ENVELHECER COM SABEDORIA

O envelhecimento é um processo que traz diversas modificações no corpo como diminuição da mobilidade, da força e da agilidade, o que interfere na autonomia da vida diária. Muitas dessas alterações moderam a capacidade de locomoção do idoso, entretanto é possível amenizar os efeitos com atividades físicas.

Uma das grandes preocupações em relação à velhice é ser dependente de outras pessoas. Todavia, existem diferenças entre independência e autonomia. Independência refere-se à capacidade de realizar atividades cotidianas sem auxílio. Autonomia é a competência de gerir a própria vida e de tomar decisões.

Devemo focar nos ganhos que surgirão com a idade: amadurecimento, experiência, capacidade de perceber detalhes que os mais jovens não conseguem, e a liberdade que vem com o envelhecer. Aproveitar o tempo, vivendo sem a angústia do futuro, constitui uma qualidade de vida de quem investiu no autoconhecimento.

Durante toda a vida, não devemos ter receio de continuar a amar, desenvolver a gratidão e respeitar quem está ao nosso lado. O poeta pernambucano Bastos Tigre (1982-1957) nos ensina em sábios versos a importância de envelhecer bem:

ENVELHECER

Entra pela velhice com cuidado,
Pé ante pé, sem provocar rumores
Que despertem lembranças do passado,
Sonhos de glória, ilusões de amores.

Do que tiveres no pomar plantado,
Apanha os frutos e recolhe as flores
Mas lavra ainda e planta o teu eirado
Que outros irão colher quando te fores.

Não te seja a velhice enfermidade!
Alimenta no espírito a saúde!
Luta contra as tibiezas da vontade!

Que a neve caia! o teu ardor não mude!
Mantem-te jovem, pouca importa a idade!
Tem cada idade a sua juventude.

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta