DEU NO JORNAL

Seguradoras de saúde dos EUA têm isentado clientes das mensalidades durante a paralisia da economia pela pandemia, por saberem dos efeitos econômicos avassaladores do isolamento.

Os clientes continuam cobertos e não precisam pagar retroativamente.

Bem diferente da Agência Nacional de Saúde (ANS) aqui no Brasil, que entrou na Justiça para que as operadoras “parceiras” não fossem obrigadas nem mesmo a pagar pelos exames de covid-19.

* * *

Gostei desse “parceiras” entre aspas na notícia aí de cima.

Coisa mesmo de Banânia.

Fiquei curioso pra saber se o Ministro da Saúde, ao qual a ANS é vinculada, tem conhecimento disto.

Como diz o colunista fubânico Jessier Quirino, aqui no Brasil o melhor plano de saúde é não adoecer.

2 pensou em “FAÇA SEU PLANO

  1. Realmente, quem sofre é o povo. E quanto a Ministério da Saude, tem lá um interino profundo conhecedro de logística.

    Mas por aqui, bem que a Justiça poderia agir obrigando os planos de saude a suspenderem os pagamntos, sem retroatividade. E também vale para os demais credores (bancos, principalmente)

  2. Infelizmente o atual ministro militar da saúde pode até saber, mas tem noção de que a justiça aqui neste país da banana manda mais do que presidente. E só lembrando que diretor de agência reguladora tem mandato e não pode ser simplesmente substituído . A nao ser por um jipe com um recruta e um cabo

Deixe uma resposta