofres públicos mais de quatrocentos milhões de reais, e certamente abocanhou muito mais do que isso durante anos e anos de atividade ilegal, os “favorecimenos” feitos a Lula pelas empreiteiras, pelos quais foi condenado, não devem chegar, mesmo corrigidos aos dias de hoje, nem a cinco por cento dos mais de quatrocentos milhões de reais que um só, só um dos corruptos confessos, devolveu ao Erário.

É pouco razoável que o presidente da república, considerado o cabeça, controlador, organizador, centro e aproveitador da corrupção, tenha dela participado para não receber nem cinco por cento da propina de apenas um dos corruptos confessos (nem foram incluídos neste raciocínio outros confessos, como Paulo Roberto Costa, Renato Duque e Nestor Cerveró, que também corrigidos dariam hoje mais centenas de milhões de reais devolvidos).

Ainda agora a direita, atuante como nunca, brada que basta pôr em pesquisa na Internet a frase “maior ladrão do mundo” que o nome que aparecerá será o de Lula, ainda que sua vida tenha sido revirada e além dos alegados “favores” feitos por empreiteiras como contrapartida por atos de corrupção de Lula nem um centavo tenha sido encontrado que não tenha sido obtido honestamente.

O pior é que até apoiadores de Lula tenham acreditado e abandonado não só Lula, como a ideologia de assistência aos desfavorecidos e demais pautas de esquerda, para colocar a direita no poder e vivermos as conquistas enlameadas que nos assombram diariamente.

Não há mal que sempre dure, poderemos ver a esquerda triunfante nas próximas eleições, quem sabe com Lula no governo.

Hoje, dia 20 de fevereiro de 2020, faltam 1.046 dias para ser dada a descarga.

35 pensou em “FALTAM MIL E QUARENTA E SEIS DIAS

  1. Sempre houve corrupção no Brasil ,desde sua descobertas. Só que antes ela era mais reduzida e difícil de ser identificada por causa de seu tamanho. Mas após a chegada de Sarney , a sarna se espalhou. Viram se em posições de sugar o povo manipulado pela imprensa que queria uma fatia maior no saque aos cofres da nação, e hoje boa parte dela trilha a mesma vereda. Com a chegada ao poder do pt & bando , a coisa se tornou absurdamente grande . Aí criminosos com estratégia e sabedores que o povo em algum tempo cairia na real , resolveram criar como sempre escreveu nosso querido mestre “”trocentas ” varas , para enfiar no cu do povo decisões absurdas ,para continuar a ladroagem e livrar estes criminosos da cadeia , muitos deles até antes de lá se encontrarem. E em alguns casos o substituto como um tal de Rogério Fraveto que ficou famoso no caso do meliante. Os apoiadores de lula continuam as suas “obras” , cagando por todo canto , e os que votaram nele enganados pela propaganda da esquerda é que deram descarga naquela merda. Falta quanto para o povo dar descarga no resto de merda que ainda ficou grudado no vaso ? 1045 dias ? . Bom , Bolsonaro ja usou o desentupidor agora a dona de casa faz uma higienização e tudo fica limpo. Pede para algum “”camarada” , “cumpanhêro” criar uma CPI, CPMI , ou qualquer coisa do ramo e leva sua mentirada toda . Aquela contra Bolsonaro foi muito divertida.

    • O raciocínio de Joaqumfrancisco é no mínimo tortuoso: ele acredita que o governo do Lula, ao criar trocentas e caralhada varas da Justiça Federal, o fezpara enfiar as varas não para ampliar a distribuição da Justiça.
      Pelo pensamento bolsojoaquimfrancisconariano, quando tu crias delegacias, tu estás aumentando a v iolência e a insegurança, quando co nstróis hospitais tu estás dando um jeito de fazder o povo ficar doente e assim por diante.
      Palmas, cumprimentos efusivos ao pensamento da nova direita brasileira.

      • Ah! como é magnifico teu ratocínio ( a palavra saiu errado sem querer) . Inventa mais , mas usem um porco ( a palavra saiu errada de novo ) mais de criatividade. Veja a cpi criada pelos ladroes , veja o babaca que como o outro babaca defende greves contra a nação , tentar atropelar pessoas e fingir que um tiro de bala de borracha quase o matou . Tem vídeo dele mesmo na net , sorrindo ou rindo da própria patuscada. Deixa as FFAA assumirem o controle lá , depois tente passar com uma retro em cima da tropa. Vai ser interessante !.

  2. Gostei da parte do texto que diz:
    “os “favorecimenos” feitos a Lula pelas empreiteiras, pelos quais foi condenado, não devem chegar, mesmo corrigidos aos dias de hoje, nem a cinco por cento dos mais de quatrocentos milhões de reais que um só, só um dos corruptos confessos, devolveu ao Erário.”
    Vejamos que 5% de 400 milhões são apenas R$ 20.000.000,00(vinte milhões de reais). Realmente é muito pouco para um cara que foi apontado pelo MP como chefe de quadrilha.

    Voltando ao texto que fala no presidente Figueiredo que não foi acusado de enriquecimento. O general terminou a vida com apenas um apartamento e um carro, já o ídolo do Goiano teve bloqueios de mais de 15 milhões na conta corrente, mora numa cobertura que tinha anexado a cobertura vizinha alugada do primo do Bumlai, sendo que o primo disse que nunca recebeu nenhum centavo de aluguel.
    A cobertura foi comprada depois que o primo do Bumlai recebeu pela venda do “direito de posse” de um terreno que a Odebrecht comprou para fazer o Instituto Lula e mais tarde foi abandonada a idéia, conforme está no processo de lavagem de dinheiro que envolve alguns ídolos do Goiano.

    Poderiamos falar a reforma do triplex, apartamento comprando em 2006 e pago em 19 parcela conforme declaração do IR colocada no processo.

    Poderiamos falar do sítio do sócio do filho que foi reformado pelas mesmas empreiteiras envolvidas na corrupção e foi usado mais de 200 vezes pelo casal e nunca pelos donos.

    Enfim em 2022 será dada a descarga sim, vamos limpar do congresso todos os partidos que ontem e hoje estão envolvidos com a corrupção.

    • Caro anônimo a verdade está la fora
      1) Os favorecimentos a Lula não chegam nem perto de vinte milhões de reais, some aqui e ali, aplique correção monetária e se der dez milhões tá estourando. Está certo que qualquer um de nós nos consideraríamos ricos com dez milhões de reais, mas, convenhamos, em termos de propinas que bem pesadas devem andar pela casa do bilhão, a quantia atribuída a Lula, objeto das condenações de Moro e de Hardt, seria uma merreca. Ou Lula é o chefe e tem pelo menos quinhentos milhões de reais costurados no colchão e a Polícia Federal é babaca e não achou, ou Lula não participou de corrupção. Como os processos nos quais Lula foi condenado são um primor tanto de irregularidades processuais como de ausência de provas concretas (ficou-se em ilações, suspeitas, desconfianças, deduções e achismos), a ausência até de percepção de vantagens proporcionais aos crimes e à pretensa posição de Lula entre os bandidos nos oferece, a nós que, apesar de petralhas cachorros, safados e moleques, somos inteligentes, o panorama da relidade – as condenações de Lula foram obtidas de modo equivocado e irregular.
      2) Não acusei qualquer presidente de corrupto, nem Geisel, nem Figueiredo, nem Sarney, nem Collor, nem Itamar, nem FHC; o que se diz é que desde os governos deles havia propinoduto na Petrobras e que só foi levantado nos governos do PT, exatamente cujos os quais reforçaram a Polícia Federal, o Ministério Público e o Poder Judiciário, com medidas concretas, como,a criação de centenas de varas da Justiça Federal.
      3) A fortuna de Lula, como demonstrado no inventário de dona Marisa, que engloba todos os bens do casal, é modesta, não fosse pelos sete milhões de reais recebidos por palestras, que foram consideradas regulares, efetivas, dadas e pagas segundo o cachê normal de um ex-presidente da república popular como o Lula. Toda essa fortuna, constante no inventário, eram, se não me engano, dois apartamentos e um sítio modestos (bens antigos da família, desde antes da presidência), dois automóveis de classe média e alguma poupança. Qualquer servidor público de nível superior tem apartamento, casa, dois ou mais carros, alguma poupança, sem ter roubado da Petrobras. A oposição a Lula devia ser mais raciocínio e menos fé, meu caro a verdade está la fora.
      4) Não devemos sentenciar em juízo e nem mesmo formar nossa opinião com fatos não esclarecidos devidamente, obscuros, nebulosos, sob investigação e coisa e tal, como por pura fé tu fazes, baseando tuas ideias em tal tipo de convicção: A primeira coisa que deverias saber é que os juízes determinam os bloqueios de bens em valor estimado do que possa ser o prejuízo em apuração, para evitar que a pessoa lance mão dos recursos antes da penhora. O fato de o juizdeterminar o bloqueio de quinze milhões de reais do Lula não significa, necessariamente, que ele disponha de bens nesse valor. Na verdade , o inventário de Lula ficou em aproximadamente onze milhões de reais. Como eu disse antes, os bens de Lula são modestos, praticamente saiu com o que entrou na política.
      5) Lula não deve ser considerado uma pessoa que não tinha de onde tirar algum nível de vida: foi deputado federal, rendimento de, só o subsídio puro, quase quarenta mil reais por mês, fora as vantagens, e presidente da república por oito anos, com tudo pago, salário idem de quarenta mil reais por mês, oras, se tu ganhas quarenta mil reais por mês por doze anos e continuas fudido tu tens a mão furada.
      6) Deves estar enganado: o tríplex não foi colocado no IR.
      7) Que o sítio era frequentado por Lula é notório e nunca foi negado; nem que houve reformas, mas tu não pensas e não vês que esses elementos não poderiam servir como prova de que Lula recebeu benefícios em troca de atos de corrupção, porque nem os delatores afirmaram isso, nem isso foi provado, nem demonstrado inequivocamente, embora não haja dúvida de que os serviços foram realizados no sítio e no apartamento. Os servidores públicos da alta administração queprestam serviços em órgãos de relevância decisória, são frequentemente assediados por fornecedores, que querem dar presentes e fazer favores mesmo que essas autoridades não estejam agindo irregularmente em seu favor (empreiteiros declararam que fizeram isso quanto a Lula: favores). Quando o servidor aceita alguma vantagem, sem contrapartida em atos de corrupção, seu comprometimento é ético, não criminoso.
      8) Hoje, dia 21 de fevereiro de 2020, faltam ainda 1.045 dias para darmos a descarga em Jair Messias Bolsonaro e toda a equipe suja e mal lavada que o acompanha.

      • Com 20 milhões ele conseguiria pagar o escritório de advocacia que o defende, todas as custas de todos os processos, recursos impretrados, advogados da Rose Noronha? Afinal a fonte das palestras secou a muito tempo.

        • Airton, tu vives procurando chifre em cabeça de cavalo para firmar tuas próprias convicções, fazendo perguntas que podem ser facilmente respondidas, cujas respostas são públicas e notórias, estão à disposição na imprensa, como a de que o PT se encarregou de pagar despesas com a contratação do Zanin para defender o Lula. O defensor da Rose Noronha declarou à Veja que as despesas da defesa dela foram pagaspor ela própria. Teve o Palocci “delatando” (tu já vistes o buraco em que têm caído as delações do Palocci) dizendo que a Qualicorp pagou advogado de Noronha,o que teria sido desmentido com provas (está na mídia, basta se dispor a ter o trabalho de pesquisar). Vejo um nível de pura implicância em algumas coisas.

      • Acho que o Goiano deveria procurar no dicionário o que quer dizer “OCULTAÇÃO DE VALORES” , pois o crime principal é disfarçar a propina para ocultar do fisco.
        Na declaração do IR não está o triplex realmente está uma cota de um apartamento que no contrato achado na casa do Lula tinha o número do triplex, deve ser coincidência, apenas isto. Tem outras coincidências como a reforma da cozinha do apto ter os mesmo mobiliário da reforma da cozinha do sítio, que foram comprados no mesmo dia pela mesma empreiteira e com pagamento em dinheiro vivo para a fabricante de cozinha e móveis planejados.
        Coincidência o Lula e a Marisa acompanharam com visitas regularmente as reformas e orientarem sobre como queriam que fosse feitos aos engenheiros e projetistas. Visitas com fotos, e registro dos seguranças federais e no GPS dos carros oficiais. Por que eles iriam reformar algo que não eram deles??? Coincidências

        Agora o Goiano está querendo que os corruptos passem recibos dos dinheiros que recebem e registrem em cartório. Está lendo muitos texto publicados pelo Zanin.

        • Acho que o anônimo a verdade está lá fora continua procurando piolho em careca.
          Disfarçar a propina para ocultá-la é o que se pode compreender como lavagem de dinheiro e a cota ser de um apartamento e existir, como se diz que foi encontrado, um formulário sem assinaturas contendo o número do apartamento da cota rabiscado com o número do tríplex, seria como eu cobrar de ti o milhão de reais do cheque que tenho em meu poder que tu não assinaste.
          A verdade é que no documento de “proposta de adesão sujeita à aprovação”, não assinada por Lula, no valor de R$ 200 mil, como se fosse uma intenção de adquirir o imóvel, há uma rasura escrita “TRiPLEX”. Essa seria a prova documental. Como apontam inúmeros criminalistas, não é possível ignorar toda a documentação de garantia e propriedade do imóvel para canalizar a condenação com base em um documento que não tem qualquer valor de propriedade, muito menos está assinado e, não bastasse, é uma rasura. Mas, se fosse um contrato, seria um documento de interesse de aquisição por valor determinado.
          Consta que Moro descreveu a série de reformas que a OAS fez no imóvel e uma conversa entre Léo Pinheiro e Paulo Gordilho, Diretor de Engenharia e Técnica da OAS Empreendimentos, onde eles tratavam do chefe [que seria Lula], da madame [que seria Marisa] e Fábio, filho do casal. Na conversa, Paulo disse a Léo que o imóvel estava pronto para eles visitarem e Léo Pinheiro foi avisado sobre reformas feitas para agradarem o ex-presidente, para que ele, então, ficasse com o apartamento. O que ficou claro pelos depoimentos é que Léo Pinheiro de fato pretendia que Lula ficasse com o imóvel e até tentou adaptá-lo para servi-lo melhor, mas não ficou comprovado a compra, o usufruto ou a entrega do bem.
          Quanto às “frequentes visitas”, nas audiências, Lula afirmou ,que chegou a visitar o imóvel uma única vez, mas decidiu não comprá-lo, apesar da intenção da construtora. Marisa visitou outra vez o apartamento e também nunca mais voltou, e não apareceram provas de que isso não correspondeu à verdade.
          Esse papo de que corrupto não passa recibo é uma forma de dizer que todo indicado, réu, suspeito ou investigado é culpado de corrupção e não precisa de provas porque corrupto não passa recibo. Chama-se a isso falácia argumentativa.
          Tortuosamente, o anônimo a verdade está lá fora assegura que Lula tem a fortuna que ele acha que tem, porque o fato de ele não ter escriturado esse dinheiro prova que ele o escondeu, porque ele, o Lula, é corrupto e corrupto não escritura a grana nem passa recibo.
          O anônimo segura-se nas suas razões, inorando que faltam 1.044 dias para dar a descarga, porque hoje ainda é 22 de fevereiro de 2020.

  3. Paulo Francis disse em 1994 que toda a diretoria da Petrobrás era corrupta e que aquilo era uma caixa preta.

    Foram processá-lo em NY e ele perdeu uma ação de milhões de dólares, o que o deixou quebrado, amargurado e o levou à morte.

    Lula dividiu a Petrobrás em 3 partes: A do PT – com o Renato Duque – Diretor de serviços, diretoria que fura poços; P R Costa – Diretoria Abastecimento – PP e Nestor Cerveró – PMDB. Juntos foram responsáveis por desvios da ordem de dezenas de bilhões de reais até onde se sabe. Ou estão presos ou cumprindo penas.

    Os 3 fizeram delações e confirmaram o que está colocado acima; porém a defesa do Lula diz que ele não sabia de nada, que nem desconfiava do que acontecia debaixo de seu nariz.

    Não foram só os 3 diretores que denunciaram, as empreiteiras (havia um clube delas para se aproveitar do butim), outros funcionários, o Palocci, todos caminharam numa direção. A ordem de fazer o que eles fizeram vinha de cima, apontando para o Lula, o inocente.

    O Bolsonaro? Acusam-no de muitas coisas: homofóbico, Misógeno, Fascista, nazista, taxista, boca suja; porém de corrupto jamais. E olha que ele ficou 28 anos na Câmara Federal.

    Ocorre que como era do baixo clero, nunca indicou ninguém para cargos no governo, nunca participou de comissões, foi líder de partido, foi relator de projetos; nada disso, pois para isso era necessário ajoelhar e rezar, se é que me entendem.

    • É incrível, mas Franz Paul Trannin da Matta Heilborn era carioca. Conhecido como Paulo Francis, era um jornalista combativo, por vezes feroz. Em 1996 acusou publicamente, em programa da TV norte-americana, diretores da Petrobras de terem 50 milhões de dólares em contas na Suíça. Não podia provar, foi processado, os acusados pediram indenização de 110 milhões de dólares, o que o amargurou profundamente, da qual desistiram após sua morte. A contrariedade pode ter contribuído para sua morte por um ataque cardíaco, que fora de início tomado como uma simples bursite.

    • Beni, o desespero já devia ter tomado conta de quem votou em Jair Messias Bolsonaro para presidente da república. Para nós, estamos marcando na parede com a tranquilidade de quem está confinado em uma cela fria, úmida e escura, com ratos e baratas para apurrinhar.

  4. Goiano se apoia neste texto
    ” Em outubro de 2015 a Folha de São Paulo noticiou que um dos colaboradores da Operação Lava Jato, o ex-gerente-geral do setor Internacional da Petrobras Eduardo Musa, relatou que desde 1978, quando entrou na estatal por concurso público, ouve falar de pagamentos de propina na estatal..
    para fazer a sua narrativa .
    Pergunta o tal Musa apresentou algo que a PF possa investigar ou só ficou no ” ouvi falar ” ?

    • Airton, tua pergunta é evasiva e capciosa, manhosa e ardilosa, quer confundir para levar a escorregos, porque, se realmente, havia propina na Petrobras desde 1978, como afirmou o delator Eduardo Musa, o teu mundo cai por terra.
      O FHC disse em seu livro que foi alertado da corrupção da Petrobras em 1996 (estou dizendo de memória, espero não torcer nada).
      O Paulo Francis denunciou e não provou corrupção na Petrobras em 1996.
      Agora, o golpe de misericórdia, Airton: Em depoimento à CPI da Petrobras, o executivo da Toyo Setal Augusto Mendonça Neto revelou aos parlamentares que o esquema de corrupção da estatal começou no final da década de 90 – a partir de 1997 até os dias atuais – em uma ação conjunta entre as diretorias de Abastecimento e de Serviços.

      • Mais uma vez pergunto : o que foi fornecido de substancial para uma investigação? Ou com as informações anteriores porquê o homem mais honesto da face da Terra não mandou a PF investigar?

        • Airton, onde queres chegar?Acho que não entendi bem a pergunta, ou o que pensas que sejam os crimes do Lula: seria o crime dele o de não ter mandado investigar?E isso tendo tido elementos substanciais para mandar investigar? Pensa aí e depois fala pra gente.

  5. ***
    Grande Goiano,
    Seus argumentos são irretorquíveis, posto que verdadeiros.

    A nomenclatura e a classe política governante brasileira (exotérica e esotérica) são um gueto fechado e nele pobre não entra.
    Há na legislação pérolas como a fidelidade partidária que obriga o eleito a obedecer aos caciques do partido (escolhidos sabe Deus como) em detrimento de obedecer aos eleitores que nele votaram…
    Faz o que dono do partido manda, não o que sua consciência dita. Ou a vontade do povo que o elegeu.
    E está claro que Lula foi escolhido pelos dirigentes para ser malhado publicamente como um judas.
    Ele não é do meio, entende?
    É um pobre enxerido que ousou sentar a mesa da casa grande.
    Atente! Melhor, como dizia o mão santa, atentai bem!
    A nossa sociedade é uma sociedade dividida em classes e Lula, egresso da pobreza, foi o otário ideal para levar a culpa de tudo.
    Ele não pertence e nunca pertenceu à classe dirigente.
    E é só isso.
    Os acertados argumentos que você usa são baldos e encontram ouvidos moucos, pois vem de fora do círculo da elite que governa esta abençoada terra, transformando-a lugar mesquinho e pequeno, bem menos do que realmente poderia ser.
    Mas, Lula sabia disso tudo quando entrou na curriola, então de inocente ele não tem nada, acredito eu, mas posso estar errado.
    Só que não cola pensar que qualquer político não saiba exatamente o que a política e o governo são.
    *

    • É verdade, Saniasin, o político pode entrar ingênuo e inocente, mas logo saberá que está em um ninho de cobras ou em um terreno de areais movediças; e perceberá que não pode ser inocente, pois terá de fazer concessões para que suas ações e intenções prosperem (para nem falar de vantagens pessoais -muitos políticos fazem concessões para conseguirem que seus projetos úteis possam ser aprovados e virar lei).
      Quanto ao Lula, vejo-o como uma pessoa exremamente capaz, grande estadista, e que de certa forma, adaptando-se ao esquema da política (talvez como forma mesmo de conseguir governar como pretendia) deixou que as condições para que a direita o crucificasse surgissem.
      Agora, é correr atrás do prejuízo.
      Se conseguir sair dessa, dar a volta por cima, terá aprendido bem mais, estará mais escolado e descolado.

      • ***
        Capaz, inteligente, sagaz e estúpido o suficiente para achar que sendo de origem pobre seria alguém no meio da elite governante.
        Foram escorraçados com um piparote, como se viu no impeachment de Dilma.
        Este o destino dos “mãe preta e pai joão” que acreditam que sinhozim é bom…
        Isso é “Coisa da antigas” já dizia o sambista.
        “Na tina vovó lavou,
        Vovó lavou”…
        Eparrei Oyá.
        Canta Clara Nunes!
        *

  6. Não sou advogado, mas pelo que li aqui mesmo no JBF existe uma tal de prescrição que já foi usada várias vezes, tanto pela direita como pela esquerda (apesar que tanto a esquerda quanto a direita são ambi-destras). Mas,nem por isso, devemos perdoar a roubalheira quando denunciada, julgada e condenada! Alguns dizem que o juiz está perseguindo alguém, mas o juiz na verdade são três juízes de 1ª instância e três desembargadores em 2ª instância. Desse jeito podemos entender que abaixo da 2ª turma do stf todos os julgadores são servidores da CIA!

    • Chatonildo, quem se favorece da prescrição não é, a meu ver, a direita ou a esquerda, é o indivíduo contra o qual o Estado dormiu. Seja culpado ou inocente, ocorreu a prescrição, babou.
      Quanto a esse papo de que o cara foi julgaod e condenado por um caralhão de juízes e por isso TEM DE SER culpado, é furado.
      Sim, é claro que as probabilidades de um réu condenado em todas as instâncias .ser culpado mesmo são grandes, mas esse não é o argumento definitivo, pois caso contrário erros extraordinários não teriam sido descobertos mesmo após tais condenações.
      Lembra do caso do Finch que foi condenado à morte, passou 43 anos na prisão e depois provou-se sua inocência? Pois é, felizmente sua pena capital foi comutada e passou para prisão perpétua, se não ele teria sido executado e só depois de morto é que sua inocência seria provada.
      Aqui mesmo há vários exemplos, lembro que não faz muito tempo um sujeito foi condenado a 18 anos por estupro, cumpriu dois anos e só foi inocentado após recurso ao pleno do Tribunal de Justiça – foi na Paraíba, pode pôr aí no Google.
      Se quiser pesquisar vais ver, mas o caso do Lula é muito particular, trata-se de um político julgado em ambientes completamente contaminados, como não bastaram as suspeitas de irregularidades em seus julgamentos, pois tá ai o The Intercept, né?

      • Chatonildo é veterano no JBF, temos falado sobre Lula e as acusações contra ele, e, muito antes do The Intercept, explorávamos aqui as irregularidades existentes nos processos, mas os que procuram dinheiro em bolso furado sempre dão um jeito de inventar uma bobagenzinha para tentarem basear suas crenças inúteis e despovoadas de que Lula praticou corrupção.
        Nem adianta demonstrar que o tipo penal da corrupção dispõe a conduta como “solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem”. Como explica o criminalista Fernando Hideo, é necessária a aceitação da promessa ou efetivo recebimento da vantagem indevida e a contrapartida do funcionário público. Moro sustenta que o ex-presidente foi condenado “pelo recebimento de vantagem indevida do Grupo OAS em decorrência do contrato do Consórcio CONEST/RNEST com a Petrobrás”.
        Entretanto, explica o criminalista: “o pressuposto mínimo para essa condenação seria a comprovação (a) do recebimento da vantagem (a tal “propriedade de fato” do apartamento); e (b) da contrapartida sobre o contrato do Consórcio CONEST / RNEST com a Petrobrás”.
        Moro não argumenta sobre nada disso. Aliás, para escapar desse beco sem saída, o magistrado afirmou que “basta para a configuração que os pagamentos sejam realizadas em razão do cargo ainda que em troca de atos de ofício indeterminados, a serem praticados assim que as oportunidades apareçam” – escreveu na sentença, como lembrado por Lacerda.
        Em seguida, na sentença, o magistrado reconhece que não comprova o ato de corrupção: “Na jurisprudência brasileira, a questão é ainda objeto de debates, mas os julgados mais recentes inclinam-se no sentido de que a configuração do crime de corrupção não depende da prática do ato de ofício e que não há necessidade de uma determinação precisa dele”.
        Por esse caminho tem ido, muitas vezes, a Lava-Jato, pela “inclinação de julgados mais recentes”, ainda que a “jurfisprudência brasileira” debata a questão.
        Jurisprudência: “conjunto de decisões dos tribunais, ou a orientação que resulta de um conjunto de decisões judiciais proferidas num mesmo sentido sobre uma dada matéria ou de uma instância superior”.

        • A tal bobagenzinha é uma reforma na cozinha de um sítio que não é de sua propriedade, que segundo ele foi solicitada pela falecida esposa. Que o dono com escritura do sítio disse em depoimento que achava que quem iria pagar a reforma era a falecida e o marido. Que os donos das construtoras envolvidas fizeram essa reforma porque queriam ficar de bem com ele e que ele nem sabia porque as construtoras queriam fazer a reforma apesar de haver falado com os representantes delas sobre essa reforma (tem fotos e ele confirmou que os representantes das construtoras foram ao sítio discutir sobre essas reformas), mas segundo os seguidores da seita não há provas uma vez que o deus não assinou, com firma reconhecida, nenhum contrato com pelo menos assinatura de duas testemunhas com firmas reconhecidas e registrado em cartório. As mensagens do caseiro contando do dia a dia no sítio não significam nada uma vez que seria apenas um modo do caseiro não ser esquecido por deus. Mas isso são apenas dois causos e não provas. Como o Goiano gosta de dizer: eita porra, que porra de prova é essa porra.

  7. Se um mero subdiretor da PETROBRAS amealhou essa quantidade de dinheiro onde se esconderá toda a fortuna que Lulladrão guardou?

    • Deve ter espalhado pelo mundo para dificultar para a justiça. Uma parte talvez esteja na França . Mesmo porque para esquerdista , roubar é direito adquirido.

      • Joaquimfrancisco, tens facilidade de xingar dezenas de milhões de brasileiros esquerdistas de ladrões.
        É uma lástima que alguém faça comentários tão irresponsáveis, seja aqui no Jornal da Besta Fubana, seja onde for, desrespeitando seus compatriotas.

        • Mas é exatamente isto que fazes!, ofendes aos outros depois quer dar uma de santo , aliás como teu santo patrão.
          Eu também acho uma lástima que alguém publique aqui no Jornal da Besta Fubana ou seja lá onde for uma calúnia digo , coluna que desrespeite tanto seus compatriotas com tanta lorota e conversa fiada , tanta defesa de criminosos , corruptos , gente se é que são , da pior espécie , traidores da pátria e inimigos do país que sugam os cofres públicos , se locupletam do erário. Depois se juntam para se fazerem de vítimas . Mas apesar dos pesares tua coluna nos diverte e em parte ajuda desabafar ao escrever um comentário . Aqui brincamos , insultamos e recebemos insultos . Fazemos o contrário do esquerdoido teu amigo que tenta assassinar as pessoas usando uma retroescavadeira , coisa de esquerdista, e só para escrever sobre um fora os restantes. E eu é que sou o irresponsável.

          • Por falar de “coisa de esquerda”, meu caro irresponsável, é até engraçado ver as classificações de esquerda (em uma das quais está incluído o atual partido do Ciro Gomes, o PDT, e que já foi do PMDB,do PSDB, do PPS, do PSB e do PROS), que são, dentre outras, esquerda, extrema esquerda, esquerda conservadora, centro esquerda, centro esquerda liberal, esquerda trabalhista e até esquerda secular… é mole? Portanto, deves esclarecer a qual esquerda se refere a “coisa de esquerda” e quais são as esquerdas cujos adeptos sejam ladrões, ou se somos todos safados, ou sim, não, mais ou menos ou absolutamente.
            Enquanto isso, marco mais um dia na parede.
            Hoje, 22 de fevereiro de 2020… faltam… 1.044 dias para dar a descarga na direita, ou melhor, nas direitas.

            • Sim , como sempre confessas : são todos cachorros, moleques e safados. E existe esquerda , mas se tiver duas , três , quatro ou cinco ,é para fazer mais sujeira , roubos ,intrigas , acusações falsas, desvios de todos os tipos , ora é só ver as notícias. Estas sujando a parede que depois terás que raspar e pintar . Porque não usas um rolo de papel higiênico ?. Deixa de mi-mi-mi .

              • Joaquimfrancisco, o papel higiênico já estamos usando, mas a descarga será dada daqui a 1.024 dias, uma vez que hoje ainda já quase acabando é dia 22 de fevereiro de 2020

    • Pois então, Luiz Cesar, é a pergunta que não quer calar.
      Onde será que está tão maravilhosamente bem escondida a fortuna do Lula que ninguém encontra, mesmo vasculhando toda a vida de Lula?
      Isso não te incomoda?
      Não, né? Claro que não, porque tuas certezas são inabaláveis.

Deixe uma resposta