WELLINGTON VICENTE - GLOSAS AO VENTO

Este meu gosto poético
Que trago desde menino,
Fincado em tantas raízes
Do meu rincão nordestino.
Devo a dois Josés, somente:
Metade pra Zé Vicente,
Metade a Zé Laurentino.

Por Decreto do Destino,
Dois homens do interior:
Um, cantador de viola;
O outro, exímio escritor.
Quanta sensibilidade…
Sem título de Faculdade
E nem anel de Doutor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *