CONSTÂNCIA UCHÔA - "IN" CONSTÂNCIAS

O silêncio faz um muro
Cercando a violação
E ela vive no escuro
Debochando da razão
Ri da vil indiferença
Da pena, quando há sentença
Pra garantir o crescer
Se Abusou? Tem que PUNIR
Que esquecer é permitir
Mas lembrar é combater

Mãos que roubam inocências
Mãos que lucram de purezas
Lançam mão de indecências
E depois saem ilesas
Muitas vezes, nesses lares
São mãos de familiares
Manchando o sangue, o dever
Pois deviam impedir
Que esquecer é permitir
Mas lembrar é combater

Amarela, a flor sozinha
Entre o medo e a vergonha
E o adulto que espinha
Não lhe deixa que exponha
Espinhos machucam flor
Despetalam sem pudor
Ameaçam, sem temer
E a flor ? nem quer mais florir…
Que esquecer é permitir
Mas lembrar é combater

Um outro adulto duvida
Dessa história violenta
E usurpam cor da vida
Na hora que inocenta
Os abusos e injustiças
Serão sempre mães postiças
De culpa amamenta o ser
E tem que valer insistir
Que esquecer é permitir
Mas lembrar é combater

Quem sofre merece colo
E não prévio julgamento
Sem segurança no solo
Se afunda no sofrimento
Mostremos que não “tão” sós
Que a vítima não é algoz
De mãos dadas vamos ler:
Segurem pra prevenir
Que esquecer é permitir
Mas lembrar é combater.

3 pensou em “ESQUECER É PERMITIR, LEMBRAR É COMBATER

  1. Menina linda. Constância Uchôa.
    Poeta divina.
    Que todos façam bonito.
    Proteger e combater.
    Essa é a missão.
    De quem não esquece e não permite.
    Lembrar e estar atento em todos os dias.
    Criança e coisa sagrada. Criação de Deus.
    Bom dia, minha querida.
    Um ótimo domingo. De você, só podemos esperar coisas boas, grandes e significativas.
    Um beijo no seu coração.

Deixe uma resposta para Constância Cancelar resposta