DEU NO JORNAL

A tendência de queda nos casos de coronavírus no Brasil se acentuou e o número de pessoas infectadas caiu 15,7% desde o início do mês, de acordo com o Worldometer.

No dia 1º eram 669,2 mil pessoas infectadas e, apesar das críticas às pessoas deixando a clausura e voltando a viver suas vidas ao ar livre durante o feriadão, as previsões de disparada nos casos, mais uma vez, erraram feio e o total de doentes caiu a 564,6 mil.

Os críticos falam que o número de novos casos foi represado por três dias no feriado. Se isso é verdade, aconteceu o mesmo com as curas.

O número de casos é o menor desde 11 de julho, mas o “jornalismo de funerária” se nega a admitir que o pior passou e fica criando ressalvas.

* * *

Essa despencada no número de casos deixa a mídia funerária em desespero.

E deixa com cara de tacho a militância zisquerdóide que torce pela falência do nosso país e vive berrando o lema “quanto pior, melhor”

Vamos fechar a postagem com mais uma boa notícia:

O mundo superou a marca de 30 milhões de casos do coronavírus, segundo o Worldometer, mas a boa notícia é que 22 milhões já estão curados e 7,2 milhões manifestam apenas sintomas leves da doença.

1 pensou em “DECEPÇÃO PARA A CANHOTA AGOURENTA

Deixe uma resposta para Alfredo Cancelar resposta