ENSINANDO PUTARIA

Palavrões e expressões obscenas escritas no quadro da sala de aula de uma turma de 6° ano provocaram a demissão do professor de português de uma escola pública de Brasília (DF).

Na última quarta-feira (13), o professor decidiu abordar o tema educação sexual e propôs aos alunos, que têm entre 10 e 12 anos, uma redação sobre sexo oral e anal.

No quadro, escreveu uma lista de palavras grosseiras que a maior parte das crianças sequer conhecia.

A revolta partiu das próprias crianças, que fotografaram o quadro e gravaram áudios durante a aula.

Chocados com o que classificaram como pornografia, os pais cobraram satisfação da direção do colégio.

O caso foi parar na polícia.

* * *

Professor de Português… Ao invés de se ocupar da gramática do idioma pátrio, resolveu ensinar putaria…

Eu toro meu dedo fora se esse esse cabra num for um zisquerdista-petêlho e eleitor de Lula.

Quem quiser que me desminta, mas tem que provar o contrário.

Depravação, putaria e maus costumes é com esses cabras safados mesmo.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

Deixe uma resposta