A PALAVRA DO EDITOR

Dilma Rousseff, vocês devem se lembrar, é aquela que foi eleita presid-Anta do Brasil com o voto do colunista fubânico Goiano e de todos os bravos militantes lulo-petistas deste país.

E também com o voto de um vizinho meu, o cabra mais chato desta beirada de Atlântico, conhecido aqui no prédio como Boco Rouco.

A mulher dele, apelidada de Satanás de Rabo, é uma velha brava que só a porra, que costuma vestir uma camiseta com o lema “Lula Livre“.

Já pensei em usar uma camiseta do tipo “Lula tá preso, veia babaca“, mas nunca tive coragem de mandar confeccionar.

Bom, eu tava falando de Dilma e me perdi. Agi igual à própria Dilma.

É o seguinte:

Pros leitores fubânicos que ainda estão cheios de dúvidas, aqui vai uma explicação científico-jurídica da Vaca Peidona sobre a prisão daquele que, com a aprovação de Lula, foi eleito vice na chapa encabeçada por ela.

Vejam:

Deixe uma resposta