DISPUTA ACIRRADA

A saída de modo espetacular Sérgio Moro do cargo, com direito a pronunciamento em rede nacional, utilizando palavras cuidadosamente escolhidas com uma frase final que mais parece obra de marqueteiro político – “Fazer o certo, sempre” – conduziram as forças políticas de Brasília a concluírem que o ex-ministro da Justiça começou nesta sexta-feira (24) sua campanha a presidente da República, em outubro de 2022.

Na maciota, Moro acusou seu futuro adversário em 2022 dos crimes de coação, falsidade ideológica, prevaricação e obstrução de Justiça.

O ex-ministro da Justiça também jogou no ar suspeitas contra Bolsonaro por delitos de advocacia administrativa ou corrupção passiva privilegiada.

Moro encerrou seu pronunciamento, agora habitual entre demissionários, prometendo “servir ao país”.

Não foi casual, foi promessa de campanha.

* * *

Êita sexta-feira da porra!

Só faltou ser dia 13.

Bom, esta notícia aí de cima diz que o discurso de Moro foi “promessa de campanha”.

De modo que já temos dois candidatos pras próximas eleições presidenciais.

Vai ser um disputa acirrada.

“E tu vai ser candidato também???”

2 pensou em “DISPUTA ACIRRADA

  1. Brasileiro é bom de previsão.

    Basta ver o tanto de gente que passou a noite de quinta garantindo que a demissão de Moro era fakenews da Globo e da Folha.

Deixe uma resposta