EDITOR IGNORANTE

O novo programa habitacional do governo, em fase final de estruturação, vai mudar o mercado da engenharia e arquitetura no país.

Pelo desenho do ministro Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), cada família receberá um voucher de cerca de 70.000 reais para gastar com a construção, reforma ou compra de uma moradia.

Um conta vinculada ao CPF do beneficiário do voucher, será aberta em nome do engenheiro, arquiteto ou técnico em edificações que executará a obra e prestará contas dos gastos.

“O próprio beneficiário do programa vai fiscalizar a execução da obra”, diz Canuto.

* * *

Como sou analfabeto nestes assuntos e não tenho a menor ideia do que seja “voucher”, fiquei sem entender porra alguma.

De modo que pergunto aos bem informados e pacientes leitores desta gazeta escrota:

Que danado é isso?

Que porra é “voucher”?

Essa nova invenção do governo é boa ou é ruim pra gente?

Peço também um pitaco dos leitores fubânicos que são engenheiros ou arquitetos.

Aguardo um pouco de luz pra minha profunda ignorância e agradeço antecipadamente.

Deixe uma resposta