COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem GRANDES MOTES, GRANDE GLOSAS E UM FOLHETO DE MENTIRAS

Talita Sombra:

Rapaz, faz tempo que eu procurava um site ou blog assim!

Aqui em Curitiba o povo sabe nem o que é um cantador.

* * *

Nota do Editor:

No vídeo abaixo, os leitores verão a dupla de cantadores Louro Branco e Zé Viola, numa cantoria de improviso, um dos pontos altos da cultura popular nordestina.

A cantoria de improviso é como caldo-de-cana: feita na hora, saindo diretamente do juízo e da capacidade do cantador, conforme o tema dado, denominado “mote”.

Neste vídeo, o tema de abertura da cantoria, dado pelo apresentador, é o mote: “Tudo eu sei, ninguém me ensina“.

Cada verso tem que terminar, obrigatoriamente, com este frase:

Tudo eu sei, ninguém me ensina

Feito na hora e de improviso, repito, já que o cantador não tem conhecimento antecipado dos motes que serão dados, pela plateia, por um juri ou pelo apresentador.

No vídeo abaixo, depois do primeiro, seguem-se outros dois motes:

O que a vida me põe para fazer
São as coisas que faço sem gostar

* * *

A terra não cria mais
Um cantador como eu

Deixe uma resposta