7 pensou em “DEU NA PÁGINA DA GLOBO

  1. Programa Fátima Bernardes , gerador de caracteres

    VIOLÊNCIA POLICIAL
    HOUVE EXCESSO DA POLÍCIA NA EXECUÇÃO DE LÁZARO ?

    PS . e enquanto isso , a CNNBRASIL entrevistava Omar Aziz .

    Será que o Brasil tem jeito ?

    • Caro Airton, eu ia comentar que esta manchete do G1 – Goiás compete com a da Lacrátima Bernardes (deve haver um concurso de lacração na Globo). Sigo seu voto

  2. Show de horror, ainda reclamam de serem chamados de Globo lixo. A coisa deve estar assim:
    O jornalismo atual tem a formação por fone
    – Candidato a Jornalista – É da faculdade de jornalismo?
    – Faculdade – Sim em que posso te ajudar?
    – Candidato – Eu quero me formar em jornalismo.
    – Faculdade – Ok, me mande seu nome e endereço, para eu mandar o carnê das mensalidades.
    Depois de um certo tempo acordado entre as partes
    – Candidato – Já paguei todas as mensalidades.
    – Faculdade – Ok, vou verificar se estiver tudo bem, lhe mando o Diploma pelo correio, PS. Aguarde o fim da greve, que com certeza você irá receber. Foi um prazer tê-lo como cliente, nos indique para seus amigos.

    • A coisa ficou foi feia! Ainda bem que, pessoas que conseguiram entre trancos e barrancos atingir a minha faixa etária, que conviveram e conheceram “Jornalistas” que honraram e continuam honrando a profissão, sabem que existem as exceções.
      Agora, qual poderia ser mesmo o resultado objetivo, por exemplo, dessa formação EaD?
      É preciso cair na real e assumir que não temos estrutura moral e de valores para conviver com isso. Isso é coisa para aqueles países onde a gente vê alguém pegando um jornal ou revista numa caixa e colocando o dinheiro do valor correspondente para só então ir embora. Se fizerem isso aqui, vão roubar até a caixa com todos os jornais e revistas. E, pode ficar aborrecido quem quiser ficar, mas entendo que tudo isso começa dentro de casa, onde os pais não decidem mais porra nenhuma sobre os filhos, não impõem limites. Meu pai e minha mãe, lembro bem, quando um dos 6 filhos mijava fora da bacia, chegava e dizia: enquanto estiver sob o meu teto e comer do meu pirão, vai apanhar do meu cinturão. E tamos conversados. Hoje tem até pai que incentiva o filho a ser baitola. Infelizmente, essa é a verdade. E o que tem isso com “Jornalismo” da Globo? Nada. Mas, se ninguém se preocupasse com a Tv Globo eleger Pablo Vittar como “mulher do ano”, alguém naquela emissora se preocuparia e tomaria providências. Alguém já parou para tentar se informar de quantas pessoas não apenas assistem como assinam direitos e ligam para decidir sobre o BBB? Vcs ouviram quantos “seguidores” teve a Juliete? C´est fini!

    • José Crente: tudo que você escreveu é verdade. Amigo, no mês de abril passado completei 78 anos. Me graduei em Jornalismo em 1981. Hoje sou aposentado, mas continuo aqui ou acolá produzindo uns textos de forma profissional. Sei que tenho meus limites e cometo meus enganos – e mais, sei que não sei nem tenho obrigação de saber tudo. Mas, quando quero produzir alguma cosia da área, se não souber, procuro me informar.. Conheço uma porrada de “Jornalistas” que honraram e continuam honrando a profissão, que sequer passaram na porta de alguma Universidade de Comunicação Social (Jornalismo). São os chamados “provisionados”. E por que escrevem bem? Porque abrem livros para ler e, quando não sabem, perguntam ou consultam dicionários e outros que tais.

Deixe uma resposta para João Francisco Cancelar resposta