COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem O NOSSO GENERAL

Carlito Lima:

Pedro Malta foi meu contemporâneo na Academia Militar das Agulhas Negras, a grande escola de minha vida.

Saí Aspirante em 1961. Deixei o Exército em 1972, como Capitão por assuntos particulares.

Esqueceram no vídeo de colocar uma foto dos cadetes na sala de aula.

Pois lá era onde passávamos a maior parte do tempo, tendo aula de: geopolítica, psicologia, direito, administração, química, física, cálculo, e outras materiais durante o curso.

O interessante era que no dia de prova, o professor distribuía as provas com os cadetes e uma hora depois aparecia para recolher as provas e ninguém filava (colava), fazia parte do Código de Honra do cadete (não escrito).

Certa vez houve uma briga entre 8 cadetes e caminhoneiros numa casa de mulheres na Rodovia Dutra (Casablanca). Dos oito cadetes que participaram da briga três foram apanhados em flagrantes. E eu fui um deles.

Foi instaurado Inquérito, fizeram tudo até me ameaçaram de expulsão para que eu delatasse os companheiros. Delatar jamais. Também fazia parte do Código de Honra. Peguei 20 dias de prisão.

Passei 17 anos no Exército, inclusive 2 anos na fronteira na Amazônia, e tenho maior orgulho do Exército e de meus companheiros da AMAN, inclusive do meu amigo e colega fubânico, o colunista Malta, que leio todos os dias no JBF.

* * *

Deixe uma resposta