DEU NO JORNAL

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi indiciado por corrupção em mais um inquérito da operação Lava Jato concluído pela Polícia Federal na segunda-feira (23).

Lula também foi acusado de lavagem de dinheiro pelo recebimento de 4 milhões de reais da Odebrecht repassado ao Instituto Lula, que segundo a Polícia, o dinheiro era propina disfarçado como doações.

Além do ex-presidente, o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci e o presidente do instituto Lula, Paulo Okamotto, e Marcelo Odebrecht, que na época comandava a empresa, também foram indiciados.

* * *

Segundo o colunista fubânico Goiano, Lula está sendo injustiçado de novo.

Como das vezes anteriores.

A Polícia Federal brasileira, já está largamento comprovado, não apura nada certo.

É simplesmente absurdo imaginar que Lula seja capaz de lavar dinheiro ou de receber propina de empreiteira.

De lá do seu triplex, ou de lá do seu sítio de Atibaia, Lula dará uma dura resposta aos incompetentes caluniadores federais.

O impoluto Paulo Okamoto esta assessorando Lula na redação de um documento contundente, baixando o cacete na Polícia Federal e nos invejosos detratores do ex-presidente, um bando formado por reacionários e fascistas.

Deixe uma resposta