DEU NO JORNAL

Leandro Ruschel

Vamos corrigir as desinformações em série da presidente do PT.

Os juros brasileiros são altos principalmente por conta de décadas de governos perdulários, que gastam mais do que arrecadam.

Ou seja, a política fiscal irresponsável do descondenado Lula impede que os juros fiquem mais baixos.

O problema se agravou especialmente durante os governos Dilma, que promoveram uma explosão do endividamento. Quanto maior a dívida, maior o risco, com o mercado exigindo ainda mais juros para financiar o governo.

Para os petistas desvairados, a solução para o problema seria baixar os juros artificialmente. Até as pedras sabem o resultado: aumento brutal da inflação, que castigaria mais fortemente os pobres, que o PT diz defender.

Há ainda a acusação infundada sobre Campos Neto estar “sabotando” o governo do descondenado. Seguindo essa lógica, o maior “sabotado” seria o próprio Bolsonaro, visto que Campos Neto promoveu a maior parte do ciclo de alta dos juros ainda durante o governo anterior, para fazer frente à expansão de gastos provocada pela pandemia.

A verdade é que o PT promove uma política econômica desastrosa, com aumento de gastos e de impostos, o que sufoca ainda mais a atividade econômica, criando uma espiral negativa. Além disso, as declarações quase semanais do descondenado contra a responsabilidade fiscal ajudam a detonar qualquer confiança do mercado.

Só resta apelar para o populismo mais chinfrim, com queda dos juros na canetada e controle de preços, exatamente o que Dilma fez, levando à crise sem precedentes.

Nós avisamos que isso tudo aconteceria, mas muita gente na Faria Lima acreditou que o escorpião não morderia o sapo.

Está aí o resultado. Parabéns a quem fez o L.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *