DEU NO JORNAL

O PT apresentou ao Supremo uma ação que visa proibir Jair Bolsonaro e integrantes do governo de recomendar medicamentos que ainda não têm eficácia definitivamente comprovada contra a Covid-19, como o antimalárico cloroquina, ou o vermífugo nitazoxanida.

* * *

A redação do documento que o PT apresentou ao STF foi feita pelo advogado fubânico Ceguinho Teimoso.

O embasamento jurídico do nosso confrade, contra o remédio e a favor da doença, está excelente.

Pelo que conhecemos dos togados supremos, com certeza o STF acatará o pedido.

5 pensou em “É PROIBIDO COMBATER DOENÇAS

  1. Estou começando a me convencer que só o extermínio incondicional desses insetos fará com que acabem com essa organização criminosa.

  2. O PT é outro partido da oposição são como parasita no corpo da nação brasileira quando ver que não pode sugar mais nada do hospedeiro mata por dentro, isso que eles fazer quando se dar esperança a nação, tentar impedir a curar.

  3. Tal “documento” apresentado pelo PT tem como base científica a “pesquisa” feita por “renomados e isentos” médicos de Manaus com conclusão de que a Cloroquina mata se aplicada em doses cavalares.

  4. Pois é, ainda agorinha o Conselho Federal de Medicina, em reunião com Presidente e ministros, declarou que não há evidência da eficiência da cloro ou da hidrocloroquina, após estudos efetuados. Não sou petista, mas deu Mandetta na cabeça.

Deixe uma resposta para John Doe Cancelar resposta