DEU NO JORNAL

Apesar de estar condenado a quase 216 anos de cadeia, Sérgio Cabral continua filiado ao MDB.

É o mesmo caso de Lula, que já cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro, mas continua filiado ao PT.

Os estatutos dos partidos preveem expulsão de filiados condenados por crimes.

Há casos até de expulsões apenas por desobediência ao partido, mas corruptos condenados são mantidos.

Em ambos os partidos, a sentença transitada em julgado é pré-requisito da expulsão.

* * *

Se estas organizações criminosas com sigla partidária não cumprem nem as leis vigentes no país, como iriam cumprir seus próprios estatutos?

Hein?

PT e MDB, Lula e Cabral, são bostas do mesmo pinico.

Só mesmo um parecer do jurista Ceguinho Teimoso, militante petista, é que justificaria o fato de Cabral e Lula não terem sido ainda expulsos de suas quadrilhas, contrariando os estatutos dos bandos a que pertencem.

Deixe uma resposta